Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
02 Out, 2019 - 15:33

Plataforma + Emprego: o que é e como funciona

Catarina Milheiro

A Plataforma + Emprego pretende criar sinergias entre o mundo empresarial e os cidadãos em situação de sem-abrigo do Porto.

equipa com mãos ao centro como forma de união

A Plataforma + Emprego desenvolve-se a partir de uma parceria onde se encontra a Segurança Social e todas as organizações de apoio aos cidadãos em situação de sem-abrigo do Porto. Através deste projeto é possível dar uma oportunidade de recomeço nas vidas destes cidadãos, que tal como qualquer um, necessitam de aumentar a sua qualidade de vida e de manter algumas rotinas diárias que são imprescindíveis no nosso quotidiano para que consigamos manter o nosso bem-estar físico e mental.

Esta plataforma foi definida em 2009, por um conjunto alargado de instituições estatais e da sociedade civil uma Estratégia Nacional para a Integração da Pessoa Sem Abrigo 2009-2015, no âmbito da qual, no Porto, foi implementada uma rede interinstitucional, constituída por um Partenariado. Desta forma, a plataforma surgiu com o intuito de criar sinergias entre o mundo empresarial e os cidadãos em situação de sem-abrigo do Porto.

Plataforma + Emprego: como funciona

homem com CV

Agora que já sabe no que consiste a Plataforma + Emprego, é importante que compreenda também como funciona. Primeiramente, é feita uma avaliação e uma posterior seleção dos potenciais candidatos com perfil de empregabilidade, isto é, aqueles cujos passos no seu caminho de reinserção social são demonstrados. É de salientar que este processo de seleção é feito em função da preferência do candidato e da bolsa de empresas parceiras que a Plataforma + Emprego tem ao seu dispor.

Assim que o cidadão é escolhido, é integrado no mercado de trabalho junto de uma das empresas parceiras, sendo que, se for necessário, poderá ser promovida a formação adequada à função a desempenhar.

Como se pode verificar, o modo de funcionamento da plataforma não é complicado e permite aos cidadãos sem-abrigo da cidade do Porto, um aumento da sua qualidade de vida, tendo sempre em consideração que todo este processo é realizado com acompanhamento social pela própria Plataforma + Emprego.

É importante ainda referir que, o objetivo deste projeto é maximizar as possibilidades do candidato, minimizando os riscos para as empresas que querem ajudar. Sim é verdade, qualquer empresa que tenha oportunidades de trabalho que identifique como potencias vagas para os candidatos em reinserção social e contactar a plataforma, pode fazer parte do projeto.

Além de todo o processo prévio que existe de seleção dos candidatos e análise de perfis, o acompanhamento que se faz do candidato, com especial abordagem no período inicial da sua atividade, permite identificar questões e desafios e solucioná-los entre ambas as partes.

Qualquer empresa que tenha oportunidades de trabalho e que tenha disponíveis vagas às quais se adequem os candidatos da plataforma, pode participar no projeto. Depois disso, é feita uma análise das possibilidades de trabalho e da forma como elas se poderão ajustar aos candidatos em questão, o que significa que, mesmo à partida, não existam setores excluídos. Portanto, se se está a questionar se a sua empresa poderá participar neste projeto deve ficar a par do plano de ação que é colocado em prática:

  • Fase 1: o técnico social sinaliza o cidadão com perfil de empregabilidade à plataforma;
  • Fase 2: é feita uma avaliação e uma seleção do candidato, tendo em consideração as preferências, ou seja, por setor de atividade e bolsa de empresas;
  • Fase 3: desenvolvimento de acompanhamento social pelo técnico social e pela plataforma;
  • Fase 4: integração da pessoa no mercado de trabalho e, se necessário, as empresas promoverão a formação adequada à função desempenhada.

Quais as vantagens para as empresas?

Como pode verificar, a relação laboral que existe com o candidato é concretizada segundo as formas habituais e não como um processo totalmente diferente do comum. Em relação às vantagens para as empresas, o acompanhamento do candidato tem como consequência um aumento de produtividade, por meio dos seguintes fatores:

  1. Diminuição da taxa de absentismo, da rotatividade dos trabalhadores e da conflitualidade;
  2. Ser parte de uma parceria multissectorial num projeto inovador em Portugal com entidades de valor reconhecido;
  3. Facilitação da integração dos novos trabalhadores;
  4. A empresa terá uma diminuição dos custos com o recrutamento de recursos humanos (Programas e incentivos públicos – IEFP) e obterá maior visibilidade empresarial ao ser parceira da Plataforma + Emprego.

A nível europeu, já existem diversos programas semelhantes a este. Em Portugal, a Plataforma + Emprego conta já com diversos apoios como o da Santa Casa da Misericórdia do Porto, Welcome Home, Cais, UCP do Porto, Randstad, Instituto Emprego Formação Profissional (IEFP), ARS Norte – Divisão Intervenção dos Comportamentos e Dependências e ainda da Assembleia da República Portuguesa.

Veja também