Cátia Tocha
Cátia Tocha
06 Ago, 2018 - 13:14
Investimentos financeiros: 20 conselhos para iniciantes

Investimentos financeiros: 20 conselhos para iniciantes

Cátia Tocha

Está a pensar em apostar as suas economias em investimentos financeiros, mas não sabe qual a melhor forma de fazê-lo? Saiba aqui os segredos para o sucesso.

O artigo continua após o anúncio

Quer apostar em investimentos financeiros, mas não sabe por onde começar e o que rende mais dinheiro? Partilhamos consigo os melhores conselhos para investidores iniciantes antes de se lançar em ações, fundos de investimento e outras aplicações financeiras.

20 conselhos de investimentos financeiros para iniciantes

Se quiser ver as suas poupanças a crescerem rapidamente, é necessário que conheça determinadas estratégias para que possa investir da melhor maneira possível e sem grandes riscos de perda de dinheiro.

1. Faça um estudo de mercado

investimentos financeiros

Antes de começar a realizar investimentos financeiros, é necessário que tenha conhecimentos suficientes acerca do funcionamento dos mercados financeiros e dos diversos produtos de investimento existentes em Portugal. Por isso, aproveite o seu tempo livre para estudar sobre este mercado.

Se tiver possibilidades financeiras, instrua-se mais ao realizar cursos, pós-graduações ou especializações na área do investimento. Apesar de serem mais caros, os melhores cursos são os presenciais. Invista em si para poder ter mais hipóteses de sucesso.

2. Analise a sua situação financeira

Antes de fazer qualquer investimento, seja com muito ou pouco capital, analise bem a sua situação financeira e todas as opções disponíveis para obter mais dinheiro.

Investir não significa apenas gastar muito capital e ter um retorno de milhares ou milhões de euros, uma vez que muita gente investe pouco. Mesmo recebendo menos dinheiro do que quem arrisca mais, verá que vai conseguindo obter mais dinheiro a pouco e pouco.

3. Livre-se das dívidas

investimentos financeiros

Se tiver dívidas, deve primeiro negociá-las antes de dar início a investimentos financeiros, pois se não liquidá-las será muito difícil acumular um património sólido. Existem credores que fazem descontos ou parcelamentos.

Caso contrário, mesmo que os seus investimentos tenham uma alta taxa de rentabilidade, o prejuízo dos juros cobrados por bancos e outras entidades financeiras devido a essas dívidas poderão ser maiores do que o lucro obtido.

O artigo continua após o anúncio

4. Pergunte-se que tipo de investidor é

Qual o seu perfil de investidor? Deve conhecer a resposta a esta pergunta antes de investir o seu capital. Para tal, terá de se fazer outras questões, como:

  • É uma pessoa que gosta de correr riscos?
  • Está preparado para perder algum dinheiro ao longo desta jornada?
  • Conseguirá investir um capital significativo em algo que tenha potencial para lhe gerar mais dinheiro do que aquele que investiu?
  • Já adquiriu conhecimentos suficientes sobre o mercado para efetuar investimentos financeiros?

Se responder afirmativamente a todas ou à maioria das questões, será considerado um investidor com um perfil de risco agressivo. Caso tenha sido mais cauteloso nas suas respostas e tencione investir apenas pequenas quantias de dinheiro, é provável que seja um investidor com um perfil conservador.

Existe ainda o meio termo, correspondente a investidores que têm um perfil mais equilibrado, que não querem correr grandes riscos mas também não investem pouco dinheiro.

5. Determine os seus objetivos

investimentos financeiros

Se quer investir dinheiro para alcançar determinado objetivo, ou objetivos, como conquistar a sua independência financeira, pagar uma viagem ou a escola do seu filho, montar um negócio ou usar o capital em qualquer outro tipo de despesa, é importante que tenha então estas metas bem definidas para sentir uma motivação ao realizar investimentos financeiros.

Escolha quatro objetivos, por exemplo, e separe-os em curto, médio e longo prazos. Desta forma, o período de conclusão de cada um deles irá ajudar-lhe a manter o foco nos investimentos.

6. Peça conselhos financeiros

investimentos financeiros

Antes de arriscar totalmente por si próprio no início, peça primeiro alguns conselhos sobre investimentos financeiros a alguém mais experiente no mercado, podendo ser um amigo ou familiar, ou até mesmo um gestor de conta.

