ebook
GUIA DO IRS
Patrocinado por Reorganiza
David Afonso
David Afonso
08 Fev, 2022 - 15:54

12 passos para descobrir se vai comprar um carro acidentado

David Afonso

Comprar um carro acidentado pode ser uma carga de trabalhos. Se vai optar por um usado, saiba ao que deve estar atento.

Comprar carro acidentado

Se pensa comprar um automóvel seminovo ou usado, verifique se é um carro acidentado e poupe algumas despesas imprevistas. Já diz o ditado que “nem sempre o que parece é”. Portanto, lembre-se que nem sempre um carro com pintura impecável será uma ótima aquisição.

Para isso, além da pintura, deve começar por questionar o atual dono sobre possíveis acidentes. Depois existem alguns componentes que podem e devem ser verificados antes de comprar um carro seminovo. Se estiver atento, alguns desses componentes podem denunciar o vendedor caso o carro tenha estado envolvido em algum tipo de acidente. Aprenda a descobrir se o carro já teve algum acidente e evite muitas dores de cabeça no futuro.

Mas antes disso, responder a uma questão que, por vezes, pode passar despercebida.

Os automóveis que estiveram envolvidos num acidente são perigosos?

Segundo os especialistas, os veículos envolvidos num acidente grave que afetou a estrutura do veículo – chassis – podem ser muito perigosos. Especialmente se tiverem sido mal reparados ou tiverem sido reparados em ‘acidentes técnicos’, ou seja, aqueles em que não é recomendado reparar o veículo devido à gravidade do acidente.

Por outro lado, um veículo com danos estruturais que tenha sido mal reparado não terá o mesmo nível de segurança passiva – aquela que visa minimizar as consequências para os passageiros em caso de acidente – como um veículo que não sofreu golpes graves. Os elementos mais suscetíveis de serem afetados são: o chassi e a carroçaria que, em caso de colisão, devem absorver o máximo de energia possível.

Com efeito, se o problema for deixado de lado, efetivamente é um problema. É por isso que o processo de descobrir um carro acidentado é fundamental antes de qualquer compra.

COMO DESCOBRIR UM CARRO ACIDENTADO EM 12 PASSOS

1

Número de identificação do veículo (VIN)

Através da pesquisa do VIN, é um código de 17 dígitos, é possível descobrir o país de origem do carro, onde foi produzido, ano de produção, modelo e tipo de motor, entre outros detalhes. Além disso, ao nível burocrático, é possível descobrir, por exemplo, registo de danos, colisões ou o número verdadeiro de quilómetros.

A pesquisa pelo VIN pode ser feita online e é gratuita.

2

Livro de revisões e inspeção periódica

Aqui pode verificar se o veículo passou na inspeção periódica nos prazos prescritos, se houve algum carimbo com deficiências e porquê.

Por outro lado, se o carro não tiver passado nos intervalos programados ou não tiver atualmente o selo em vigor tenha cuidado.

3

Seguro automóvel

Se tudo tiver legal, a matrícula está registada e atualizada na base de dados nacional. Logo pode consultar dados de sinistros, dados sobre acidentes, multas do antigo dono.

Para isso, consulte o portal do consumidor da Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF), para garantir que não vai comprar um carro acidentado.

4

Certidão Permanente Automóvel

A forma mais simples de consultar a Certidão Permanente Automóvel é através da internet, no site Automóvel Online. Esta contém dados atualizados em tempo real sobre a propriedade de um veículo, identificação do automóvel e do seu proprietário e encargos que existam sobre o veículo, bem como pedidos pendentes.

5

Chassi

Comece pelo chassi. Se o automóvel tiver sofrido uma grande colisão e tenha sido necessário efetuar grandes reparações é possível que o chassi tenha sito remarcado. Pode também questionar a seguradora sobre essa viatura e caso ele já tenha estado envolvido em algum sinistro, a seguradora poderá confirmar.

Novidades do setor automóvel 2022
Veja também Novidades no setor automóvel em 2022: SUV e EV dominam
6

Pintura e massa plástica

Faça uma minuciosa avaliação à pintura do carro, se possível em pleno dia e na rua, ou num local iluminado. Em último caso, ao comprar um carro acidentado tem manchas que se notam nas diferenças de tonalidades de cores. Aconselhamos a procurar em pontos estratégicos, como nas portas e perto dos pára-choques.

Se por alguma razão suspeitar que a pintura foi alterada, experimente a dar pequenas pancadas na zona. Ao bater, se o som é diferente, significa que foi utilizada uma espécie de massa plástica para corrigir a amolgadela. Neste caso, estamos perante um carro acidentado.

7

Portas empenadas e pequenos danos

Para saber se é um carro acidentado observe se as portas estão todas alinhadas. Verifique se o capot,  portas laterais e bagageira abrem e fecham em condições ou se apresentam algumas rachas, amolgadelas e/ou riscos. Já agora, passe a mão pela carroçaria e observe se existem pequenas ondulações.

8

Ferrugem nas soldagens

Mesmo com o tempo, as soldagens das fabricantes dificilmente enferrujam. Portanto, caso o veículo tenha sofrido uma colisão frontal e tenha sido necessário soldar o painel, a ferrugem na parte soldada pode denunciar ser um carro acidentado. Analise sempre as diferenças nas juntas e observe se foram refeitas. Além disso, deve prestar atenção aos parafusos que há no interior do veículo. Se por alguma razão estes foram mudados vai haver marcas das ferramentas.

9

Zona do pneu sobresselente

Se o carro tiver tido um acidente que afetou a parte traseira, a zona do pneu de reserva pode não estar perfeita. Normalmente apresenta um formato mais ou menos oval. Portanto, não se esqueça: abra a bagageira e retire o tapete para conferir se a zona do pneu sobresselente está em perfeitas condições.

E já que vê o local do pneu, também não é demais se der uma espreitadela debaixo do carro. Até pode não  perceber de mecânica, mas se reparar em algum resto de pintura, isso pode significar que houve uma reparação por baixo do carro.

10

Faróis e lanternas

Convém reparar se a óticas dos faróis estão todas iguais. Por vezes, quando se trata de um carro acidentado, os donos costumam trocar apenas o farol ou ótica danificada. Verifique se existem rachas ou alguma espécie de danos provocados por gravilha nos faróis e, claro, se as luzes funcionam e se encontram alinhadas.

11

Vidros das janelas e do pára-brisas

Se é um carro acidentado o mais provável é já ter partido algum vidro. Confira a marca de todos os vidros do carro. É que os fabricantes de automóveis costumam colocar a mesma marca de vidro em todo o veículo. Portanto, se alguma das janelas ou pára-brisas tiver uma marca diferente já sabe que esse vidro foi mudado por alguma razão.

Extra: Test-Drive e Revisão do Mecânico

A forma mais apropriada de saber se um carro sofreu um acidente é levá-lo a fazer uma revisão a um mecânico. Se conhecer algum profissional da sua confiança, peça-lhe que vá consigo dar uma vista de olhos ao carro que está a pensar comprar.

Além disso, recomendamos também que faça um test-drive em frente ao vendedor: é seu dinheiro. E não é pouco dinheiro. Negócios são negócios.

Com efeito, agora que sabe como descobrir um carro acidentado, já está melhor preparado para a compra de um seminovo ou usado.

Veja também