Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luana Freire
Luana Freire
17 Out, 2018 - 14:57

Mau hálito dos gatos: a halitose felina tem várias causas. Conheça-as!

Luana Freire

São diversos os fatores que provocam o mau hálito dos gatos. Conheça-os, saiba como tratar o problema e desmistifique este incómodo tão comum.

Mau hálito dos gatos: a halitose felina tem várias causas. Conheça-as!

O mau hálito dos gatos, ou a halitose felina, pode ser provocado por vários e distintos fatores – que podem, ou não, ter relação com a saúde do animal, mas estará certamente relacionado com a sua higiene bucal.

Na verdade, é certo que o hálito dos bichanos nunca será fresco, mas um odor forte deve soar a alerta. Sendo muitas vezes citada como um problema frequente e recorrente pelos donos, a halitose felina pode indicar um problema de saúde que deve ser investigado – especialmente se o cheiro for fétido.

Mau hálito dos gatos: o que o pode provocar?

Como dissemos no início do artigo, o mau hálito dos gatos pode ser provocado por diversos e diferentes motivos e muitos deles estão, na verdade, relacionados com a saúde bucal do bichano – má higiene da boca, doenças periodontais e gengivite.

Ainda assim, é preciso estar atento aos odores mais fortes, uma vez que podem ser sinal de alguma patologia por identificar. São doenças sistêmicas que exigem a atenção do dono.

No que diz respeito às doenças mais comuns que provocam a halitose felina encontramos o acúmulo de resíduos e tártaro na cavidade bucal e a gengivite. Vamos descobrir quais os sintomas comuns destes problemas bucais:

  1. vermelhidão nas gengivas (com sangramento, em casos mais severos)
  2. falta de apetite
  3. salivação em excesso
  4. tártaro
  5. perda de peso
  6. estar com a pata na boca de forma persistente
mau halito dos gatos: descubra as causas

Todavia, é preciso voltar a lembrar que, quando o mau hálito se apresentar exageradamente forte, será preciso investigar a presença de outras doenças sistêmicas que possam estar a contribuir ou provocar o mau odor. Nesses casos, uma visita ao veterinário é extremamente importante para identificar o problema.

Em gatos adultos ou idosos o mau hálito pode ser provocado também por doenças renais, diabetes, tumores bucais e doenças hepáticas, bem como outros problemas de origem gastrintestinal. É fundamental que o animal seja visto pelo veterinário, que irá investigar o problema e determinar o diagnóstico adequado. Se desconfiar que o mau hálito do seu gato é uma questão de saúde, procure ajuda profissional.

Razões mais comuns que podem provocar o mau hálito dos gatos

Veja aqui a lista das possíveis razões mais comuns que podem estar na origem da halitose do felino (quando a razão do problema não está relacionada com as questões bucais já mencionadas).

  • Estomatite – patologia caracterizada pela ulceração ou inflamação das mucosas.
  • Gengivite – a inflamação das gengivas, quando não tratada corretamente, poderá afetar os dentes do felino e provocar o mau odor na boca.
  • Objetos na boca – é verdade que esta é uma razão bastante menos frequente, mas um objeto preso entre os dentes do gato pode ser o agente causador do mau hálito.
  • Alimentos de cheiro forte – o consumo excessivo de peixe, por exemplo, vai resultar no mau hálito.
  • Troca da dentição – nos filhotes, a troca da dentição pode provocar halitose, mas esta é uma situação considerada como transitória.
  • Pólipos – esses tumores benignos podem desenvolver-se na cavidade nasal ou na faringe e causar o mau hálito.
  • Refluxo – quando o felino sofre com refluxo é possível que apresente halitose.
Comida para gato: saiba qual deve escolher
Veja também Comida para gato: saiba qual deve escolher

Como identificar a causa da halitose felina?

Os exames clínicos regulares são fundamentais para prevenir o aparecimento do problema – ou evitar o seu agravamento. No entanto, em casa, verifique periodicamente a boca do seu gato e os seus dentes, à procura de possíveis sangramentos, pólipos ou inchaços anormais.

Marque uma ida ao veterinário de imediato, caso identifique algum sinal alarmante. Cuidar e estar atento à saúde bucal do bichano é essencial para que consiga perceber atempadamente qualquer alteração significativa. Ter atenção a comportamentos atípicos é, também, essencial.

Visitar o veterinário regularmente ajuda a trabalhar na prevenção ou no tratamento adequado de qualquer problema ou doença bucal, sendo possível identificar em estágios iniciais.

Quando o mau hálito do gato deve o gato ao veterinário?

A resposta é simples: deve levar o gato ao veterinário sempre que identificar alterações em relação ao comportamento do animal ou à sua saúde. Lembre-se que, quanto mais cedo é diagnosticado um problema de saúde, mais simples será o seu tratamento e maiores vão ser as chances de cura. Fique atento aos sintomas que indicam que deve fazer uma visita ao médico veterinário:

  • dentes amarronzados, que podem indicar acúmulo de tártaro;
  • alteração significativa no hálito;
  • falta de apetite;
  • vómitos;
  • incómodo na boca.

Como tratar o mau hálito dos gatos?

Tudo vai depender, essencialmente, do diagnóstico realizado pelo médico veterinário. Caso a halitose tenha origem na má higiene bucal, a solução do problema pode estar nas escovações regulares. Por outro lado, se o motivo do mau cheiro da boca do felino estiver relacionado com a qualidade ou com o tipo da sua alimentação, alterar a dieta do bichano pode ser eficaz. No entanto, se a halitose for provocada por doenças gastrointestinais, disfunção hepática ou patologia periodontal, siga as instruções do veterinário sem falhas.

Veja também