Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
17 Jul, 2020 - 11:54

Costuma lavar roupa nova antes de usar? 3 razões para o fazer

Mónica Carvalho

Adora vestir a roupa assim que a compra? Então, não vai gostar muito do que temos para lhe dizer. Sim, porque a notícia que trazemos é que deve mesmo lavar roupa nova antes de usar.

lavar roupa nova antes de usar

Saber por que se deve lavar roupa nova antes de usar é meio caminho andado para não nos custar muito a ideia de realizar a tarefa. Estando bem informado, pode não ser tão difícil esperar pela primeira lavagem antes de estrear as suas novas aquisições. Adiantamos que as consequências podem mesmo ser graves para a sua saúde em geral e para a pele em particular. Por isso, mais vale prevenir do que remediar.

Até porque vivemos num período diferente de tudo o que conhecemos: a pandemia da COVID-19 obriga-nos a novas rotinas, mais controladas, mais cuidadosas, para evitar ao máximo um possível contágio.

Um estudo publicado no New England Journal of Medicine ajuda a perceber melhor a permanência do SARS-CoV-2 em diferentes superfícies. Contudo, deve ter em conta que este estudo foi feito em laboratório, pelo que o comportamento do vírus na vida real poderá ser diferente. Ainda assim é das poucas informações mais fidedignas que temos sobre o assunto: o novo coronavírus é capaz de resistir até três dias em plástico e aço inoxidável, cerca de um dia em papel e cartão, até quatro horas em cobre e até três horas em aerossóis.

Mas onde se encaixa a roupa neste estudo? Não foi possível apurar o tempo de vida do vírus, pelo que os investigadores estimam que a forma como o vírus se agarra à roupa e o respetivo tempo de permanência dependerá dos materiais dos mesmos.

As fibras sintéticas, semi-sintéticas e acetinadas são as que apresentam aparentemente melhores condições para alojar o vírus, quando comparando com as fibras naturais como lã ou algodão. Tal acontece, visto que os coronavírus em geral têm mais capacidade de sobrevivência em superfícies sólidas do que em superfícies porosas.

3 razões para lavar roupa nova antes de usar

Se a precaução não é motivo suficiente para o convencer, então, apresentamos mais três razões para lavar roupa nova antes de começar a usá-la.

roupa lavada
1

Uma longa viagem até si

Todos conhecemos as famosas imagens de fábricas de roupa com condições menos agradáveis que nos chegam de outras partes do mundo, de onde (frequentemente) são oriundas as roupas que usamos das chamadas marcas de fast fashion.

Por isso, entre o local onde foi produzido, a fase de transporte e durante o tempo de exposição na loja bem poderá imaginar a quantidade de mãos que já tocaram nessa peça.

2

Potenciais reações alérgicas

Durante os processos de confeção, são usados vários tipos de químicos e substâncias tóxicas, como corantes, metais como chumbo e mercúrio e ainda pesticidas nas fibras do algodão.

Geralmente, as peças que tenham mais cores ou estampados mais extravagantes são as que potencialmente causam mais danos à saúde, já que precisaram passar por mais procedimentos químicos durante a confeção. Tudo isto pode provocar alergias e, por isso, é muito mais seguro lavar a roupa antes de as estrear.

E se acha que isso não o vai afetar, então, saiba que as reações alérgicas podem ser imediatas e mais óbvias, como irritação da pele, vermelhidão e comichão, principalmente nas áreas de maior transpiração e atrito da pele, como as axilas, virilha, nádegas e parte interna das coxas. Todavia, os sintomas também podem ser tardios e aparecer dias mais tarde.

Por isso, convém lavar roupa nova antes de usar.

3

Cor por todo o lado

As peças com cores muito fortes, ou com tinturas de menos qualidade podem passar a cor para os sofás, estofos do carro ou mesmo para outras peças de roupa, e tudo isso pode ser evitado com uma lavagem simples antes de vestir pela primeira vez.

Lavagem da roupa: as recomendações da DGS

Como referimos, ainda não há certeza sobre o tempo de sobrevivência do SARS-CoV-2 nos diferentes materiais da roupa. Contudo, a Direção-Geral da Saúde no manual “Saúde e atividades diárias – medidas gerais de prevenção e controlo da COVID-19” refere que existem certos cuidados que pode ter para prevenir a possível transmissão através das peças de roupa.

A desinfeção só é necessária nos seguintes casos:

  • Doente com COVID-19;
  • Cuidador de pessoas doentes com COVID-19;
  • Profissional de saúde;
  • Outras pessoas que possam ter estado em contacto com pessoas ou superfícies contaminadas.

No geral, a lavagem da roupa deve atender às seguintes sugestões:

  • Evitar sacudir a roupa suja;
  • Respeitar as indicações na etiqueta da roupa, para saber os cuidados que deve ter;
  • Lavar preferencialmente na máquina, pelo menos a 60ºC durante 30 minutos, ou entre 80-90ºC, durante 10 minutos para descontaminar através da temperatura.

Quais as peças que não precisa de lavar antes de usar?

Não há, de facto, muitas peças de roupa que não devam ser lavadas antes do primeiro uso, com exceção talvez dos casacos ou outras peças exteriores que não fiquem na sua totalidade em contacto com a nossa pele.

A sensatez aconselha mesmo a lavar todas as peças que vão estar em contacto com a nossa pele, antes de as usarmos pela primeira vez. Isto é ainda mais verdade para as pessoas que têm tendência a desenvolver alergias.

A boa notícia é que uma simples lavagem, mesmo no caso da roupa interior, é o suficiente para livrar a roupa desses elementos potencialmente nocivos para a nossa pele.

Evite problemas e vista a sua roupa nova em segurança, tirando todo o partido de uma peça de roupa nova e impecavelmente limpa, para que se sinta poderosa, bonita, confiante e sem medo de consequências desagradáveis.

Fontes

  • Manual DGS: Saúde e atividades diárias – medidas gerais de prevenção e controlo da COVID-19
Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].