Luísa Santos
Luísa Santos
03 Jun, 2019 - 09:25
Como vender o seu antigo smartphone

Como vender o seu antigo smartphone

Luísa Santos

É provável que o seu antigo smartphone renda um ótimo valor. Saber como o vender, e a quem o vender, é essencial para quem quer ganhar algum dinheiro.

O artigo continua após o anúncio

A evolução tecnológica dos telemóveis é notável e todos os anos são lançados novos equipamentos, cada vez mais extraordinários. A pressão para fazer um upgrade ao seu antigo smartphone é grande, e não tem necessariamente que o guardar em casa – pode vendê-lo por um bom preço, que poderá contribuir para a compra de um novo gadget.

Como vender o antigo smartphone: passo a passo

vender o antigo smartphone

Um smartphone antigo não significa que estejamos a falar de um aparelho produzido há décadas. Pelo contrário. Falamos de um telemóvel que é substituído por outro e que, apesar de algum desgaste, tem ainda vida útil. Vida com a qual pode ainda lucrar algum dinheiro.

De seguida, damos-lhe a conhecer algumas dicas essenciais para vender o seu telemóvel mais antigo. Na maior parte das vezes, esses dispositivos ainda têm muita utilidade para outra pessoa, seja qual for a finalidade que lhe der.

É importante saber que não vai conseguir vender o produto pelo seu preço original, por muito novo que ele ainda esteja e por muito recente que tenha sido a sua compra. É mais do que natural que o valor inicial desvalorize depois de o comprar, mas não desanime: pode chegar a ganhar algumas centenas de euros com as dicas que se seguem.

Inclua a caixa e os acessórios na venda

A venda de um smartphone antigo valoriza, em muito, se tiver todos os acessórios de origem incluídos, assim como a embalagem original. A caixa não tem de estar selada, nem tão pouco ter incluídos os códigos de barras relativos à compra, mas é uma mais valia quando quer vender um telemóvel, seja ele qual for.

O mesmo se aplica aos acessórios, como o carregador e os phones. Ao comprar um novo equipamento, novos acessórios virão, pelo que não há razão para guardar os antigos. Guarde-os na caixa e anuncie a venda com tudo incluído.

Se tiver fatura, inclua-a também

Alguns smartphones foram comprados tão recentemente que ainda estão dentro da garantia, regra geral de 1 ou 2 anos. A verdade é que há compradores que só adquirem estes equipamentos se estes tiverem fatura que comprove a garantia do aparelho.

É também um fator que lhe permite aumentar o valor da venda. Telemóveis que incluam fatura são vendidos a um preço mais alto e isso justifica-se pela garantia, isto é, se o comprador tiver algum problema com o produto, pode sempre dirigir-se à loja da compra inicial, expôr o problema e vê-lo resolvido de forma gratuita (na maior parte das vezes).

O artigo continua após o anúncio

Limpe o telemóvel antes de o vender

Um smartphone, quanto mais limpo e brilhante estiver, mais facilmente é vendido. As imagens de venda do produto são, na verdade, a primeira coisa que um comprador vê antes de tomar a sua decisão final e desempenham, por isso, um papel muito importante durante todo o processo.

vários passos que deve seguir para limpar o aparelho, e que vão para além do aspeto exterior. É igualmente importante que limpe as entradas do smartphone, como a do carregador ou dos phones, de forma a que nenhuma partícula ou poeira possa danificar o equipamento a longo prazo.

Formate o smartphone

Reponha as definições de fábrica do seu antigo smartphone antes de o vender. Dessa forma, o novo “dono” do aparelho não terá acesso à suas informações pessoais nem ao que tinha guardado na memória. Os passos a seguir diferem de sistema para sistema, mas é relativamente simples formatar um iPhone e um Android.

Onde vender o seu antigo smartphone

vender o antigo smartphone

Hoje em dia existem centenas de sítios onde pode vender o seu equipamento, entre outros gadgets tecnológicos. Pode fazê-lo na Internet ou em lojas que vendam smartphones em segunda mão, mas é provável que consiga ganhar mais dinheiro com uma venda online.

Plataformas online

A maior parte dos marketplaces são encontrados online. Pode encontrar interfaces do género em plataformas como o Facebook, OLX, Amazon ou eBay. Aconselhamo-lo a que opte por uma venda nacional antes de partir para a internacional, isto porque os custos de envio e respetivas taxas podem não compensar face ao valor da venda.

Sítios como Facebook ou o OLX permitem, por isso, que venda o telemóvel por conta própria, assegurando-se que explicita todas as características do mesmo. A partir daí, só tem de dar resposta aos pedidos de potenciais interessados e, depois, marcar o local onde fazer a transação, existindo também a opção de enviar por correio.

Lojas de smartphones

Existem lojas dedicadas à avaliação de equipamentos antigos e à revenda dos mesmos. Após uma avaliação inicial (sem compromisso), é-lhe proposto um preço de compra. A partir daí, a venda é da inteira responsabilidade da loja.

Empresas como a Forall Phones, Tek4Life e 2Life encarregam-se desse processo, existindo outras a que pode também recorrer. Recentemente, a Fnac apresentou um serviço semelhante, a Fnac Marketplace, onde pode também colocar à vendar o seu antigo smartphone.

O artigo continua após o anúncio

Veja também: