ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Catarina Gonçalves
Catarina Gonçalves
10 Dez, 2020 - 13:54

Melhor depósito a prazo em 2020: conheça as opções

Catarina Gonçalves

Se está a pensar constituir uma poupança, saiba como escolher o melhor depósito a prazo do mercado e descubra quanto lhe pode render nos dias que correm.

melhor depósito a prazo

As taxas de juro que os bancos estão a oferecer por lhes confiar o seu dinheiro continuam baixas. Na grande maioria dos casos são inferiores a 1%. E mesmo o melhor depósito a prazo disponível no mercado lhe vai render necessariamente menos do que poderia render no passado. A principal responsável é a Euribor que se mantém em terreno negativo.

Ainda assim, continuam a existir ofertas de depósitos a prazo que podem ser vantajosas, especialmente quando procura um produto com pouco risco para colocar o seu dinheiro a render. Se este é o seu caso saiba como escolher o melhor depósito a prazo de modo a obter o máximo retorno possível.

QUAL O MELHOR DEPÓSITO A PRAZO EM 2020?

No geral, os depósitos a prazo são uma das principais formas de poupança da maioria dos portugueses. É um produto (quase) sem risco de perda de capital e o banco ainda lhe paga um juro pela utilização do seu dinheiro.

O único senão são mesmo as taxas de juro que os bancos oferecem para estes produtos e que estão quase sempre indexadas à Euribor.

Assim, se optar por investir o seu dinheiro num depósito a prazo, é fundamental que procure sempre as melhores taxas do mercado. De seguida damos-lhe conta das melhores opções para depósitos a diferentes prazos, de acordo com os dados recolhidos a 10 de dezembro de 2020.

finanças pessoais

Melhores depósitos a 3 meses

Já ouviu falar em depósitos promocionais? São depósitos que oferecem taxas de juro acima da média com o objetivo de chamar a atenção de potenciais clientes, incentivando-os a abrir conta numa determinada entidade bancária.

Mesmo sendo “sol de pouca dura”, já que têm um prazo curto e não são renováveis, este tipo de depósitos continua a ter algumas das taxas de juro mais elevadas do mercado, pelo que pode ser interessante aproveitá-los.

De entre as ofertas disponíveis no mercado em 2020, os melhores depósitos a prazo promocionais a 3 meses, são oferecidos pelo Banco BEST, BAI, Banco Carregosa, Atlântico Europa e pelo BiG e destinam-se exclusivamente a novos clientes.

BancoDepósitoMontante
mínimo (€)
TANB (%)TANL (%)
Banco BestDP Novos Clientes2.50021,44
BAIDP Novos Clientes2.5001,10,79
Banco CarregosaDP Bem-vindo25.00010,72
Atlântico EuropaDP Boas-Vindas50010,72
BiGSuper Depósito 3 Meses50010,72

Melhores depósitos até 1 ano (12 meses)

A doze meses a oferta que se destaca é depósito Invest Choice Novos Montantes do Banco Invest e o Depósito a Prazo Especial do Banco BAI Europa. Ambos pagam 1% de juro (TANB) e permitem a mobilização do capital investido (embora com penalizações). Para aceder a esta taxa bonificada, no caso do depósito do BAI, o cliente terá que subscrever alguns produtos.

BancoDepósitoMontante
mínimo (€)
TANB (%)TANL (%)
Banco InvestInvest Choice Novos Montantes (1 ano)2.00010,72
Banco BAI EuropaDP Especial Premium III 12 Meses2.50010.72
Banco FinantiaDP Finantia Rendimento 1 Ano50.0000,60,432

Já no período até 6 meses as taxas são muito baixas e atualmente não vão além dos 0,5% (TANB). Se está a pensar investir num destes prazos, a opção deverá recair nos depósitos a um ano.

Melhores depósitos para um prazo de 2 anos (24 meses)

No prazo a 24 meses destaca-se o depósito do Banco BAI Europa que oferece uma taxa de juro de 1,1% (TANB) e com possibilidade de mobilização antecipada. Para aceder a esta taxa bonificada, o cliente terá, no entanto, que subscrever alguns produtos.

BancoDepósitoMontante
mínimo (€)
TANB (%)TANL (%)
Banco BAI EuropaDP Especial Premium III 24 Meses2.5001,10,79
Banco BNI24 meses não mobilizável 1.00010,72
Banco BNI24 meses mobilizável1.0000,950,684

Melhores depósitos para um prazo de 3 anos ou mais anos

Para prazos mais longos, as ofertas com melhores taxas são as disponibilizadas pelo BAI Europa.


Depósitos a 3 anos (36 meses)

BancoDepósitoMontante
mínimo (€)
TANB (%)TANL (%)
Banco BAI EuropaDP 36 Meses2.5001,150,83
Banco Português de GestãoG Valor 36M10.0001,10,792
Banco BNI36 meses não mobilizável1.0001,050,756
Banco BNI36 meses mobilizável1.00010,72


Depósitos a 5 anos (60 meses)

BancoDepósitoMontante
mínimo (€)
TANB (%)TANL (%)
Banco BAI EuropaDP 60 Meses2.5001,20,86
Banco BNI5 anos não mobilizável1.0001,150,828
Banco BNI5 anos não mobilizável1.0001,10,792

BNI Europa disponibiliza ainda uma oferta de depósito a prazo para um período de 4 anos (48 meses). A taxa de remuneração é de 1,1% (TANB) sem mobilização antecipada e de 1,05% com mobilização antecipada (renovável e não renovável).