Faça perguntas sobre os vários tipos de produtos financeiros, leia jornais e livros sobre economia, e até mesmo relatórios anuais das empresas, para entender como funciona o negócio. Só assim terá uma maior noção do risco que estará a correr.

7. Determine quanto quer investir

O melhor é determinar sempre quanto pode e quer investir. Não se esqueça de ter cuidado com imprevistos pessoais, para que não venha a precisar do dinheiro que decidiu apostar. Se perder parte desse capital, poderá ver-se numa situação complicada. Tenha em conta fatores como a sua saúde, possíveis dívidas e o seu ordenado, para perceber como se organizar e tomar a melhor decisão possível.

O artigo continua após o anúncio

O investimento em ações, por exemplo, tem de ser entendido numa perspetiva de longo prazo, o que significa que, se quiser investir neste tipo de ativos, terá de ter a certeza que não irá precisar do dinheiro investido nos próximos cinco anos, no mínimo.

8. Perceba onde deve abrir uma conta de investimento

Uma vez que a maioria dos bancos disponibiliza aos seus clientes várias soluções de investimento, permitindo-lhes abrir uma conta de investimento sem muitas dificuldades, é necessário que a pessoa interessada em abrir essa conta faça uma pesquisa aprofundada na Internet para comparar ofertas e preços antes de dar esse passo.

Quase todas as contas possuem custos para os seus titulares, quer seja por transação, custódia, subscrição ou outros, independentemente do tipo de investimento que estiver a pensar fazer.

Sabia que já é possível abrir este tipo de conta via online? A Internet permite-lhe efetuar variadas transações, quer seja para transacionar produtos financeiros complexos ou não. O BancoBest e o BancoBig, por exemplo, permitirem investir com custos muito baixos.

9. Comece por investir com pequenas quantias

investimentos financeiros

No início, o melhor é fazer investimentos financeiros com pouco capital e no setor financeiro, como na bolsa, por exemplo. É normal que no começo possa perder algum dinheiro ao investir na bolsa, uma vez que não tem preparação nem formação nesta área, mas verá que depois irá lucrar e tornar-se melhor à medida que for ganhando mais experiência.

10. Tenha paciência e disciplina

Quem entra no mundo dos investimentos financeiros necessita de ter duas qualidades que serão essenciais para o seu sucesso, sendo elas a paciência e a disciplina.

Investir requer muita paciência, principalmente quando se aposta no mercado variável, como o mercado de ações, onde as oscilações são diárias. Caso contrário, o investidor poderá ter atitudes precipitadas que resultarão em perdas de dinheiro.

É fundamental analisar de forma criteriosa o mercado onde se aposta. E não vale a pena sentir-se entusiasmado no início do processo e depois perder esse entusiasmo e desistir das análises, sendo aí que entra a disciplina.

O artigo continua após o anúncio

11. Crie o seu negócio

investimentos financeiros

Iniciar um negócio empresarial ou pequenos negócios durante os seus tempos livres são excelentes formas de gerar rendimentos. Os negócios empresariais são considerados os melhores investimentos que se podem realizar, uma vez que não só obtêm apenas rendimentos empresariais, como também permitem por vezes que um criador do negócio deixe de depender de terceiros para obter rendimentos profissionais. A chave do sucesso é conseguir clientes.

12. Crie uma startup

startup

O sonho de qualquer startup é criar uma tecnologia ou modelo de negócio disruptivo, de forma a obter lucros de milhares de euros. Porque não fazer investimentos financeiros criando uma empresa deste tipo? No entanto, faça-o apenas se tiver uma boa ideia, pois apesar do aumento do número de startups, são muito poucas as que conseguem vingar no mercado.

13. Arrisque noutras áreas

Quando tiver obtido mais conhecimentos e experiência sobre investimentos financeiros, aconselhamos a que diversifique o investimento, apostando em mercadorias como o café, açúcar e algodão, por exemplo.

Poderá ter mais sucesso lucrativo se o fizer, pois estará a investir em vários setores de atividade, e poderá também fazê-lo em várias classes de ativos (ações, liquidez, obrigações, entre outros).

A diversificação é importante para que, caso um dos investimentos financeiros corra mal, tenha outro que poderá ter gerado lucro. Esta estratégia fará com que não fique mais a perder do que a ganhar, pois é muito improvável que, tendo o seu capital investido em vários ativos financeiros, registe perdas em todos ao mesmo tempo.

