ebook
           
GUIA DO REGRESSO ÀS AULAS
Patrocinado por Escola Virtual - Grupo Porto Editora
Marta Maia
Marta Maia
14 Jun, 2022 - 11:13

Tem cartão de refeição? Saiba como associá-lo ao MB Way

Marta Maia

Saiba se é possível associar o seu cartão de refeição ao MB Way e quais os passos que deve seguir para fazer pagamentos através do telemóvel.

Alguma vez pensou ter o cartão de refeição no MB Way? Ou já tentou e não conseguiu fazê-lo? Pois então, vale a pena voltar a experimentar.

São cada vez mais os cartões de refeição que permitem fazer transações através do MB Way, uma funcionalidade que nem sempre é anunciada pelas empresas que comercializam estes títulos.

Descubra se o seu é um deles e quais os passos que deve seguir para associar o cartão à plataforma da SIBS que permite fazer pagamentos com o telemóvel.

Cartão de refeição no MB WAY: tudo o que precisa de saber

Como associar o cartão de refeição ao MB Way

Adicionar um cartão de refeição ao MB Way é igual a adicionar qualquer outro cartão de débito ou de crédito àquela plataforma:

  1. Se ainda não tiver a app MB Way, comece por instalá-la no seu telemóvel;
  2. Vá a uma caixa Multibanco, insira o cartão de refeição na ranhura e escolha a opção “MB Way”. Digite o seu número de telemóvel e o PIN do MB Way.
  3. Vai receber uma notificação no telemóvel. Clique nela para abrir a app. Na app, coloque o dedo por cima da imagem do cartão que está ativo e deslize para a esquerda. Vai ver um botão que diz “adicionar cartão”. Clique nele e insira os últimos 4 dígitos do cartão de refeição que acabou de associar no Multibanco;
  4. Confirme a operação com o PIN do MB Way ou a impressão digital.

Note que, para este processo, vai precisar de ligação à internet. Assegure-se que, antes de abrir a app do MB Way, tem a ligação de dados ativa ou está ligado a uma rede Wi-Fi.

Como pagar com cartão de refeição pelo MB Way

Depois de ter o cartão de refeição no MB Way, pode usá-lo exatamente como faz com os outros cartões. A única diferença é que, a partir de agora, terá de escolher o cartão a ativar antes de fazer um pagamento.

O cartão ativo é sempre aquele que aparece quando abre a app. Para escolher outro, coloque o dedo por cima da imagem do cartão e deslize para a esquerda até ver o cartão que pretende usar (neste caso, o de refeição). Só depois pode fazer todas as operações normais permitidas pela plataforma.

Tenha em atenção que precisa de estar conectado à internet sempre que quiser usar o MB Way.

Que cartões de refeição podem ser associados ao MB Way?

Há já vários cartões de refeição que podem ser associados à plataforma MB Way. Eis alguns exemplos:

  • Sodexo Refeição Pass (Millennium BCP);
  • Caixa Break (Caixa Geral de Depósitos);
  • Cartão Refeição (Santander);
  • Montepio Menu (Montepio);
  • Euroticket Refeição (Edenred);
  • Mais Refeição (Jerónimo Martins/Edenred);
  • BBVA Menu (BBVA);
  • Ticket Restaurant.

Custos de pagamento com cartão de refeição pelo MB Way

Não encontrámos, à data de publicação deste artigo, referência a custos referentes a pagamentos com o cartão de refeição através do MB Way. É, contudo, aconselhável uma visita frequente ao site do seu banco, porque podem vir a ser estabelecidas taxas.

jovem lê notícia no telemóvel sobre fim das comissões bancárias
Veja também Comissões bancárias: saiba quais as que chegam ao fim em janeiro

Limitações aos pagamentos com cartão de refeição pelo MB Way

Os pagamentos com o cartão de refeição são limitados a comerciantes com CAE de alimentação (restaurantes, supermercados, mercearias, cafés). Esta restrição mantém-se quando associa o cartão à plataforma da SIBS.

Pagar entregas de bens alimentares com o cartão de refeição

A maior vantagem de trazer o cartão de refeição no MB Way é precisamente a possibilidade de passar a poder usá-lo para compras em plataformas digitais de entrega de comida em casa (como Uber Eats, Glovo, Bolt, por exemplo).

Nestes casos – e tal como acontece fisicamente – o que conta é o CAE da entidade que recebe o dinheiro e não os produtos que compra. Quer isto dizer que, da mesma forma que pode comprar produtos não alimentares no supermercado e pagar com o cartão de refeição, também pode fazê-lo nas plataformas digitais que entreguem mais do que comida ao domicílio.

Porquê ter o cartão de refeição no MB Way?

1

Está sempre “à mão”

O cartão de refeição não é o mais flexível de sempre, são limitadas as situações em que pode ser usado e acabamos, invariavelmente, por lamentar trazê-lo a toda a hora na carteira sem lhe dar muito uso.

Em contrapartida, lamentamos não o ter precisamente nos poucos momentos em que até podíamos usá-lo. Se trouxermos o cartão de refeição no MB Way ele está sempre lá, mesmo sem pesar na carteira.

2

Basta ter um código

Depois há os códigos, que se baralham na nossa cabeça. Colecionar cartões na carteira é memorizar uma lista infindável de combinações numéricas que, a bem da verdade, já escaparam a toda a gente pelo menos uma vez.

Se dispensa ficar parado a olhar para o terminal de pagamento enquanto tenta lembrar-se da ordem dos números, traga o cartão de refeição no MB Way. Um só pin, uma só app. Nunca falha.

3

Basta ter uma app

Finalmente, as apps. Hoje em dia todos os cartões de refeição têm uma app. Se for um casal com cartões de marcas diferentes, já são duas. Depois ainda há a app do banco (ou bancos, no caso de ter conta em mais do que uma instituição). No final, é uma lista de apps que nunca mais acaba.

Se associar todos os seus cartões ao MB Way, cartão de refeição incluído, precisa apenas de uma app e pode optar até por deixar os cartões físicos em casa. Além disso, há um extra: duas pessoas podem ter acesso ao mesmo cartão de refeição: uma com o cartão físico e a outra pelo MB Way.

Mas, como em tudo, também há desvantagens em trazer o cartão de refeição apenas no formato digital. O primeiro é óbvio: fica dependente do telemóvel. Se não tiver bateria, dados ou ligação à rede, bem que fica sem comer, porque o pagamento não avança.

A segunda desvantagem prende-se com os eventuais custos de operação que possam vir a surgir. Os bancos não fazem, para já, qualquer referência nos tarifários aos custos de pagar com o cartão de refeição através do MB Way – mas não há garantias de que o cenário se mantenha assim para sempre.

Veja também