Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Marta Maia
Marta Maia
05 Dez, 2019 - 11:23

Datas de pagamento da segurança social em dezembro

Marta Maia

Conheça as datas de pagamentos da Segurança Social em dezembro e saiba quando pode contar com a entrada do dinheiro na sua conta.

Datas de pagamentos da segurança social em dezembro

As datas de pagamento da Segurança Social em dezembro foram agora anunciadas e temos boas notícias para partilhar: todos os beneficiários vão receber antes do Natal.

A novidade agrada sobretudo porque a época festiva convida ao consumo. Desta vez, os beneficiários de subsídios sociais vão poder festejar sem preocupações.

Diferentes formas de pagamento da segurança social

datas de pagamentos da segurança social em dezembro

Convém saber, antes de sair a correr para a máquina de multibanco ou para o posto de correios mais próximo, que as diferentes formas de pagamento dos apoios sociais têm diferentes datas de pagamento.

Assim, as datas de pagamentos da Segurança Social em dezembro vão depender da forma como recebe os apoios que lhe foram atribuídos: por transferência bancária ou por vale de correio.

Regra geral, as transferências bancárias são feitas ao mesmo tempo que são emitidos os vales, embora no caso das pensões e do complemento Complemento Solidário para Idosos, que é pago em conjunto, a emissão comece a ser efetuada por ordem alfabética logo a partir do 1.º dia útil de cada mês.

É preciso, no entanto, considerar que, por serem enviados pelo correio — e no caso das pensões por dependeram da letra com que começa o seu nome — os vales dificilmente chegarão a sua casa na mesma data em que são emitidos.

Por isso, conte que haja sempre uma margem de alguns dias até recebê-los na sua caixa de correio.

Depois disso, será ainda necessário ir levantar o respetivo valor a um posto de correios, que por esta quadra natalícia costuma estar sempre mais congestionado.

Para evitar este tipo de transtorno e garantir que, todos os meses, recebe os apoios de que beneficia mais cedo pode sempre optar por aderir ao pagamento das prestações da segurança social por transferência bancária. Não tem qualquer custo e é bastante simples de fazer.

Quais as datas de pagamento da segurança social este mês?

2 de dezembro

Segundo dia do mês, primeiro dia de bolso mais composto para os beneficiários dos subsídios e pensões por doença profissional.

Transferências e vales de correio partem para o destino ao mesmo tempo, embora, como já vem sendo habitual, os segundos possam demorar um pouco mais a chegar porque dependem da eficiência dos serviços postais.

9 de dezembro

Passam sete dias até que a Segurança Social retome o processamento de apoios sociais. Nesta data é a vez dos beneficiários de pensões e do complemento solidário para idosos serem contemplados, até porque estes dois apoios são intimamente associados.

Mais uma vez, transferências bancárias e vales de correio andam de mão dada nestas datas de pagamento da Segurança Social em dezembro, embora os segundos possam fazer um percurso mais demorado.

Ainda no dia 9 a Segurança Social efetua os pagamentos aos beneficiários da prestação social para a inclusão, que passam, também eles, a poder preparar o Natal. Transferências bancárias e vales de correio seguem em simultâneo.

16 de dezembro

No último mês do ano a Segurança Social aborda as famílias ao mesmo tempo: enquanto as prestações familiares são processadas, os beneficiários dos subsídios de doença, desemprego e parentalidade recebem também a primeira prestação do apoio.

Em famílias onde há mais do que um beneficiário deste tipo de apoios, a coincidência da data faz com que todos recebam ao mesmo tempo, em jeito de presente de Natal antecipado.

20 de dezembro

Já a pensar nas rabanadas e no bolo-rei, os beneficiários do Rendimento Social de Inserção recebem o apoio da Segurança Social.

Os apoios de Ação Social também são processados na mesma data e, ainda que só tenham passado quatro dias desde o pagamento da primeira prestação, os beneficiários dos subsídios de desemprego, doença e parentalidade também recebem a dia 20 a segunda parte do apoio que lhes cabe.

Ficam, assim, concluídas antecipadamente as contas da Segurança Social para dezembro.

Possíveis atrasos nos pagamentos da Segurança Social

Apesar de a Segurança Social ter um historial de cumprimento das datas de processamento dos pagamentos aos beneficiários, atrasos podem acontecer, mesmo devido a fatores externos que a instituição não controla.

Transferências bancárias feitas à sexta feira à tarde ou durante o fim de semana, por exemplo, sofrem um atraso na disponibilização do dinheiro, que só é depositado na conta dos beneficiários durante o primeiro dia útil seguinte.

Pagamentos por vale de correio, por outro lado, não sofrem atrasos com os fins de semana mas estão sujeitos ao cumprimento dos serviços postais. Além dos normais atrasos a que os CTT estão sujeitos no dia a dia, somam-se os atrasos provocados pela época festiva, que gera maior fluxo de correspondência e sobrecarrega o sistema.

De notar que, uma vez que nenhum dos atrasos referidos acima é da responsabilidade dos CTT, não pode responsabilizar a empresa de serviços postais pela demora na entrega dos documentos da Segurança Social.

Se é beneficiário do subsídio de desemprego, doença ou parentalidade, tenha em conta que, este mês, receberá a segunda prestação do apoio apenas quatro dias depois de ter recebido a primeira prestação.

Assim, num mês mais sujeito a gastos como é dezembro, convém gerir essas quantias ainda com mais cautela.

Até porque, da mesma forma que o intervalo entre as prestações foi reduzido, o intervalo entre a segunda prestação de dezembro e a primeira de janeiro também pode ter ficado mais largo, pelo que vai ter de garantir que o seu orçamento aguenta até lá.

Veja também