O QUE É UM DEPÓSITO A PRAZO?

Um depósito a prazo, também conhecido como conta a prazo, é um dos produtos bancários preferidos dos portugueses e consiste na entrega de fundos a uma instituição bancária durante um prazo pré-estipulado.

Depois de confiar o seu dinheiro ao banco aplicando-o numa conta a prazo, só voltará a poder usar a quantia entregue antes do final do período definido, de acordo com as condições estabelecidas pelo banco onde fez o depósito.

Obrigações do banco no depósito a prazo

Cabe à instituição financeira restituir os fundos entregues pelo cliente no final do período de tempo determinado, tendo a mesma de fazê-lo consoante o pagamento de uma remuneração (juro).

Quando faz um depósito a prazo, passa a ser credor do banco, uma vez que está a emprestar dinheiro a essa instituição.

Características dos depósitos a prazo

Para que possa escolher o melhor depósito a prazo, há características deste tipo de produto financeiro que deve ter em conta:

  • Prazo: o prazo do depósito pode ser pré-definido ou o cliente pode optar por realizar depósitos a prazo à medida;
  • Taxa de juro: estas costumam ser superiores para depósitos com prazos mais abrangentes e de quantias superiores, o que faz com que o cliente lucre mais;
  • Montante: geralmente, o cliente pode fazer depósitos a prazo com montantes a partir de 500€, mas existem instituições financeiras onde é possível efetuar depósitos de montantes inferiores.

7 DICAS PARA ESCOLHER O MELHOR DEPÓSITO A PRAZO

1

Evite prazos muito curtos

No atual momento aconselha-se a que evite prazos demasiado curtos. Por exemplo, depósitos a 1 mês. Sim, é possível, mas como as taxas estão extremamente baixas não e compensatório. As taxas de juro nesses depósitos são inferiores a 0,2%.

2

Escape aos prazos demasiado longos

Tal como os prazos muito curtos, os prazos longos de 5 ou mais anos também são de evitar pelo mesmo motivo.

As aplicações com melhores taxas nestes prazos são também as que impossibilitam a sua mobilização antecipada. Isto quer dizer que só no fim dos 5 anos é que pode mexer no dinheiro.

Como a taxa de juro não é significativa não compensa. Podem entretanto aparecer outras alternativas melhores no mercado de que não vai poder usufruir.

3

Compare taxas de juro e acompanhe o mercado

A taxa de juro que o seu banco lhe paga é a compensação pela utilização do dinheiro que lhe confia e é o critério que mais chama a atenção no momento de escolher um depósito a prazo.

Normalmente, a taxa que os bancos lhe apresentam e a que é mais utilizada para comparações é a TANB – taxa anual nominal bruta. No entanto, deve ter presente que este não é o juro que irá cair no seu bolso.

Lembre-se que à TANB serão ainda deduzidos impostos e, eventualmente, comissões bancárias.

4

Esteja atento às comissões e subscrição obrigatória de outros produtos

Por vezes uma TANB mais elevada não significa que seja melhor remunerado no seu depósito a prazo. Isto porque podem acrescer comissões bancárias, por exemplo, de manutenção de conta, o que faz com que o juro proposto na TANB seja significativamente inferior ao montante que vai receber.

Além disso, outra situação que pode ocorrer é que, para aderir a um determinado depósito com um juro mais simpático, pode ter que subscrever também outros produtos/serviços que terão custos.

Pode dar-se o caso de estar a ganhar de um lado e a perder do outro, por isso faça bem as contas e analise se o negócio é de facto compensador.

5

Tenha atenção ao prazo da aplicação

Os depósitos a prazo apresentam a facilidade de se converterem em meio de pagamento, ou seja, são considerados produtos financeiros com liquidez.

Contudo, alguns depósitos a prazo não permitem mobilização antecipada do capital ou apenas pode levantar o dinheiro após um determinado período de tempo. No caso de o querer fazer antes terá uma penalização no juro recebido.

São no entanto estes depósitos, com restrições na mobilização antecipada do capital, aqueles que pagam juros mais elevados, sendo por isso os mais aliciantes.

6

Saiba qual o montante que tem disponível para aplicar

Para não correr riscos e não ter surpresas quanto ao montante do juro recebido, se quiser investir neste tipo de depósitos, o melhor é certificar-se que, à partida, não irá precisar do dinheiro investido no curto ou médio prazo.

Assim, poderá maximizar a rendibilidade deste produto, sem penalizações no juro e sem eventual pagamento de comissões por mobilização antecipada do capital.

Outro fator a ter em conta é que o investimento em depósitos a prazo exige, pelo menos, um montante mínimo de investimento de 500 euros.

7

Simule o melhor depósito a prazo

Há sítios na Internet onde pode efetuar comparações bancárias de diferentes produtos incluindo dos depósitos a prazo.

A DECO, por exemplo, é uma das plataformas que lhe disponibiliza um comparador que o ajuda a descobrir onde obter o melhor depósito a prazo, de acordo com o seu perfil.

Pode ainda complementar a sua análise utilizando o simulador de juros nos depósitos a prazo do Banco de Portugal. Através deste simulador consegue ter uma ideia do que pode vir a receber só por deixar estar o seu dinheiro no banco.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].