ebook
GUIA DO IRS
Patrocinado por Reorganiza
Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
24 Fev, 2022 - 13:43

Arroz de sarrabulho: aprenda a fazer a receita tradicional

Mónica Carvalho

O arroz de sarrabulho é, sem dúvida, um dos pratos mais típicos da gastronomia portuguesa e há muitas formas de o apresentar.

arroz de sarrabulho

arroz de sarrabulho é, frequentemente, associado a uma das vilas mais antigas de Portugal: Ponte de Lima. Este prato é um verdadeiro embaixador do concelho e leva a que, todos os fins de semana, muitas pessoas viajem até esta localidade, de modo a apreciar esta iguaria.

Em 2006, foi criada a Confraria Gastronómica do Sarrabulho à moda de Ponte de Lima e, se nunca provou esta delícia, fique agora a saber como fazê-la, assim como outra variante deste petisco, na Bimby, para lhe poupar trabalho.

ARROZ DE SARRABULHO: SABORES DO MINHO

Na Idade Média, havia grande escassez de alimentos e a carência de produção era uma realidade que tinha de ser combatida com criatividade e engenho. O pão era o produto que melhor combatia a fome. A esta alimentação pobre e insuficiente, por vezes, juntava-se o sangue dos animais. E foi, precisamente, da cozedura lenta do pão em sangue que nasceram as papas de sarrabulho.

Assim, reconhecendo-se o sarrabulho como um prato tradicional de toda a região do Minho, há uma grande associação do mesmo a Ponte de Lima.  Clara Penha (1836-1924) é o nome que fica para a posteridade como autora desta saborosa receita. Ela, que foi pioneira da restauração contemporânea local, tendo sido proprietária de uma pensão. Belozinda Penha Varela (1908-2002), sua sobrinha, foi a grande herdeira da sua receita e saberes, os quais permitiram a sobrevivência do arroz de sarrabulho até aos nossos dias.

Arroz de sarrabulho à moda de Ponte de Lima

Cozinha:típica portuguesa
Tipo:almoço
Tempo de preparação:01h30

Ingredientes

  • 1 cravinho
  • 1 folha de louro
  • 1kg de arroz
  • 500gr de carne de vaca
  • 500gr de galinha
  • 500gr de costeletas de porco
  • 250ml de sangue de porco
  • 200gr de chouriço de carne
  • 1/2 osso do suão
  • 1/2 coração de porco
  • Sumo de um limão
  • Sal e pimenta, q.b.
  • Cominhos e noz-moscada, a gosto

Modo de preparação

  • Colocar numa panela, com 3 litros de água, todas as carnes e levar a cozer muito bem, em lume médio-alto.
  • Juntar o cravinho, o louro, a noz-moscada, o sal e a pimenta. Retirar a espuma que surge na superfície da panela.
  • Aguardar que as carnes estejam bem cozidas e a desfazer.
  • Retirar do lume, remover as carnes e desfiar.
  • Reservar o caldo na panela e aguardar que as carnes arrefeçam.
  • Remover a gordura e o excesso de espuma presente no topo e voltar a levar ao lume. Provar e retificar os temperos.
  • Adicionar um pouco mais de água, se necessário.
  • Reduzir para lume brando e juntar o arroz.
  • Acrescentar as carnes desfiadas e o sangue, assim que o arroz esteja meio cozido. Deixar cozer.
  • Verter o sumo do limão, o cravinho e os cominhos em pó e servir de seguida.

Arroz de sarrabulho na bimby

Cozinha:típica portuguesa
Tipo:almoço
Tempo de preparação:00h55

Ingredientes

  • 15gr salsa
  • 200gr cebola
  • 900gr água
  • 50gr azeite
  • 2 c. chá sal
  • 60gr vinho branco
  • Piripíri, pimenta, cominhos e cravinho q.b.
  • 1 louro
  • 300gr sangue de porco
  • 120gr vinagre de vinho tinto
  • 500gr carne de porco
  • 150gr chouriça de sangue
  • 150gr bacon
  • 300gr arroz carolino
  • 800gr água

Modo de preparação

  • Numa taça, juntar o sangue com o vinagre de vinho tinto e envolver com ajuda da espátula. Reservar.
  • Colocar 15gr de salsa no copo, picar 2segundos/vel. 7.
  • Adicionar a cebola em pedaços e o azeite. Programar 5seg/vel.5.
  • De seguida, programar 5min/120°/vel. 1.
  • Adicionar a carne de porco à chouriça, assim como o bacon, o louro, o vinho, o sal, o piripiri, os cominhos e o cravinho 20min/100°/vel. colher de pau/velocidade inversa.
  • Desfiar a carne de porco e voltar a colocar no copo.
  • Adicionar o arroz carolino e a água e envolver bem com a espátula 13min/100°/vel. colher de pau/velocidade inversa.
  • Adicionar o sangue reservado, envolver bem com a ajuda da espátula e programar 4min/100°/vel. colher de pau/velocidade inversa.

Veja também