Marvin Tortas
Marvin Tortas
17 Mai, 2019 - 13:05
Será que o Smart Fortwo é seguro?

Será que o Smart Fortwo é seguro?

Marvin Tortas

Para poder ser vendido, o Smart Fortwo teve que passar com distinção uma série de testes de segurança. Conheça os resultados e saiba quão seguro é este carro.

O artigo continua após o anúncio

Por ser tão pequeno e aparentemente vulnerável, muitos automobilistas podem pensar que o Smart Fortwo é um carro pouco seguro, e que, provavelmente, em caso de acidente, os seus passageiros não estarão tão protegidos como num carro de maiores dimensões.

Posto isto, é natural e até legítimo questionarmo-nos se o Smart Fortwo é seguro, especialmente tendo em conta as suas características mais distintas.

Será que o Smart ForTwo é seguro?

A verdade é que o Smart Fortwo é bastante seguro, sendo que se chega a destacar neste aspeto quando comparado a outros carros da sua dimensão. Para provar quão seguro o carro é, a Mercedes-Benz deu-nos um vídeo que, apesar de antigo, nos demonstra o que acontece numa colisão entre este e um Classe S.

A célula de segurança tridion do modelo protege os ocupantes, ao fazer com que a força de um impacto seja distribuída eficazmente pelo modelo, não se concentrando apenas no local do impacto.

O carro tem também um sistema de estabilidade e ABS, além de outras medidas de segurança passiva como o elemento de deformação na roda que faz com que esta absorva parte do impacto, e elementos de aço na zona traseira e dianteira.

O carro já existe desde 1998. Como o Smart Fortwo é seguro, ainda não vimos qualquer tipo de polémica que o fizesse ser retirado do mercado.

O que dizem os testes de segurança?

De acordo com a marca, o Smart Fortwo é seguro – de facto, seria estranho esta dizer o contrário. No entanto, temos de ver também o que dizem os estudos.

O modelo teve apenas 4 de 5 estrelas em testes da EuroNCAP de 2014, sendo que apesar do carro proteger quem está no seu interior como deve de ser, não é assim tão eficiente no que toca a peões, além de ter também tido notas medianas no que toca a sistemas de assistência.

O artigo continua após o anúncio

Por outro lado, de acordo com o IIHS (Insurance Institute for Highway Safety), o carro teve nota máxima em quase todos os critérios, falhando apenas no que toca à prevenção e aos sistemas de retenção.

Podemos, portanto, concluir que o Smart Fortwo é seguro, apesar de não ser um dos mais seguros que há no mercado. Tem várias características que fazem dele uma excelente opção, sendo que é económico, eficiente e prático.

No entanto, se a segurança for uma prioridade sua ao comprar um carro, existem modelos mais seguros. Tendo outras prioridades, pode estar descansado se optar por um Smart Fortwo: o carro é seguro.

Veja também: