Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
André Freitas
André Freitas
03 Jan, 2020 - 11:05

Carros mais aguardados de 2020: 10 automóveis que vão surpreender

André Freitas

Quais serão os carros mais aguardados de 2020? E que novidades vão trazer? Conheça 10 automóveis incríveis que 2020 nos vais trazer.

Audi Q4 E-tron

O fim de 2019 está à porta, e com a entrada no último trimestre do ano já se começa a pensar e a falar nos carros mais aguardados de 2020. Esta altura é propícia para os amantes e marcas de automóveis, bem como para os meios de comunicação começarem a lançar e abordar o tema.

Assim, este período é interessante para quem se procura informar das novidades que irão chegar no novo ano, bem como para aqueles que procuram um carro novo. Sim, se estiver a pensar em adquirir um automóvel novo, e a menos que seja urgente, o nosso conselho é que aguarde.

Se aguardar, pode adquirir as versões mais recentes, ou em contrapartida, pode comprar a versão que irá ficar desatualizada, mas a um preço bastante inferior.

O ano de 2020 será marcado por várias novidades, e uma das grandes apostas é o segmento elétrico. Este segmento tem vindo a crescer e a tornar-se uma aposta cada vez mais séria devido ao aumento exponencial da autonomia dos carros elétricos, bem como a tecnologia de carregamento cada vez mais rápido.

Outro factor que contribui para esta aposta é o desenvolvimento das infraestruturas de carregamento destinadas aos veículos elétricos.

Tendo em conta este aspeto, e as diversas apostas de cada marca, elaboramos uma lista que contemple carros de diversos segmentos económicos e com finalidades distintas. Conheça aqueles que são, para nós, os carros mais aguardados de 2020.

10 carros mais aguardados de 2020

1. BMW 2 Series Gran Coupé

BMW Serie 2

O Série 2 já pertence ao portfólio da BMW. No entanto, até agora, existiam três versões: o coupé de 2 portas, o Grand Tourer e a Cabriolet. O novo Série 2 Gran Coupé será lançado nos inícios de 2020. Este foi desenhado e projetado para competir com o Mercedes-Benz CLA, e outros coupés de quatro portas. 

Relativamente ao design do Série 2, espera-se um carro com um ar desportivo, onde se irá observar a típica e característica grelha da BMW. Este irá contar com quatro portas, uma vez que popularidade dos carros de duas portas está a diminuir de dia para dia, isto porque a procura pelo maior conforto possível no carro é cada vez maior. 

Tal como o Série 1, o 2 Gran Coupé será de tração dianteira e será equipado com o motor diesel de 4 cilindros mais potente da BMW. A marca confirmou que irá lançar o M240i, usando o motor a gasolina de 2 L do X2 de 302 cv, e ainda um modelo híbrido. Para além destes motores, haverá ainda três motores a gasolina: um de 3 cilindros e 1,5 L, e dois de 4 cilindros 2 L. 

2. Audi Q4 e-tron

Audi Q4 E-tron
Fonte: Audi

De forma muito inteligente, a Audi continua a apostar num segmento que é uma tendência clara no mercado automóvel: os SUV. Para além disso, e para melhorar a sua aposta, juntou ao seu novo SUV, a componente elétrica. Assim, explora mercado que é um sucesso, e procura marcar posição e ser pioneira nos carros elétricos.

Apresentado na feira de Genebra, o Audi Q4 e-tron será o segundo SUV elétrico da fabricante alemã. Com espaço para toda a família, o Q4 elétrico irá ter uma potência máxima de 306 cv. No entanto, para reduzir os consumos, ele irá utilizar apenas 204 cv na tração à retaguarda. Os restantes 102 cv serão utilizados se circular em terrenos de baixa aderência, onde será necessário ativar a tração dianteira. 

Ao nível da performance, o Q4 elétrico tem uma autonomia anunciada que supera os 450 km. O Q4 e-tron irá precisar de 6,3 segundos para atingir os 100 km/h e a velocidade máxima está fixada nos 180 km /h. No que toca às dimensões, o Q4 e-tron será semelhante ao Q3. 

