Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Ekonomista
Ekonomista
13 Fev, 2020 - 12:46

Queixas sobre burlas no MB Way dispararam. Saiba como se proteger

Ekonomista

Dados divulgados pelo Portal da Queixa revelam que os consumidores que recorrem ao OLX e ao Custo Justo são os mais burlados.

Homem a fazer transferência via MB Way

Em 2019, o Portal da Queixa recebeu 102 participações relativas a burlas feitas através do MB Way. Em janeiro de 2020 registaram-se 86 reclamações, ou seja, quase tantas como em todo o ano passado.

Através de comunicado, o Portal fez saber que houve “um aumento exponencial de reclamações por burla através do sistema MB WAY, nos últimos seis meses, pelo qual sentimos o dever de alertar os consumidores”.

Recorde-se que, no final do ano passado, a Polícia de Segurança Pública (PSP) também já tinha alertado para o aumento de ocorrências relacionadas com burlas através da MB Way, mostrando alguma preocupação em torno deste fenómeno e apelando a todos os utilizadores da app para terem cuidados redobrados.

A forma de atuação dos alegados burlões passa, numa primeira fase, por um contacto de interesse no artigo à venda, seguindo-se a oferta de aquisição por meio de pagamento MB WAY.

Posteriormente, e de acordo com o Portal da Queixa, “o esquema é consumado, quando o vendedor refere desconhecer o funcionamento da aplicação de pagamento, sendo convidado pelo alegado burlão a dirigir-se a uma caixa Multibanco, com vista a colocar o cartão de débito e inserir o número de telefone e código de acesso, que este [o burlão] lhe fornece, para proceder ao pagamento. A vítima julga estar a inserir os códigos para receber o dinheiro, contudo está a fornecer pleno acesso à sua conta bancária”.

Para se proteger contra este tipo de burla, partilhamos as recomendações da SIBS, a entidade gestora da rede Multibanco:

  1. Nunca adicione à sua conta bancária um número de telemóvel que não seja o seu ou que desconhece;
  2. Não aceite orientações de desconhecidos para aderir ao serviço MB Way, nem para fazer qualquer outra transação. E nunca lhes forneça os seus dados ou códigos;
  3. Nunca responda com os seus dados confidenciais ou pessoais a e-mails ou SMS, por muito legítimos que lhe pareçam.
  4. Não siga ligações que tenha recebido no e-mail ou no telemóvel por SMS.
  5. Verifique o extrato da sua conta bancária com regularidade.
Veja também