14. Invista no imobiliário

investimentos financeiros

O setor imobiliário tem gerado cada vez mais lucro em Portugal, o que significa que se fizer um investimento nesta área poderá obter bons rendimentos. Tenha em atenção a localização do imobiliário, pois é uma estratégia muito importante neste negócio.

As pessoas irão preferir pagar a renda de uma habitação situada no centro da cidade ou noutro local que tenha acesso fácil a meios de transportes, do que pagar a renda de uma habitação localizada numa zona pouco desenvolvida.

Se apostar numa casa situada perto de uma zona universitária, por exemplo, aumentará a probabilidade de conseguir ter sempre inquilinos interessados, pois muitos estudantes podem querer habitá-la para estarem próximos da universidade que frequentam.

Pesquise as várias ofertas de crédito à habitação, inclusive para arrendamento ou para investimento imobiliário. Existe ainda a possibilidade de escolher imóveis da banca, que são vendidos a um custo inferior ao do mercado.

15. Aposte em objetos colecionáveis

Existem vários objetos colecionáveis em que pode investir, caso tenha capital para o fazer, pois são geralmente de elevadas quantias. Obras de arte, moedas raras e de coleção, sets e brinquedos de lego, carros clássicos comuns e Vinho do Porto são alguns desses objetos que lhe poderão render mais tarde um bom dinheiro, ao serem leiloados e adquiridos por colecionadores.

16. Aposte também em moedas virtuais

investimentos financeiros em criptomoedas

O ano de 2018 já ficou marcado pela explosão nos preços das moedas virtuais, tendo o da Bitcoin multiplicado mais de 15 vezes. Esta é das criptomoedas mais conhecidas no mercado e constitui um sistema económico alternativo, tal como a Litecoin e a Ripple.

17. Invista na revolução tecnológica

A revolução tecnológica chegou às bolsas em 2017, tornando-se um novo modelo de negócio que permite às tecnológicas serem uma aposta bastante rentável nas bolsas mundiais. Os especialistas na matéria acreditam que este género de investimento, relacionado com robots, é importante em 2018.

Em Portugal, os fundos de investimento disponíveis que agrupam apenas empresas de áreas relacionadas com a automação e a inteligência artificial têm ganho cada vez mais popularidade.

18. Atenção à inflação

investimentos financeiros

Deve ter sempre cuidado com a inflação se preferir efetuar investimentos financeiros de longo prazo, pois esta poderá ser sua inimiga. O aumento de preços de bens e serviços fará com que o seu dinheiro vá perdendo o valor que tinha quando começou a investir.

Por isso, para evitar esta situação, deverá garantir que opta pelas aplicações financeiras que oferecem uma taxa de rendibilidade superior à inflação.

19. Acompanhe sempre os seus investimentos e o mercado

Não basta apenas investir o dinheiro em algo e deixar andar, pois é necessário que faça um acompanhamento do desempenho das suas aplicações, principalmente nos setores mais instáveis. Analise os resultados de seis em seis meses, no mínimo, e compare os retornos obtidos com as suas expetativas.

Deve ainda seguir com atenção o mercado para se manter a par da queda ou subida de juros, da descida ou aumento do valor do euro, entre outros fatores. Verifique diariamente as notícias que saem acerca do mercado financeiro e que estejam relacionadas com os seus investimentos.

Assim, poderá pensar numa forma de proteger o seu dinheiro a tempo, tomando as decisões mais adequadas. Só desta forma será um investidor de sucesso.

20. Siga o ciclo ganhar-poupar-investir

investimentos financeiros

Se houver problemas em algum destes três pilares, a possibilidade dos seus investimentos financeiros estarem em risco torna-se elevada, pois, se não tiver ganhos, dificilmente conseguirá poupar ou investir.

Para que tal não aconteça, aconselhamos a que saiba qual é o seu ciclo financeiro atual. Encontra-se na fase de acumular, rentabilizar ou proteger capital? A resposta irá depender de quanto património possui e de quantos anos tem, pois se é jovem e ainda não possui património, significa que precisa de acumular.

Se for adulto e tiver uma situação estável no mercado de trabalho e algum capital guardado, talvez seja a altura de apostar nos melhores rendimentos a médio e longo prazo. No caso de possuir um património já capaz de sustentá-lo apenas com a sua rentabilidade, deverá investir de maneira segura para manter a sua independência financeira.

Veja também: