Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
André Freitas
André Freitas
07 Mai, 2020 - 10:02

10 coisas que deve conhecer sobre o novo Seat Leon

André Freitas

O novo Seat Leon foi apresentado e conta com várias versões, motorizações e novos equipamentos. Conheça 10 curiosidades sobre o mais recente Seat

Seat Leon

Depois de semanas de teasers e mistério, o novo SEAT Leon foi dado a conhecer ao mundo no passado dia 28 de janeiro de 2020, um modelo cuja primeira geração foi lançada em 1998.

O mercado recebeu de “braços abertos” o Leon e, desde então, este tem sido um elemento importante para a fabricante, sendo o modelo mais vendido da SEAT desde então.

Desde que “veio ao mundo”, as três gerações deste automóvel, em conjunto, já venderam mais de 2,2 milhões de unidades. Com o início do novo ano, a marca aproveitou para lançar a 4ª geração.

Tendo em conta o que já é conhecido sobre este novo modelo, elaboramos uma lista de 10 curiosidades que deve conhecer sobre o novo Seat Leon.

novo Seat Leon: o raio-x completo ao novo modelo da marca espanhola

Seat Leon

1. Um “primo” do Volkswagen Golf

O novo Seat Leon é um parente direto do Volkswagen Golf. 

Se olhar para o novo Leon com atenção, irá reparar que este tem algumas semelhanças com o VW Golf. Isto porque eles partilham a mesma plataforma, uma vez que pertencem ao mesmo grupo.

Com dimensões semelhantes ao seu homologo alemão, o novo automóvel da Seat tem um aspeto mais dinâmico e desportivo ao longo da sua estrutura.

2. Exterior

Seat Leon

No exterior, como podemos ver, a nova geração do Leon vem mais fresca, dinâmica e futurista.

Na frente somos presenteados com uma grelha semelhante à do Seat Tarraco, o SUV de segmento D da marca, e com uns faróis diurnos LED, semelhantes à versão anterior.

Na traseira, o novo modelo da Seat é constituído por detalhe e classe. Os faróis LED traseiros são unidos por uma faixa central, algo semelhante ao que a Porsche e Audi (também marcas integrantes do grupo VAG) fazem nos seus automóveis.

Para além disso, é interessante realçar o tipo de letra utilizado para escrever o modelo do automóvel. A Seat optou por um tipo de letra que remete para a escrita à mão, combinando assim um estilo futurista com um toque de classe.

3. Interior

Seat Leon

Se muitos pensam que é tendência, por cá, já assumimos como padrão. Estamos a falar do design minimalista.

No lançamento dos novos carros, e das mais diversas marcas, temos verificado sempre o mesmo padrão: simplicidade. Esta simplicidade faz com que o espaço interior pareça maior, que por sua vez transmite uma maior tranquilidade.

Neste design mais minimalista, um dos elementos que se destaca mais facilmente é o sistema de infoentretenimento de 8 ou 10 polegadas.

Se olhar atentamente para o interior, irá reparar que são poucos os botões existentes. E os poucos que existem são touch. 

As saídas de ar dão um pouco de cor e vida ao carro com elegância, uma vez que a cor do metal sobressai nos interiores escuros. 

Nos modelos automáticos a zona central é ainda mais elegante devido à alavanca que controla as velocidades. Ainda de realçar as versões FR e superiores têm um sistema de iluminação ambiente, que lhe concedem um ar elegante e futurista.

4. Tecnologia

Este é outro ponto que tem evoluído, de forma constante e significativa, em todos os veículos, e o novo Seat Leon não é exceção.

Como mencionado no ponto anterior, há um elemento central que se destaca: o sistema de infoentretenimento de 8 ou 10 polegadas.

Este sistema apresenta várias configurações que dão para personalizar tendo em conta o uso de cada condutor. Também é possível espelhar o ecrã do telemóvel para este sistema. 

Para quem tem um equipamento Apple, pode fazê-lo recorrendo a uma tecnologia sem fios. No entanto, utilizadores de Android vão precisar de um cabo USB.

Para além deste ecrã, há um segundo painel, também digital, de 10 polegadas que controla o carro. Aqui, também é possível personalizar as informações através dos botões que se encontram no volante.

Por último, destacam-se ainda a unidade de conectividade online que permite conectar e gerir o carro através do seu smartphone, que fará com que o carro esteja constantemente online, o sistema de controlo por voz e o carregamento sem fios.

5. Carroçarias

Seat Leon ST

A nova geração do Leon conta com duas versões, ao contrário do passado que contava com três. Consegue adivinhar qual é que vai ser extinta?

Como seria de esperar, é a carroçaria de 3 portas. Assim, a fabricante mantém o tradicional Leon de 5 portas e o Leon Sportstourer.

Com o objetivo principal de proporcionar um maior conforto através de um aumento do espaço útil para condutor e passageiros, a fabricante fez crescer as novas versões 10 centímetros quando comparadas com a geração anterior.

Na versão tradicional do Leon, este aumento reflete-se sobretudo no espaço disponível para as pernas.

Na versão Sportstourer, o aumento reflete-se em dois componentes: espaço útil para as pernas e espaço de bagageira.

A nova versão Sportstourer tem agora capacidade para 617 litros de capacidade. A versão anterior tinha apenas 587 litros. Isto significa que houve um aumento da capacidade de 30 litros.

6. Tecnologia das motorizações

A SEAT oferece no novo Leon uma ampla gama de motorizações.

Certamente, a fabricante tem vários objetivos com esta estratégia que podem passar por: cumprir as normas de CO2, aumentar as vendas devido à vasta oferta, aumentar as vendas por causa dos incentivos associados à compra de veículos “amigos do ambiente”, entre outros.

E quem fica a ganhar com isto é o consumidor, uma vez que o leque de escolhas é superior. Assim, se pretende adquirir saiba que tem disponível as seguintes motorizações e tecnologias:

  • Gasolina (TSI)
  • Diesel (TDI)
  • Gás Natural Comprimido (TGI)
  • Mild-Hybrid (eTSI)
  • Híbrido Plug-in (eHybrid)
carro híbrido
Veja também Mild Hybrid: um sistema híbrido, que não é bem um híbrido

7. Motores 

Uma vez que já conheceu as tecnologias que equipam este carro, resta agora conhecer o “coração” que irá fazer a máquina trabalhar.

Começando por a vertente a gasolina, o novo Leon poderá ser equipado com:

  • um motor de 3 cilindros de 1 litro capaz de gerar 90 cv de potência
  • o mesmo motor de 3 cilindros de 1 litro, mas com 110 cv de potência
  • motor de 1,5 litros com 130 cv de potência
  • o mesmo motor de 1,5 litros, mas com 150 cv de potência
  • um motor de 2 litros com 190 cv de potência (transmissão de dupla embraiagem)

Uma vez conhecida a oferta a gasolina, passamos agora para a vertente diesel. Aqui, terá disponível as seguintes opções:

  • um motor de 2 litros capaz de gerar 130 cv de potência
  • o mesmo motor de 2 litros, mas capaz de gerar 150 cv de potência

No que diz respeito à oferta de gás natural comprimido, a oferta é mais reduzida, como é compreensível. Aqui, poderá encontrar:

  • um motor 1.5 litros TGI a GNC, capaz de produzir 130 cv de potência

Esta alternativa combina o uso do gás natural comprimido e da gasolina (utilizada apenas quando estritamente necessário) para fazer mover o automóvel.

Para terminar, falta abordar duas tecnologias. Iremos falar primeira da inevitável mild hybrid (eTSI). A marca decidiu aplicar a tecnologia ao seguintes motores a gasolina:

  • 1.0 TSI de 110 CV
  • 1.5 litros de 150 CV

Para completar a sua gama, a Seat também decidiu incluir uma variante híbrida Plug-in. E o que podemos encontrar nesta variante?

  • um motor TSI de 1.4 litros com propulsor elétrico e um pack de baterias de iões de lítio de 13 kWh, que em conjunto produzem 204 CV de potência . No que diz respeito à autonomia, a marca anuncia 60 quilómetros em ciclo WLTP.

8. Níveis de equipamento

Seat Leon

Como esperado, a fabricante projetou várias variantes desta nova geração. São vários os fatores que diferenciam estas variantes, sobretudo o preço e o nível de equipamento.

Tal como no Ibiza, a Seat definiu quatro níveis: Reference, Style, Xcellence e FR. 

A Reference será a versão de entrada na gama. Aqui poderá encontrar os equipamentos mais simples e básicos.

A Style sucede à Reference, tendo já outros detalhes e equipamentos. As versões Xcellence e FR são as que se encontram mais apetrechadas.

A grande diferença entre estas duas últimas reside no aspeto visual. Tal como os nomes sugerem, a Xcellence é mais voltada para um look premium e requintado, enquanto que a FR é mais desportiva e dinâmica.

De forma resumida, as principais diferenças entre as diferentes versões são: motor, tamanho das jantes, tipo de materiais utilizados no interior e exterior do carro, sistema de infoentretenimento, entre outros.

9. Segurança

A nova geração do Leon pode ser equipada com vários sistemas de segurança que, certamente, lhe serão muito úteis no seu quotidiano.

Estes são alguns exemplos de sistemas tecnológicos de segurança que marcam a diferença:

  • Sistema de deteção de fadiga
  • Assistente de faixa de rodagem
  • Câmara multifunções 360º graus
  • Assistente de máximos: alterna automaticamente entre os máximos e médios para evitar encadeamentos
  • Sistema de monitorização de condução “front assist”: assistente de travagem automática em cidade
  • Reconhecimento de sinais de trânsito
  • Cruise control
  • Sensores de estacionamento

10. Preço

Por último, resta-nos falar de um elemento decisivo no momento de compra: o preço. Como seria de esperar, e tendo em conta a diversidade da oferta, o intervalo de preços para o novo Seat Leon é grande.

A versão mais básica do Leon “tradicional” de 5 portas, com um motor a gasolina 1.0 tem preços a começar nos 24.907€

Se estiver interessado na versão Xcellence, saiba que o preço começa nos 30.287€. Se preferir a opção mais desportiva – FR, o preço começa nos 28.607€.

As versões diesel da carroçaria Hatchback iniciam-se 29.497€.

Se optar pela carroçaria Sports Tourer com o motor e equipamento de entrada da gama, o preço começa nos 27.730€ para a versão Style

Para a versão Xcellence o preço começa nos 31.216€. Na vertente mais desportiva, a linha FR começa nos 29.743€.

Veja também