Olga Teixeira
Olga Teixeira
04 Jul, 2022 - 10:13

Tarifas de eletricidade: qual a melhor?

Olga Teixeira

Com a oferta do mercado a crescer, é cada vez mais difícil escolher as tarifas de eletricidade. Qual a melhor? O que considerar? Temos algumas dicas.

Gerir uma casa não é tarefa simples e otimizar os custos mensais é um desafio para muitas famílias. Uma das contas que gera mais queixas é a da eletricidade, e é por esse motivo que neste artigo vamos focar-nos nas tarifas de eletricidade: qual a melhor, como escolher e o que ter em conta no momento de contratar um fornecedor.

A existência de diferente tarifas de eletricidade permite que os consumidores possam escolher a opção que menos pesa na carteira. Isto porque consumir mais nas horas em que a eletricidade é mais barata pode baixar a conta de luz. Logo, é uma oportunidade de poupança que deve conhecer.

Esta escolha deve ter em conta os hábitos da família e a disponibilidade para efetuar algumas tarefas domésticas fora do horário normal. Ou seja, a tarifa de eletricidade que é boa para uma família pode não ser para outras.

No entanto, nem sempre é fácil entender o que significam as diferentes tarifas de eletricidade e quais os horários em que é possível poupar. Dizemos-lhe o que deve saber para comparar e escolher a melhor tarifa.

Como funcionam as tarifas de eletricidade?

O preço da eletricidade não é constante. Ou seja, há dias da semana ou horas do dia em que os fornecedores pagam menos pela eletricidade que compram. E em que os consumidores vão também pagar menos pela luz que consomem.

Entre as variáveis que influenciam o preço da eletricidade estão as fontes usadas para a sua produção, as redes utilizadas e a relação entre a oferta e a procura. Por exemplo, durante o dia, altura em que as empresas e serviços estão em funcionamento, a procura é maior. Tal como acontece, por exemplo, à hora do jantar, quando a maior parte das pessoas regressa a casa.

Um consumidor de energia elétrica que tenha uma potência contratada igual ou inferior a 41,4 kVA pode optar por três ciclos de contagem, com diferentes preços de energia para cada período horário.

  • Simples: só um período durante todo o dia;
  • Bi-horário: 2 períodos durante o dia (fora-vazio e vazio);
  • Tri-horário: 3 períodos durante o dia (ponta, cheias e vazio).

Quais as diferenças entre as tarifas de eletricidade?

tarifa simples significa que os preços são iguais em todas as horas e dias da semana. Isto é, o valor da sua fatura não vai ser influenciado pela hora ou dia em que consome mais eletricidade.

Na opção bi-horária, há dois tipos de horas. As horas fora de vazio dizem respeito aos períodos em que há mais consumo e o preço aumenta. As horas de vazio ocorrem quando se consome menos; por exemplo, durante a noite.

Quem escolher a opção tri-horária tem três períodos distintos: as horas cheias têm um preço intermédio; o custo da energia é mais caro nas horas de ponta e mais barato nas horas de vazio.

O que são os ciclos de contagem?

Além das tarifas horárias, os consumidores podem optar por ter ciclo de contagem diário ou semanal.

No ciclo diário, os períodos horários são iguais em todos os dias do ano, enquanto no semanal diferem entre dias úteis, sábados e domingos, existindo também distinção entre o horário de Verão e Inverno.

Por exemplo, num ciclo bi-horário semanal as horas de vazio e fora de vazio são diferentes nos dias úteis e nos fins de semana. Por isso, o preço a pagar também varia.

Mulher a abrir correio postal

O ABC das tarifas de eletricidade: conceitos a reter

Se está em processo de avaliação de um novo fornecedor de energia, há conceitos que tem mesmo de conhecer. É obrigatório saber o que significam, que impacto têm no preço a pagar e como pode usá-los a seu favor.

Tarifas

As tarifas dizem respeito aos modelos de distribuição das horas de vazio no fornecimento da eletricidade ao consumidor final. Praticamente todos os fornecedores oferecem várias possibilidades.

