Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Marta Maia
Marta Maia
08 Nov, 2019 - 17:04

Datas de pagamento da Segurança Social em novembro

Marta Maia

Conheça as datas de pagamento da Segurança Social em novembro e planeie as finanças deste mês.

datas de pagamento da segurança social em novembro

Com o início de um novo mês chega a questão habitual: quando cai na conta o rendimento mensal? Para os beneficiários de apoios sociais, os rendimentos têm dia certo para serem transferidos ou enviados, por isso recolhemos as datas de pagamento da Segurança Social em novembro e ajudamo-lo a planear melhor as despesas deste mês.

Com o Natal a aproximar-se, importa lembrar que os subsídios de Natal ainda não chegam este mês ao bolso dos beneficiários, e que terá de esperar por dezembro para receber o valor adicional.

Datas de pagamento da Segurança Social em novembro

30 de outubro

As datas de pagamento da Segurança Social em novembro desta vez começam ainda no mês anterior, quase como se o dia das bruxas tivesse uma boa surpresa a dar a alguns beneficiários. O último dia do décimo mês do ano foi definido para o processamento dos subsídios e pensões por doença profissional.

8 de novembro

Desta vez cedemos a prioridade aos mais velhos: as pensões recebem ordem de transferência bancária no oitavo dia do mês, ainda que os vales de correio comecem a ser emitidos por ordem alfabética logo no dia 4, que é o primeiro dia útil de novembro.

Ainda assim, a regra habitual aplica-se: se o seu nome começar por uma das últimas letras do alfabeto e receber a pensão por vale de correio, é provável que receba o que é seu quando os outros pensionistas receberem as transferências bancárias.

A acompanhar as pensões chegam também os complementos solidários para idosos, que são transferidos ao mesmo tempo que as pensões, no dia 8. Mais uma vez, os beneficiários que recebem o apoio por vale de correio recebem tudo ao mesmo tempo: pensão e complemento.

Ainda no dia 8 são também transferidas as prestações sociais para a inclusão dos cidadãos mais carenciados financeira e socialmente.

15 de novembro

A segunda na lista das datas de pagamento da Segurança Social em novembro é dedicada às prestações familiares – as que chegam por transferência bancária e as que chegam por vale de correio, que ainda podem demorar uns dias.

Também os subsídios de desemprego, doença e parentalidade recebem a primeira prestação nesta data (nos casos de transferência bancária) ou nos dias imediatamente a seguir (nos casos de vale de correio).

22 de novembro

Quase no fim do mês é a vez dos beneficiários do rendimento social de inserção verem dinheiro a cair-lhes na conta ou na caixa do correio, dependendo se recebem os apoios por transferência bancária ou por vale.

Na mesma data são também remunerados os beneficiários da ação social, que recebem imediatamente por transferência bancária ou nos dias posteriores, se ainda receberem os apoios por vale de correio.

28 de novembro

Já no fim da lista de datas de pagamento da Segurança Social em novembro o Estado processa a segunda prestação dos subsídios de desemprego, doença e parentalidade, que, como habitual, recebem os rendimentos divididos em duas tranches.

Mais uma vez, o processo é mais demorado para os que recebem por vale de correio, já que o processo não depende só da Segurança Social e está sujeito ao desempenho dos correios.

Atrasos nos vales de correio

A Segurança Social não emitiu nenhum alerta, mas é natural que os beneficiários que recebem os apoios por vale de correio sintam alguns atrasos neste e no próximo mês.

A culpa não é da Segurança Social, que geralmente é pontual a processar estes pagamentos, mas dos serviços postais, que por esta altura começam a acusar alguma sobrecarga.

Com o Natal a espreitar, é natural um aumento de fluxo de encomendas – sobretudo num momento em que as compras online ganham popularidade em Portugal – e os correios podem ter alguma dificuldade em dar vazão a todas as cartas.

Assim, se costuma receber os apoios sociais por vale de correio, não fique alarmado se, este mês, notar um atraso. Em alternativa, pode sempre aderir ao pagamento dos apoios sociais por transferência bancária, que é um processo simples e gratuito que o livra dos constrangimentos habituais dos serviços postais.

Veja também