No design exterior esperamos um carro imponente, alto e com linhas futuristas, e algumas semelhanças com o seu “primo” E-tron. No interior, também como no E-tron, encontramos um carro mais tecnológico e futurista. O Q4 e-tron também poderá ser equipado com alguns extras que se encontram no E-tron. 

3. Rolls-Royce Ghost

Rolls Royce Ghost
Fonte: Rolls Royce

A primeira versão foi lançada em 2009 e é, certamente, um modelo muito aguardado no segmento de premium para 2020. Estamos a falar do Rolls-Royce Ghost. O super luxuoso sedan da Rolls Royce irá abandonar a sua antiga estrutura de aço produzida pela BMW, utilizada no série 7, para uma plataforma de alumínio.

Como é de esperar, esta mudança irá resultar numa redução de peso significativa, visto que o antigo Ghost pesava perto de 2,5 toneladas. 

Outro aspecto importante de salientar, é a capacidade que o Ghost terá para ser equipado com algumas tecnologias autónomas. O novo luxuoso sedan será equipado com um motor V12 de 6,6 L bi-turbo e uma caixa automática de 8 velocidades, que em conjunto, irão produzir 570 cv de potência. O “monstro” será equipado com uma tração integral (4×4), o que fará dele um modelo mais dinâmico do que a versão atual.

Esteticamente o novo Ghost será uma evolução das formas que conhecemos da atual geração do modelo. Destaca-se uma nova e enorme grelha dianteira cromada.

No interior, espera-se que a nova versão receba revisões discretas, incluindo um novo painel de instrumentos digitais, um display frontal e recursos adicionais de segurança. O ecrã de infoentretenimento, de acordo com a Autocar, deslizará eletricamente para ficar escondida quando não for necessária.

4. Seat el-Born

Seat El Born
Fonte: Seat

Apresentado como protótipo no salão de Genebra, o el-Born ganhará vida em 2020. Este será o primeiro veículo elétrico da Seat. A versão final deverá ser bastante semelhante à apresentada no salão, uma vez que o espaço temporal entre a apresentação do protótipo e do lançamento oficial não é assim tão elevada.

O el-Born irá contar com uma autonomia na casa dos 420 km, isto porque se encontra equipado com uma bateria de 62 kWh. Serão necessários apenas 47 minutos para conseguir uma carga equivalente a 80%. Relativamente à potência, 204 cv irão fazer andar a nova pérola espanhola. O novo elétrico da Seat vai precisar de 7,5 segundos para atingir os 100 km/h.

Esteticamente, tal como os outros elétricos, temos um carro com um estilo futurista e com linhas inovadoras. A grelha frontal e o capô parece que se encontram unidos através de uma “fusão”. As ópticas dianteiras e os leds dão-lhe um ar desportivo e misterioso, enquanto na traseira há uma barra em led que liga os dois lados.

No interior há um elemento que se destaca, o ecrã de 10 polegadas que constitui o sistema de infoentretenimento. Aqui também se destaca o espaço e a simplicidade do interior. Como os carros elétricos são equipados com caixas automáticas, os interiores podem ser tornados visualmente mais espaçosos e “clean”.

O el-Born é um excelente exemplo disso mesmo. Onde temos um painel central tecnológico, que se encontra acompanhado por uma zona do apoio do braço ampla e sem objetos.

5. Land Rover Defender

Land Rover Defender
Fonte: Land Rover

Para muitos, para além de um dos melhores todo-o-terreno, o Land Rover Defender é um dos melhores automóveis britânicos de sempre. O Defender é conhecido por conseguir um lugar nas garagens de várias famílias, agricultores, jovens aventureiros e até da rainha Elizabeth II.

O Defender é um dos modelos mais conhecidos dos amantes do todo-o-terreno. Apesar de quase todos preferirem o “tradicional”, a Land Rover tem de acompanhar os desenvolvimentos do mercado.

