Marta Maia
Marta Maia
15 Abr, 2019 - 05:17
Datas de pagamentos da Segurança Social em abril

Datas de pagamentos da Segurança Social em abril

Marta Maia

Já estão disponíveis as datas de pagamentos da Segurança Social em abril. Conheça-as e saiba quando pode contar com o dinheiro.

O artigo continua após o anúncio

Como já vem sendo habitual, foram publicadas recentemente as datas de pagamentos da Segurança Social em abril para que os beneficiários de pensões e outros apoios sociais saibam quando podem contar com o dinheiro na conta bancária.

Saber, de forma antecipada, as datas de pagamentos da Segurança Social em abril ajuda-o a organizar as contas do mês e a jogar com as datas em que cada despesa fixa tem de ser liquidada. Assim, vale a pena espreitar o que o Estado tem planeado para este mês.

Datas de pagamentos da Segurança Social em abril

datas de pagamentos da segurança social em abril

8 de abril

É logo nos primeiros dias do mês que o Estado vai avançar com o pagamento do Complemento Solidário para Idosos. Neste caso, a data é fixa para a formalização das transferências bancárias – e, como calha a um dia útil, os beneficiários podem contar ter o dinheiro disponível já no dia 9.

O dia, no entanto, não é tão linear para quem recebe este complemento por vale de correio: neste caso, as datas de pagamentos da Segurança Social em abril são meras referências para o momento em que os serviços do Estado começam a processar os vales, que depois podem demorar vários dias a chegar a casa dos destinatários, dependendo da celeridade e eficiência do serviço dos correios.

As mesmas regras servem ao pagamento da Prestação Social para a Inclusão, que também começa a ser paga nesta data. Neste caso, o Estado não envia vales de correio, mas envia cartas-cheque, que estão igualmente sujeitas ao desempenho dos serviços postais.

Outra parte da população que deve anotar as datas de pagamentos da Segurança Social em abril são os pensionistas: também eles vão receber a transferência bancária no dia 8 de abril.

No caso destes beneficiários, o envio de vales de correio está sujeito não só à rapidez com que os CTT entregam as missivas, mas também ao tamanho da amostra e até ao nome do beneficiário: o dia 8 de abril, neste caso, marca a data em que os serviços da Segurança Social começam a processar as pensões, mas, porque os beneficiários são muitos, não são todos processados no mesmo dia. Já que a ordem seguida é a alfabética, conte com o dinheiro do seu lado tão mais tarde quanto mais tardia no alfabeto for a letra do seu primeiro nome.

16 de abril

A hora de ordenar a transferência bancária das prestações familiares chega mais ou menos a meio do mês, tal como a ordem para começar o processamento dos vales de correio para os beneficiários deste apoio que assim o recebem. Mais uma vez, o processamento dos vales decorre neste dia, mas os serviços postais podem provocar um atraso um pouco maior e disponibilizar o dinheiro aos beneficiários mais tardiamente do que acontece com quem recebe por transferência bancária.

O artigo continua após o anúncio

A fazer companhia aos beneficiários das prestações familiares nas datas de pagamentos da Segurança Social em abril estão os beneficiários das prestações de desemprego, de doença e de parentalidade. Estas prestações, que são pagas em duas “levas”, começam a ser processadas neste dia, tanto para transferências bancárias como para as cartas-cheque. Esta é, assim, a primeira tranche das duas tranches mensais que estes beneficiários recebem.

23 de abril

Já com o mês mais avançado, chega a vez de os beneficiários do Rendimento Social de Inserção receberem o sustento mensal. Estas ordens de transferência são emitidas logo no dia 23, mas, já sabemos, a data é apenas uma referência para quem recebe o Rendimento Social de Inserção por vale de correio, já que tudo vai depender da rapidez do serviço dos CTT.

Além destes cidadãos, também os beneficiários de Ação Social podem apontar o dia 23 de abril como dia de recebimento. Este é mais um caso em que o Estado não paga por vales de correio, mas há beneficiários que ainda recebem o apoio por carta-cheque, que também está sujeita ao desempenho dos serviços postais e, por isso, pode atrasar um pouco e demorar uns dias a chegar a casa dos destinatários.

26 de abril

O fim do mês traz a segunda prestação de rendimentos aos beneficiários dos subsídios de desemprego, doença e parentalidade. Mais uma vez, a história repete-se tal como no pagamento da primeira prestação: neste dia são ordenadas as transferências bancárias e são processadas as cartas-cheque, mas alguns beneficiários podem sentir atrasos no pagamento por causa do serviço dos correios – que podem estragar as datas de pagamentos da Segurança Social em abril com atrasos e dificuldades.

2 de maio

Os beneficiários de pensões e subsídios por doença profissional são os que recebem as piores notícias: tẽm de esperar pelo mês de maio para verem o dinheiro entrar na conta.

De acordo com a informação publicada pela própria Segurança Social, é no segundo dia do próximo mês que as transferências bancárias são ordenadas e que começa o processamento dos vales de correio (não está disponível o pagamento por carta-cheque). Se contarmos com os possíveis atrasos dos correios para a entrega dos vales, ainda pode acontecer que alguns beneficiários estejam já bem dentro do mês de maio quando receberem o apoio a que têm direito.

Veja também:

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp