Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
14 Jan, 2019 - 15:16
6 exames que podem salvar a vida de uma mulher

6 exames que podem salvar a vida de uma mulher

Catarina Milheiro

São 6 os exames que podem salvar a vida de uma mulher. Tem todos em dia? Fique a conhecê-los neste artigo e mantenha-se informada.

O artigo continua após o anúncio

São cada vez mais as doenças que atacam a vida das pessoas e é importante que esteja devidamente informada sobre todos os exames que a podem salvar atempadamente de doenças potencialmente perigosas.

Para que não restem dúvidas, confira neste artigo quais são os exames que podem salvar a vida de uma mulher.

6 exames que podem salvar a vida de uma mulher

Papanicolau: saiba tudo sobre este exame

É extremamente importante que cuide da sua saúde. Hoje em dia são inúmeras as doenças que vão aparecendo a pessoas que nos rodeiam e fazem parte das nossas rotinas.

Por isso mesmo, saiba que existem exames que podem salvar a vida de uma mulher. Estes exames devem fazer parte da sua rotina de saúde, funcionam como um check-up que deve fazer para que consiga manter-se saudável por muito mais tempo.

É frequente ouvirmos falar na realização periódica de alguns exames médicos, contudo a frequência de realização destes exames, deve ser estabelecida pelo seu médico.

1. Papanicolau

O papanicolau é um dos exames que podem salvar a vida de uma mulher mais importantes. É um exame fundamental no diagnóstico de algumas doenças, que deve ser feito por todas as mulheres que já iniciaram a sua vida sexual.

Consiste num exame de rotina para as mulheres, que se baseia numa análise citopatológica das células do colo do útero e da vagina.

O papanicolau pode detetar não só algumas infeções, como também algumas células cervicais pré-cancerígenas. Estas células podem provocar lesões que se forem detetadas atempadamente, podem ser tratadas evitando a evolução para cancro.

O artigo continua após o anúncio

Através deste tipo de exame, conseguem-se detetar doenças como o cancro do colo do útero, o cancro do endométrio e as cervicites.

Em Portugal, são detetados todos os anos, cerca de 1000 novos casos de cancro do colo do útero e grande parte deles, estão associados à infeção pelo vírus do papiloma humano (HPV).

Por este mesmo motivo é essencial que faça este exame com a devida frequência, e para que não existam desculpas, a Direção Geral de Saúde (DGS), criou o rastreio do cancro do colo do útero (que inclui o papanicolau) para assegurar o diagnóstico precoce da doença.

2. Autoexame da mama, ecografia mamária e mamografia

Outros exames que podem salvar a vida de uma mulher são o autoexame da mama, a ecografia mamária e ainda a mamografia.

Tratam-se de exames de extrema importância e que podem mesmo fazer a diferença na vida de qualquer mulher.

O despiste do cancro da mama é crucial em todas as mulheres. Para que consiga ter uma noção, são detetados todos os anos em Portugal, cerca de 6 mil novos casos de cancro da mama.

Para que consiga fazer um diagnóstico atempado, deve começar por fazer o autoexame da mama. Trata-se de um exame bastante simples, feito por si, em todas as mulheres com idades iguais ou superiores a 20 anos.

Se forem verificadas quaisquer alterações que não sejam comuns ao longo da realização deste exame, deve consultar o seu médico para que lhe seja feito um diagnóstico mais completo.

O artigo continua após o anúncio

A ecografia mamária é um exame de imagem médica feito aos seios, através de um aparelho de ecografia que utiliza ecos (ultrassons). Através desta ecografia, consegue-se fazer o diagnóstico de problemas mamários e permite distinguir quistos (tumores líquidos) de nódulos (tumores sólidos).

Em relação à mamografia, é também um exame médico de imagem, é uma radiografia da mama. Este exame é recomendado para as mulheres conseguirem fazer o rastreio e/ou a deteção precoce do cancro da mama. Para além disto, permite também o diagnóstico de algumas doenças em pessoas que manifestem alguns sintomas como nódulos ou dores.

Portanto, a ecografia mamária e a mamografia são exames complementares, isto é, um exame completa o outro.

3. Colonoscopia

A colonoscopia poderá ser um exame complementar às análises às fezes. Ou seja, se depois de fazer análises às fezes e for detetada a presença de sangue, deve fazer uma colonoscopia.

Só em Portugal, o cancro do intestino mata mais de 4 mil pessoas por ano. Por isso é muito importante que todas as mulheres realizem periodicamente este exame.

Muitas vezes, a perda de sangue nas fezes não é detetável a olho nu, por isso precisa de fazer uma colonoscopia que irá fazer um diagnóstico completo para despistar a possível hipótese de cancro.

4. Análises ao sangue

As análises ao sangue também fazem parte dos exames que podem salvar a vida de uma mulher. Não sabia? Nós explicamos tudo.

Através destas análises, pode ter acesso aos seu níveis de colesterol no sangue e prevenir assim o risco de aparecimento de outras complicações para a sua saúde.

O artigo continua após o anúncio

Sabia que as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo? Pois é, e em Portugal, estima-se que dois terços da população adulta têm o colesterol elevado.

É necessária a realização de análises ao sangue regularmente, para que não existam riscos de enfartes e/ou acidentes vasculares cerebrais (AVC).

5. Exame da pele (regra do ABCD)

O exame da pele pode prevenir uma situação bastante complicada na sua saúde. É importante que olhe para a sua pele e que tente vigiar o aparecimento de novas manchas e/ou sinais que não tenham um aspeto normal.

A maioria dos sinais de que temos e das manchas são inofensivos, contudo alguns podem desenvolver-se e transformarem-se num cancro da pele, o melanoma.

Deve consultar um dermatologista para fazer esta vigia, para que possa fazer um diagnóstico atempado de possíveis doenças que estejam relacionadas com a sua pele.

Os dermatologistas regem-se pela regra do ABCD, ou seja, assimetria, bordo (irregular), cor (distribuição desigual da cor ou mais do que uma cor), e diâmetro (maior do que 6 milímetros).

Os 5 segredos que deve contar ao seu ginecologista

  • Sofia Serrano: “O maior erro das mulheres é desconhecerem como é o seu corpo”
  • 5 questões de saúde íntima que tem medo de colocar
  • 8 exames que podem salvar a vida de uma mulher
  • 7 doenças que afetam mais as mulheres do que os homens