Assim, o novo Defender tenta conservar um pouco da sua história através do design, mas é disruptivo no interior e na tecnologia que adota.

Com o aumento da distância entre os eixos, no interior, o Defender tornou-se mais amplo, arejado e fácil de usar. Este pode transportar até 8 pessoas, e pode até transportar 3 pessoas na fila da frente, algo que os concorrentes não oferecem.

Na parte mais prática, o painel é irreconhecível. A evolução é enorme e a implementação de um painel tecnológico, tornam este automóvel um verdadeiro luxo

Controlado por uma ecrã de 10 polegadas, pode aceder a uma variedade de funções e conectar o seu smartphone através do Apple CarPlay e Android Auto.

Encontra-se ainda instalado, um sistema digital de 12,3 polegadas, que lhe permite controlar tudo o que se passa por baixo do capô. Na verdade, irá deixar de haver “segredos” entre o carro e o condutor.

Para equipar os míticos Defender, irão existir 4 motorizações, sendo 2 a gasolina e 2 a diesel. Todas as versões serão de tração 4×4 e equipadas com caixa de velocidades automática.

Na vertente a gasolina, a versão menos potente irá produzir 296 cv de potência, enquanto a mais potente, que também terá uma componente elétrica, irá gerar 395 cv de potência. Na vertente diesel poderá escolher entre um motor que produz 197 cv e outra de 237 cv de potência.

Por fim, os preços do luxuoso “monstro” começam nos 81.000€.

6. Peugeot 508 Sport Engineered Concept

Peugeot 508 Sport
Fonte: Peugeot

O Peugeot 508 tem sido um verdadeiro sucesso da marca francesa. O 508 tem muito para oferecer para além da sua aparência. Se ainda não conhece o leão mais feroz da Peugeot, na nossa opinião, deverá conhecer.

O beleza exterior e o design desportivo que encontramos no exterior, estendem-se até ao interior. Apesar de ter um look desportivo, este carro pode ser a solução perfeita para a sua família, principalmente, se procurar um equilíbrio entre o design, conforto e espaço. 

As experiências que este automóvel proporcionam são excelentes. Todos os momentos passados ao volante, e até fora dele, são incríveis. O interior foi elaborado tendo em consideração as necessidades dos condutores. Já ensaiamos o novo Peugeot 508 e quanto ao comportamento na estrada, mesmo num modo de condução dinâmico, o nosso feedback é excelente. 

Novo Peugeot 208: conheça as 10 novidades do pequeno leão
Também pode interessar Novo Peugeot 208: conheça as 10 novidades do pequeno leão

Com uma receptividade tão positiva por parte do mercado, a Peugeot decidiu acompanhar as tendências e criou uma versão híbrida deste “leão indomável”.

O 508 híbrido será equipado um motor de 1,6 L de quatro cilindros turbo a gasolina com 200 cv de potência, e ainda dois motores elétricos (um em cada eixo, que lhe concederá uma tração integral) com 110 cv de potência cada um. Assim, no total o Peugeot 508 contará com 360 cv de potència, e irá atingir os 100 km/h em 4,3 segundos.

Tendo em conta todos estes factores, e o seu design incrível, não acha que este será um dos automóveis mais aguardados de 2020?

7. Mercedes EQV

Mercedes EQV
Fonte: Mercedes

Tal como as restantes marcas, a Mercedes vai continuar a apostar na sua gama de elétricos, e está prestes a alargar o seu portfólio. Após o lançamento do seu SUV elétrico (EQ), a fabricante alemã prepara-se para lançar um MPV (veículo destinado a múltiplos usos).

Apresentada ao público no salão de Frankfurt, o Mercedes EQV foi anunciada com uma autonomia de, aproximadamente, 410 km. O motor elétrico de 204 cv irá garantir o correto funcionamento do EQV. A velocidade máxima será de 160 km/h.

