Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luís Vicente
Luís Vicente
21 Nov, 2019 - 18:06

5 estâncias de ski que merecem uma escapadinha este inverno

Luís Vicente

Com tempo para umas mini-férias de inverno e vontade de aventura? Uma destas cinco estâncias de ski pode ter aquilo de que precisa!

Mãe e filho em estância de ski

Com o inverno a chegar e a neve a solidificar, nada melhor do que tirar proveito desta estação com uma rápida mas aventureira viagem até uma destas cinco estâncias de ski.

Porque nesta altura do ano o tempo é escasso e orçamento limitado, procuramos privilegiar a proximidade das estâncias – três na Península Ibérica – para que possa delinear com alguma antecedência os planos para este inverno.

Ainda assim, não esquecemos os clássicos do ski, passando também por sugestões em França e Suíça.

5 Estâncias de ski a visitar neste inverno

Homem a esquiar em estância de ski

Serra de Béjar (Salamanca, Espanha)

Béjar situa-se nas imediações de Salamanca e está a sensivelmente quatro horas tanto do Porto como de Lisboa.

Esta é uma das estâncias de ski mais interessantes para os portugueses dada a sua proximidade (excluindo, naturalmente, as que estão em território nacional) e equidistância partindo ora da cidade Invicta, ora da capital.

É também uma estância ideal para a aprendizagem, sendo muito visitada por famílias. De resto, as pistas da Serra de Béjar são óptimas para quem é iniciado ou intermédio na modalidade.

Logisticamente, há bastante apoio ao turista, tanto a nível de alojamento como de opções para tomar refeições.

No total, são 190 hectares de área esquiável, sendo que a altitude máxima é de 2369 metros e a mínima de 1995.

Serra Nevada (Granada, Espanha)

Já não é novidade para ninguém que Serra Nevada é um dos destinos invernosos de eleição dos portugueses. Ainda assim, ano após ano, esta é uma das estâncias de ski que permanece sempre nas sugestões da modalidade.

Além de alguma vantagem da proximidade (a 7 horas de Lisboa e a 5 de Faro), a constante modernização da estância e a produção de neve, com níveis excelentes entre final de Novembro e início de Maio, fazem desta uma opção a considerar; sobretudo, para quem vive no sul do país.

Esta é a estância que regista altitudes mais elevadas na Península Ibérica, atingindo os 3300 metros. Muito sol, lojas e restaurantes fazem deste um local de eleição para uma pausa de inverno.

Grandvalira (Andorra)

Já no limite mais afastado da Península Ibérica em relação a Portugal encontram-se as estâncias de ski dos Pirenéus.

Grandvalira, em Andorra, apresenta 210 quilómetros de pistas para toda a família: desde as mais acessíveis, com zonas exclusivas para crianças, até às que exigem grande capacidade domínio do desporto.

A aposta no entretenimento mas também no ensino dos mais novos é, de resto, um grande cartão de visita de Grandvalira. No site oficial podem consultar-se os três programas disponíveis, divididos em faixas etárias, desde 1 ano de idade até aos 11.

Tratando-se de uma estância com grande área, os alojamentos que servem a mesma são unidades que servem outros turistas. Desta forma, ficará sempre próximo de Grandvalira se se alojar em Encamp, Canillo, Pas de la Casa e El Tarter.

A viagem para Andorra, de carro, demora mais de 10 horas tanto a partir do Porto como de Lisboa. De avião, o destino mais próximo é Barcelona e depois terá de alugar um carro ou seguir de autocarro ou comboio.

Pista de estância de ski

Chamonix – Monte Branco (França)

Mais afastada de Portugal mas que vale a pena a visita está a pitoresca vila de Chamonix, uma das mais famosas estâncias de ski em França.

Com paisagens idílicas sobre os alpes, é aqui que pode ver a famosa montanha Monte Branco, que dá nome e logótipo à prestigiada marca Mont Blanc.

As duas das quatro zonas esquiáveis a que se tem acesso diretamente a partir de Chamonix chama-se Brevent e Flegere e perfazem 80 quilómetros de pista. Com uma prestigiada reputação juntos dos praticantes, é aqui que muitos exímios na modalidade aperfeiçoam as suas competências.

Além de ser local de eleição pelas qualidades próprias adjacentes ao desporto, Chamonix oferece muita animação e bem-estar fora de pista, como também vistas deslumbrantes que podem ser apreciadas, sobretudo, no teleférico que faz o percurso de tirar o folgo até Aiguille du Midi.

Chegar a Chamonix será mais fácil através de um voo para Genebra (Suíça). De seguida, há autocarros directos a partir do centro da cidade para a estação sul da vila.

10 destinos de férias na neve: garantia de momentos divertidos
Não perca 10 destinos de férias na neve: garantia de momentos divertidos

Wengen (Suíça)

Para quem quer viver a experiência clássica de ski (e porque estância quase que rima com Suiça), não poderíamos deixar ficar de fora uma sugestão helvética.

A uma hora de Berna (a cidade de destino do voo), esta estância caracteriza-se pelas espectaculares paisagens sobre os Alpes; mas para atingir tal recompensa para a vista só chegando de comboio de montanha.

Contudo, vai valer a pena o intricado caminho, dada a peculiar e genuína aldeia transalpina.

Naturalmente, a qualidade da neve é excelente, permitindo que seja adequada para todos os níveis de dificuldade.

Veja também