Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Marta Maia
Marta Maia
06 Abr, 2020 - 16:39

Datas de pagamentos da Segurança Social em abril

Marta Maia

CTT antecipam emissão de vales de pensões e apoio aos recibos verdes será pago ainda este mês. Conheça as datas de pagamentos da Segurança Social em abril.

pagamentos segurança social abril

O aparecimento do novo coronavírus virou o país do avesso e os apoios sociais são, mais do que nunca, da maior importância para a sociedade. Com muitos trabalhadores a perderem o emprego e outros tantos a verem os rendimentos suspensos ou a diminuir significativamente, a Segurança Social teve de avançar com medidas tranquilizadoras e apoios inéditos.

Para os habituais e para os que acabaram de chegar, foram anunciadas as datas de pagamentos da Segurança Social em abril.

DATAS DE PAGAMENTOS DA SEGURANÇA SOCIAL EM ABRIL

pagar contas

Pensões e subsídios por doença profissional

A prioridade nos pagamentos da Segurança Social em abril vai para as pensões e subsídios por doença profissional. Estes beneficiários recebem as transferências bancárias a 2 de abril. Os vales de correio são enviados também a partir dessa data.

Pensões e complemento solidário para idosos

Saber ao certo em que dia o dinheiro fica disponível é da maior importância para os mais velhos e vulneráveis, sobretudo numa situação como a que hoje vivemos.

Apesar das recomendações à população para ficar em casa, e de cuidados ainda mais acrescidos para os idosos que são, naturalmente, mais vulneráveis à doença, a verdade é que há muitos beneficiários que ainda se deslocam aos balcões dos CTT para levantarem as suas pensões.

Por esse motivo, os CTT vão antecipar o pagamento dos vales de correio em dois dias úteis e fasear a distribuição ao longo de oito dias. O objetivo é evitar que os idosos se concentrem nos balcões e, com isso, aumentem o risco de contágio de COVID-19.

A data oficial da Segurança Social para efetuar o pagamento das pensões e do complemento solidário para idosos é o dia 8 de abril, para quem recebe por transferência bancária. Já a emissão dos vales é efetuada por ordem alfabética a partir do dia 03 de abril.

Mas em termos práticos, os beneficiários que recebem por vale de correio podem contar com o documento entre o dia 1 e o dia 9, devido à antecipação do pagamento por parte dos CTT. Os Correios de Portugal vão também reforçar o serviço de pagamento de vales ao domicílio pelo carteiro.

Em comunicado, a operadora postal lembra ainda que: “Os vales são um meio de pagamento endossável, por isso, com a assinatura do pensionista no verso do vale e fazendo-se acompanhar do documento de identificação do pensionista e da sua própria identificação é possível que um terceiro (familiar, cuidador, amigo) possa efetuar o levantamento do vale”.

Além disso, a empresa assegura que vai ter um espaço físico aberto em horário alargado em todos os municípios, de modo a garantir o pagamento das pensões em todo o país.

Prestação social para a inclusão

Os pagamentos da Prestação Social para a Inclusão também são efetuados no dia 8 de abril por transferência bancária. Os vales de correio começam a ser emitidos no mesmo dia.

Prestações familiares

A economia abrandou, mas as famílias não podem perder o ritmo – sobretudo agora que as crianças estão em casa e é muito mais complicado cuidar dos dependentes e garantir que não lhes falta nada.

A Segurança Social vai ordenar a transferência bancária das prestações familiares ao dia 16 de abril. É já a meio do mês, por isso as famílias poderão ter de encontrar formas criativas de gerir os recursos até lá.

Subsídios de desemprego, doença e parentalidade

Os beneficiários que recebam subsídio de doença, desemprego ou de parentalidade recebem a primeira prestação dos apoios no dia 16 de abril. Parece um pouco tardio, mas há que recordar que a segunda prestação de março foi paga também no final do mês.

A segunda prestação deste apoio chega no dia 28 de abril. O pagamento é feito por transferência no próprio dia e por vale de correio nos dias seguintes.

quanto recebe de baixa se ficar de quarentena por suspeita de coronavirus
Veja também Coronavírus: quanto recebe se ficar doente ou de quarentena?

Ação social

Estes são os últimos apoios a serem processados e chegam aos beneficiários no dia 23 de abril. Mais uma vez, as transferências bancárias serão imediatas, mas os vales de correio podem demorar um pouco.

OS APOIOS AOS RECIBOS VERDES

Ainda não foi anunciada uma data, mas a Segurança Social garante que os apoios extraordinários aos trabalhadores independentes vão ser pagos já em abril.

Estes apoios, que chegam a um máximo de 438,81€, destinam-se a compensar os trabalhadores a recibos verdes que estejam a enfrentar quebras significativas nos rendimentos por causa da epidemia.

coronavirus-apoio-trabalhadores-independentes
Veja também Coronavírus: quais são os apoios aos trabalhadores independentes?

ATENÇÃO AOS VALES DE CORREIO

Se, por um lado, a epidemia abrandou a economia, por outro lado está a sobrecarregar os serviços postais. O crescimento das compras online tem resultado numa pressão mais forte sobre os correios, e isso pode refletir-se no pagamento dos restantes vales. Recorde-se que a antecipação da emissão e pagamento dos vales de correio é apenas para aqueles que são relativos a pensões.

A única forma de evitar atrasos no pagamento dos subsídios de que é beneficiário é aderir aos pagamentos por transferência bancária. Desta forma recebe os apoios de forma quase imediata e não precisa sequer de sair de casa, o que durante o estado de emergência é atitude mais sensata.

Veja também