O novo veículo elétrico da Mercedes (EQV) terá como base a conhecida classe V. Neste modelo espaço não faltará, e a sua lotação máxima é de 8 pessoas. O interior terá um design muito semelhante aos outros modelos recentementes lançados pela marca. Aqui, destaca-se o ecrã de 10 polegadas e o mais recente sistema MBUX.

8. Citroën C4 elétrico

A Citroën está mesmo decidida a fazer renascer o C4. Após ter renovado o C4 recentemente, prepara-se agora para lançar a uma nova versão mais recente e, sem surpresas, elétrica.

Como já referimos inicialmente, e até ao longo do artigo, a mobilidade elétrica é uma realidade que veio para ficar. Pelo menos, a intenção das fabricantes de automóveis parece ser essa, uma vez que a aposta tem sido grande.

A marca francesa, pertencente ao grupo PSA, não quer ficar para trás, uma vez que a concorrência também se prepara para lançar um novo modelo, o Volkswagen ID.

O novo C4, cujas imagens oficiais ainda não forem reveladas, vai recorrer à nova plataforma e-CMP (mais longa), e assim vai deixar a plataforma do Peugeot 308.

O plano, inicialmente, é lançar a versão que terá uma autonomia a rondar os 350 km. No entanto, no futuro, o objetivo é acomodar baterias de 60 kWh, uma vez que a plataforma é mais longa e pode ter capacidade para isso.

No que ao design diz respeito, não deverão haver mudanças significativas tendo em conta o que o C4 foi recentemente renovado.

9. Nissan Qashqai

O Qashqai foi o SUV que revolucionou o mercado e trouxe a possibilidade de massificar este tipo de automóveis. Ele foi o pioneiro de um segmento que tem crescido em Portugal, e na Europa.

Para além da importância para o mercado, o Qashqai é o carro mais importante para a Nissan, tendo em conta que é o modelo mais vendido pela marca.

A segunda geração do Qashqai foi lançada em 2013. Desde então, o modelo da marca nipónica não tem sofrido alterações, tanto no interior como no exterior. Provavelmente, por essa razão, é que este SUV tem vindo a perder a sua quota de mercado e tem visto as suas vendas baixarem em vários países nos últimos meses.

A nova geração do Qashqai ainda não foi oficialmente revelada em imagens, mas não deverá contar com uma vertente elétrica, apesar do seu elevado conhecimento e experiência de produção. Em contrapartida, vão disponibilizar duas versões de automóveis híbridos, que resulta da parceria entre a Renault, Nissan e Mitsubishi.

O design exterior do novo Qashqai foi influenciado pelo IMQ concept (o futuro dos SUV elétricos da Nissan). No interior é fácil de encontrar as diferenças e as atualizações. Encontramos um interior mais clean, sofisticado e melhor apresentado, onde se destaca o sistema Pro-Pilot, que já equipa alguns automóveis da marca, e que fará agora parte do novo Qashqai.

10. Renault Captur

Renault Captur 2020
Fonte: Renault

Para terminar a lista dos carros mais aguardados de 2020, temos o Captur. A Renault não quer perder a sua quota de mercado, e não quer ver as suas vendas descerem. Para isso, decidiu renovar um dos seus best-sellers. O Captur é um verdadeiro sucesso em Portugal, sendo mesmo um dos modelos mais vendidos em 2018.

O preço do novo Captur irá manter os valores já conhecidos. Relativamente às diferenças, destacamos a troca de plataforma, que lhe vai tirar peso e ainda conceder mais espaço. Esta plataforma vai fazer com que seja possível lançar uma versão híbrida deste modelo, que irá contar com um motor 1.6L a gasolina e dois motores elétricos. Além desta versão, também poderá encontrar as versões mais recentes, gasolina e diesel, da marca francesa.

No interior, mais propriamente, no infoentretenimento o Captur irá adoptar o mesmo layout do novo Renault Clio. Como tal, o interior terá o ecrã disposta na vertical e um design mais arejado e simplista. No exterior, observam-se detalhes facilmente identificados como sendo da Renault, onde se realçam os leds (dianteiros e traseiros) mais compridos e rasgados.

Veja também