Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarine Martins
Catarine Martins
23 Mar, 2020 - 11:21

Dicas de beleza: saiba como atenuar o bigode chinês

Catarine Martins

O bigode chinês é responsável por dar um aspeto mais envelhecido ao rosto. Por isso, fomos em busca das melhores dicas para atenuá-lo.

Evolução da pele para o bigode chinês

Muito provavelmente já ouviu a expressão bigode chinês. O termo, bastante conhecido no mundo da beleza, refere-se aos traços que se estendem desde o canto do nariz às extremidades dos lábios, causando uma espécie de ruga acentuada.

Mas, como surge o bigode chinês? Desde a predisposição genética, passando por hábitos nocivos como fumar ou não cuidar da pele, até à falta de elasticidade da tez causada pelo envelhecimento, uma coisa é certa: a maior parte das mulheres vai ter bigode chinês. A boa notícia é que há formas de atenuá-lo.

Não confunda, contudo, com o facto de ter a bochecha mais pronunciada já que, nesse caso, as linhas de expressão no rosto fazem parte dos contornos naturais.

Bigode chinês: o que é e como atenuar?

Mulher com bigode chinês

1. Tratar bigode chinês dos 20 aos 30 anos

Nesta idade, e na grande maioria das mulheres, ainda não existem grandes evidências de bigode chinês.

Pelo que, quando é jovem a ideia é precisamente prevenir. Aposte, assim, em cremes com ácido hialurónico ou retinol, uma vez que isso deixará a pele mais elástica e rejuvenescida.

2. Dos 30 aos 40 anos

Nesta fase da vida, o problema já começa a ser mais evidente, para muitas mulheres.

Nesse sentido, se já nota a ruga muito vincada e isso a incomoda, uma boa alternativa é recorrer a tratamentos de laser, num mínimo de três sessões para conseguir ver resultados.

Mas, lembre-se que é importante deixar um intervalo médio de quatro dias entre cada sessão. Consulte um dermatologista antes de iniciar o tratamento.

3. Dos 40 aos 50 anos

Para tratar qualquer tipo de rugas, e isso inclui o bigode chinês, nesta faixa etária começa a ser necessário investir em procedimentos estéticos.

É que, quanto mais as camadas profundas pele forem estimuladas, mais rejuvenescida ficará a tez.

Contudo, tenha em mente que os procedimentos estéticos são decididos caso a caso, após uma cuidada avaliação. Pelo que, é importante que consulte um dermatologista.

E, claro, faça do creme hidratante contra as rugas o seu melhor amigo.

4. Dos 50 aos 60 anos

Nesta idade, já quase todas as mulheres apresentam rugas acentuadas.

Assim, uma boa solução para atenuar o bigode chinês é o recurso a fios de sustentação de ácido lático que são, posteriormente, absorvidos pelo corpo.

Como resultado final, a pele do rosto fica mais firme, já que se forma um tecido fibroso que vai retrair os tecidos e melhorar a sustentação facial.

Novamente, é importante que consulte um dermatologista, antes de iniciar este tratamento.

5. A partir dos 60 anos

Depois dos 60 anos, será necessário recorrer a tratamentos mais invasivos, como a cirurgia plástica, para eliminar os efeitos do bigode chinês.

6. Disfarçar o bigode chinês com iluminador

Se pretende uma solução mais fácil e menos invasiva, uma boa forma de disfarçar o bigode chinês é recorrendo à maquilhagem.

Nesse sentido, o iluminador é o seu melhor amigo. Opte por uma caneta iluminadora hidratante, e corrija o bigode chinês com ela. Isso criará a ilusão de que não existe nenhum sulco, e de que toda a tez é uniforme.

Mulher a aplicar cremes anti-rugas aconselhados por dermatologistas
Não perca Conheça os melhores cremes anti-rugas segundo os dermatologistas

Duas questões importantes sobre o bigode chinês

1. Quando e por que aparecem os primeiros sinais de bigode chinês?

Regra geral, os sulcos associados ao bigode chinês podem surgir a partir dos 30 anos, altura em que começam os primeiros sinais de envelhecimento: a perda de colagénio e de sustentação da face. Todavia, há fatores genéticos e ambientais que podem antecipar ou retardar estas rugas incómodas.

A profundidade do bigode chinês não é, assim, igual para todas as mulheres. A mesma depende de determinados fatores, como diminuição de fibras musculares, atrofia óssea, ação da gravidade e posição viciada ao dormir.

2. Quando e como tratar o bigode chinês?

Apesar de não existir uma idade específica em que deve começar a preocupar-se com as rugas ao redor da boca, nunca é demasiado cedo para começar a cuidar da pele.

Assim, quando começam a surgir as primeiras linhas em torno dos lábios é um sinal de que está na hora de apostar nos tratamentos aconselhados e indicados pelo dermatologista, para minimizar a aparência dos sulcos.

É realmente importante que consulte um profissional para o efeito, uma vez que os tratamentos devem ser decididos de acordo com o seu caso específico.

Contudo, há duas ações a que deve habituar-se desde bem cedo e que ajudarão a que toda a pele do rosto se mantenha jovem e saudável por muito mais tempo.

Falamos, claro, do uso frequente do protetor solar, e da hidratação adequada da pele, com um creme específico para o seu tipo de pele.

Assim, é importante que mantenha uma rotina de beleza disciplinada, uma vez que isso ajudará não só a retardar os sinais da idade, como a manter uma tez bonita.

Veja também