Horas de vazio

Nas horas em que mais famílias estão em casa com eletrodomésticos ligados, a rede de distribuição sofre um pico de pressão e de esforço, enquanto nas horas de menor movimento a distribuição é mais fácil de fazer. Consequência? Nas horas fora de vazio a eletricidade é mais cara. Já nas horas de vazio (horas de consumo mais baixo) a eletricidade é mais barata.

Convém saber, contudo, que nem todas as tarifas têm horas de vazio: há as chamadas tarifas simples, em que o fornecedor define um preço unitário por Kilowatt e esse valor se mantém constante.

Horas fora de vazio

São o oposto às horas de vazio. Ou seja, períodos em que o custo da eletricidade é mais elevado.

Horas de ponta

Existem nas tarifas tri-horárias e são, entre os três períodos existentes, aquelas em que a eletricidade é mais cara.

Quais são os horários de cada tarifa?

É aqui que deve ter atenção, já que tudo vai depender da tarifa de eletricidade ser simples, bi ou tri-horária e do ciclo (diário ou semanal). Como vimos, os preços podem variar consoante a hora, dia e até estação do ano.

Vejamos, então, como se dividem os preços consoante as tarifas:

Ciclo diário tarifa bi-horária

Há apenas dois tipos de horas: as de vazio, entre as 22h às 8h; e as fora de vazio, das 8h às 22h.

Ciclo diário tarifa tri-horária

PeríodosHorário de InvernoHorário de Verão
Horas de Ponta9h às 10h30;
das 18h às 20h30h
das 10h30 às 13h
das 19h30 às 21h
Horas Cheias8h às 9h
10h30 às 18h
20h30 às 22h
das 8h às 10h30
das 13h às 19h30
das 21h às 22h
Horas de Vaziodas 22h às 08hdas 22h às 08h

Ciclo semanal tarifa bi-horária (Inverno)

DiaHoras de VazioHoras Fora de Vazio
Segunda a sexta0h às 7h7h às 24h
Sábados0h às 09h30
13h às 18h30
22h às 24h
9h30 às 13h
18h30 às 22h
Domingos0h às 24h

Ciclo semanal tarifa bi-horária (Verão)

DiaHoras de VazioHoras Fora de Vazio
Segunda a sexta0h às 7h7h às 24h
Sábados0h às 9h
4h às 20h
22h às 24h
9h às 14h
20 às 22h
Domingo0h às 24h

Ciclo semanal tarifa tri-horária (Inverno)

DiaHoras de PontaHoras CheiasHoras de Vazio
Segunda a sexta9:30 às 12h
18:30 às 21h
7 às 09:30h
12 às 18:30h
21 às 24h
0 às 07h
Sábados9:30 às 13h
18:30 às 22h
0 às 09:30h
13 às 18:30h
22 às 24h
Domingo
0h às 24h

Ciclo semanal tarifa tri-horária (Verão)

DiaHoras de PontaHoras CheiasHoras de Vazio
Segunda a sexta9:15 às 12:15h7 às 09:15h
12:15 às 24h
0 às 07h
Sábados9 às 14h
20 às 22h
0 às 09h
14 às 20h
22 às 24h
Domingo
0h às 24h

Escolher a tarifa de eletricidade: qual a melhor?

A melhor opção em termos de tarifa de eletricidade será a que melhor encaixa nos seus hábitos de consumo. Se gosta de chegar a casa durante a semana e ir adiantando a máquina da roupa, um ciclo diário pode ser a melhor opção. Se, por outro lado, deixa as tarefas domésticas para o fim de semana, o ciclo semanal vem mesmo a calhar.

As mesmas regras vão aplicar-se às tarifas: avalie os horários em que tem mais gente em casa (porque tendem a ser os de maior consumo de luz) e compare-os com os períodos de vazio que cada fornecedor disponibiliza.

Se quer comparar as condições do seu fornecedor com as da concorrência ou se procura a opção mais vantajosa, pode comparar as ofertas existentes no mercado no simulador da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

Como mudar de tarifa?

Se ao comparar encontrou uma opção mais vantajosa para si, pode pedir a alteração de tarifa ou do período horário ao seu fornecedor. Esta alteração não tem custos, mesmo que seja necessária a deslocação de uma equipa técnica para adaptar o contador.

A ERSE alerta, no entanto, que quando muda para outra tarifa de eletricidade deve mantê-la no mínimo 12 meses.

Veja também