Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarine Martins
Catarine Martins
09 Dez, 2019 - 11:22

5 mitos de beleza em que deve parar de acreditar já

Catarine Martins

Há alguns mitos de beleza que estão tão enraízados na sociedade que parecem ser verdade. Mas não são. Descubra-os.

Mitos de beleza

Embora o acesso à informação seja cada vez maior, nos dias que correm, há alguns mitos de beleza que permanecem no lugar de verdades para a maioria das pessoas.

Alguns foram passando de boca em boca, outros baseiam-se em teorias um tanto duvidosas que não colhem qualquer apoio científico. Mas todos, de alguma forma, influenciam as escolhas e rotinas de beleza das mulheres, um pouco por todo o mundo.

Por isso, revelamos-lhe abaixo os 5 mais comuns em que deve parar de acreditar já. Isto porque, o mais provável é que assumi-los como verdade não lhe esteja a trazer qualquer benefício.

Descubra-os e surpreenda-se!

Mitos de beleza: os 5 para esquecer já

Mtos de beleza para esquecer

1. Usar maquilhagem todos os dias faz mal à pele

É muito provável que, em algum momento da sua vida, já tenha ouvido dizer que usar maquilhagem diariamente faz mal à pele.

Contudo, isso não corresponde inteiramente à verdade. O que é nocivo para a pele é não retirar a maquilhagem de forma adequada, ao fim do dia. É que, durante a noite a pele deve respirar (uma vez que é durante este período que se regenera.)

Nesse sentido, a pele deve ser sempre bem limpa e hidratada antes de dormir, garantindo que os poros estão desobstruídos e a derme nutrida.

Ou seja, o que é nocivo para a pele é dormir com maquilhagem e não usar maquilhagem todos os dias.

2. Se arrancar um fio de cabelo branco vão nascer dois para substitui-lo

Embora este seja um dos mitos de beleza mais difundidos entre o público feminino, a ciência mostra que não é bem assim. Com efeito, quando arrancamos um cabelo branco o que acontece é que esse fio de cabelo nascerá outra vez da mesma cor.

Ou seja, não nascem mais dois ou três fios de cabelos brancos. Nasce apenas o mesmo que foi arrancado em primeiro lugar.

Portanto, não se preocupe em começar a ficar grisalha só porque arrancou um fio de cabelo branco. Mas, se quiser disfarçar os cabelos brancos sem ter que pintá-los, veja as nossas sugestões que além de fáceis, resultam mesmo.

Mulher a lavar o cabelo com esfoliante capilar
Veja também Esfoliantes capilares: saiba por que os deve usar ao lavar o cabelo

3. É necessário mudar de creme hidratante porque a pele se habitua a ele

Este é também um dos mitos de beleza que mais se ouve. Mas, em bom rigor, se usar sempre o mesmo creme hidratante ele não deixa de ser eficaz na sua pele.

O que acontece, muitas vezes, é que dependendo da estação do ano, ou até mesmo do período da nossa vida (se andamos mais ou menos stressadas), a pele apresenta necessidades diferentes o que implica cuidados diferentes.

Consequentemente, enquanto a pele no inverno precisa de cremes hidratantes mais gordos, no verão deve dar-se preferência a soluções mais aquosas e frescas, por causa do calor, por exemplo.

Isto significa, em suma, que o segredo é estar atenta às necessidades da sua pele. Mas isso não se traduz, necessariamente, em ter que mudar de creme hidratante porque ele, em si, deixe de ser eficaz.

Afinal, ele deixa de ser eficaz apenas se as necessidades da sua pele mudarem.

4. Na maquilhagem não se pode destacar olhos e lábios

Este é um dos mitos de beleza em que mais mulheres acreditam e que não tem tanto assim de verdade. É que, se é certo que para o dia a dia apostar numa maquilhagem leve é uma escolha segura, isso não significa que não se possa colocar em destaque olhos e lábios ao mesmo tempo.

Tudo depende do tipo de rosto e das suas características, da personalidade da mulher e até da ocasião.

Nesse sentido, é perfeitamente possível usar um olho esfumado bem marcado com um batom vermelho e estar fabulosa. Vale, por isso, a pena guiar-se por aquilo que gosta e pelo que resulta em si. Se for olhos e boca marcados, use sem medos.

5. O cabelo cresce mais rápido se o cortarmos com regularidade

É muito provável que durante toda a sua vida tenha acreditado que se cortar o cabelo regularmente, ele crescerá mais rápido. A realidade é que não é bem assim.

Embora seja aconselhável cortar o cabelo com frequência para que se mantenha bonito, cuidado e sem pontas espigadas, ele cresce o mesmo quando o corta ou não.

A diferença é que, eliminando as pontas espigadas, o cabelo cresce forte e saudável o que se traduz na ilusão de estar a crescer mais. Quando não cortamos o cabelo, ele fica frágil, baço e quebradiço o que nos dá a sensação de ter parado de crescer.

Assim, deve continuar a cortar o cabelo com regularidade para que esteja sempre bonito e saudável, mas em rigor ele não cresce mais por fazê-lo.

Agora que já desmistificámos os mitos de beleza mais comuns, está na altura de os deixar de lado e colocar em prática uma rotina de beleza mais eficaz, certo?

Veja também