Inês Pereira
Inês Pereira
03 Mai, 2018 - 09:03
5 questões de saúde íntima que tem medo de colocar

5 questões de saúde íntima que tem medo de colocar

Inês Pereira

No que se refere à saúde íntima, a imaginação não tem limites, tal como as dúvidas. Reunimos as respostas às questões que tem medo de colocar ao seu médico.

O artigo continua após o anúncio

Basta fazer uma pesquisa rápida na Internet para perceber que existe um mundo de dúvidas sobre intimidade que continuam por ser esclarecidas. Muitas pessoas consideram que este tema ainda é tabu e não se sentem confortáveis em discuti-lo com outras pessoas ou, até mesmo, com o seu médico habitual.

Não se preocupe porque agora este problema vai ser solucionado. Afinal, a intimidade é um assunto sério e não devem existir dúvidas. Fique a saber todas as respostas às questões de saúde íntima que tem medo de colocar.

Tudo o que quer saber sobre saúde íntima e tem medo de perguntar

Não há motivo para ter vergonha, até porque ninguém nasce ensinado ou detém todo o conhecimento do mundo. Ao contrário daquilo que pode pensar, a verdade é que muitas são as pessoas que têm diversas perguntas acerca de saúde íntima e continuam sem acesso à informação de qualidade.

A saúde íntima é influenciada por fatores que vão desde a atividade sexual ao tipo de alimentação, passando pela higiene e os processos hormonais.

A falta de cuidados pode originar problemas graves, como infeções ou infertilidade. Talvez, agora, compreenda a importância das respostas às questões de saúde íntima que tem medo de perguntar e fique a conhecer melhor o funcionamento do seu corpo.

saude intima

1. É necessário tomar banho após a relação sexual?

Embora não tenha de o fazer imediatamente a seguir, é muito importante que trate da sua higiene íntima após as relações sexuais. Desta forma, poderá evitar infeções e outros problemas, uma vez que remove quaisquer resíduos de fluídos sexuais ou lubrificantes artificiais. Deve ainda procurar utilizar produtos adequados à higiene íntima.

2. Ter relações sexuais durante a menstruação é prejudicial para a saúde?

Esta é, provavelmente, uma das questões mais colocadas. Desde que ambos os parceiros estejam confortáveis com a situação, não existe qualquer tipo de entrave ou motivo para preocupações. Continua, no entanto, a ser necessário usar proteção contra doenças sexualmente transmissíveis, apesar da menstruação.

3. Fazer a depilação na zona íntima é errado?

A depilação não traz malefícios concretos nem benefícios, para além dos estéticos. Os pelos pubianos ajudam na proteção contra alguns vírus, fungos e bactérias, mas a verdade é que a sua ausência não é assim tão prejudicial – desde que existam cuidados de higiene.

O artigo continua após o anúncio

Atualmente, existem várias técnicas de remoção de pelos na zona íntima, sendo que as mais recomendadas são as menos traumáticas para a pele.

4. Devemos dormir sem cuecas?

Sim, sempre que possível deve dormir sem cuecas. Este não tem de ser um hábito diário, mas é importante que o incorpore de alguma forma nas suas noites. I

sto porque as cuecas impedem, por vezes, a ventilação adequada na zona genital. A existência de humidade e de uma temperatura mais elevada pode fomentar o aparecimento de infeções e inflamações.

5. É necessário urinar após a relação sexual?

De certeza que já ouviu este conselho, já que é uma das dicas mais comuns, e de certeza que é uma das questões de saúde íntima que tem medo de perguntar. A resposta é: sim, deve mesmo urinar após a relação sexual, especialmente se for mulher.

Este método ajuda a prevenir infeções urinárias que podem surgir quando, durante o ato sexual, as bactérias da vagina são empurradas para a uretra.

Veja também:

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp