Alexandra Nunes
Alexandra Nunes
19 Set, 2022 - 13:06

Crédito consolidado: perguntas frequentes sobre a junção de créditos

Alexandra Nunes

Precisa de reduzir os seus encargos com créditos ao fim do mês? A consolidação é uma hipótese? Sobre o crédito consolidado, perguntas frequentes não faltam. Respondemos às principais.

Crédito consolidado: perguntas frequentes

A instabilidade chegou ao crédito habitação. Num contexto de aumento da Euribor, a prestação da casa encareceu significativamente e muitas famílias já começam a ter dificuldade em cumprir os seus compromissos junto da banca. Para evitar o incumprimento, a consolidação de créditos é uma hipótese que deve estar em cima da mesa, ainda que deva ser bem ponderada. Sobre o crédito consolidado, perguntas frequentes não faltam, pois é um instrumento financeiro que ainda suscita muitas dúvidas.

Quem pode recorrer a esta solução financeira? Como funciona o processo? Quais as vantagens e desvantagens? Por que é que a mensalidade fica mais baixa ao juntar todos os créditos num só? Esclarecemos todas as suas questões de forma a que possa tomar uma decisão ponderada sobre a gestão das suas dívidas.

Crédito consolidado: 10 perguntas frequentes

1

O que é o crédito consolidado e para que serve?

A consolidação de créditos é uma solução financeira que permite juntar todos os seus créditos (mesmo que sejam de bancos diferentes) num único crédito, pagando uma única prestação (com um valor inferior à soma das antigas prestações) a uma única entidade.

A agregação pode ser feita ao crédito habitação ou pode apenas agregar os créditos pessoais e cartões de crédito. Ao aumentar o prazo de pagamento das dívidas, a prestação mensal baixa.

2

Quem pode pedir crédito consolidado?

O crédito consolidado destina-se a pessoas ou famílias sobre-endividadas ou em risco de sobre-endividamento. Destina-se também a pessoas que já se encontram em incumprimento por razões de força maior como, por exemplo, desemprego, doença ou até divórcio.

Além disso, esta é também uma modalidade para quem quer reorganizar as suas dívidas ou procura gerir o seu orçamento de forma a ter margem para poupança.

3

Se tiver cadastro no Banco de Portugal posso pedir este crédito?

No que diz respeito ao crédito consolidado esta é uma das perguntas frequentes da maioria das pessoas. Efetivamente, se estiver na lista negra do Banco de Portugal porque já falhou os seus compromissos, não poderá recorrer a esta solução.

Como alternativa pode, por exemplo, pedir a negociação de créditos, que lhe permite baixar as suas prestações de forma significativa sem recorrer a novo financiamento.

4

Quais as vantagens e desvantagens do crédito consolidado?

Analise a sua situação financeira e veja se esta solução é a mais indicada para si.

Vantagens:

  • Fica só com uma mensalidade para pagar num dia fixo do mês;
  • Pode reduzir até 60% a sua prestação mensal;
  • Alargamento do prazo de pagamento;
  • Passa a ter um só credor, o que é mais cómodo;
  • Consegue folga orçamental;
  • Possibilidade de construir uma almofada financeira.

Desvantagens:

  • O processo pode ser dispendioso no início;
  • Ao aumentar o prazo poderá aumentar o montante total de juros suportados;
  • Fica mais tempo “agarrado” a uma dívida;
  • Terá penalizações se quiser antecipar o pagamento de um valor em dívida;
  • Alívio temporário e que pode dar a falsa sensação de problema resolvido o que, se mal gerido, poderá levar à contração de novos empréstimos.
5

O que é exigido em troca? Quais as garantias?

Por norma, a habitação é dada como garantia, sendo hipotecada em caso de incumprimento. Ou seja, se as coisas não correrem bem, o banco ou a entidade bancária poderão ficar com o imóvel.

6

Dá para fazer um crédito consolidado sem hipoteca?

Sim, é possível, mas mais difícil de obter, uma vez que as entidades financeiras querem garantias palpáveis. Por norma, num crédito consolidado sem hipoteca, as taxas de juro são mais elevadas do que as de um crédito hipotecário e, além disso, o prazo máximo de pagamento é de sete anos.

7

Como funciona o processo?

A entidade que lhe concede o crédito consolidado compra as suas dívidas às várias entidades onde contraiu crédito. Assim, ficará a pagar uma só mensalidade a um único credor. O processo inclui a análise das dívidas em causa, recolha de documentação, contacto com os vários credores, aprovação do crédito e assinatura de um contrato.

8

O banco exige um fiador?

Os bancos querem garantias para o bom cumprimento dos contratos de crédito. No entanto, essa exigência de garantia não passa necessariamente pela apresentação de um fiador.

9

Quem me pode dar um crédito consolidado?

Pode fazer o pedido junto do seu Banco, onde tem as suas contas e dívidas, ou num outro que lhe apresente mais vantagens e juros mais baixos. Há também outras instituições financeiras que atribuem crédito consolidado: certifique-se apenas que estão registadas no Banco de Portugal.

10

Posso pedir dinheiro extra?

Ao pedir um crédito consolidado é possível pedir liquidez adicional para aquilo que necessite. Esse dinheiro extra vai, com certeza, ajudá-lo a curto prazo mas, obviamente, aumenta a dívida. Tenha, por isso, atenção a esta questão.

Veja também