ebook
GUIA DO REGRESSO ÀS AULAS
Prático e Descomplicado
Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
22 Set, 2021 - 09:05

Moradia ou apartamento: saiba qual a melhor opção

Catarina Milheiro

Escolher entre moradia ou apartamento pode ser uma decisão difícil. Conheça as vantagens e desvantagens destes tipos de imóveis.

moradia ou apartamento

Sempre sonhou com um espaço exterior para fazer barbecues e festas de família, mas a ideia da sua casa estar ao nível do chão assusta-o um pouco? Gosta mais da modernidade de um apartamento, mas detesta a ideia de tantos vizinhos? Moradia ou apartamento: qual a sua decisão final? Descubra tudo sobre o assunto.

Como em tudo, cada uma destas opções tem os seus pontos fortes e pontos fracos, as suas vantagens e desvantagens. O nosso conselho é que faça uma análise bem ponderada antes de tomar uma decisão.

Pese todos os prós e contras, faça contas à vida e pense um pouco a longo prazo. Só assim conseguirá tomar uma decisão da qual não se venha a arrepender. Até porque, se está a pensar comprar, convenhamos que não falamos de um par de calças. Não que seja um compromisso para a vida, mas é uma decisão bastante séria.

Moradia: poderá ser esta a melhor hipótese?

Este tipo de casa é o sonho de muitas pessoas. Aquela ideia de ter uma casa com jardim, alpendre, espaço cá fora para os miúdos brincarem, possibilidade de ter um (ou mais) animais de estimação, é imensamente apelativa.

No entanto, nem tudo são rosas. Fomos em busca das principais características deste tipo de habitação, para o ajudar a decidir.

moradia

Vantagens

Aliada à condição de viver numa moradia, há variadíssimas vantagens que deve considerar:

  1. Evita alguns potenciais problemas com vizinhos;
  2. Não fica obrigado a pagar condomínio e obras de casas de vizinhos;
  3. Possui mais espaço;
  4. Maior flexibilidade em termos de ruído (dado que não existem vizinhos por cima e por baixo);
  5. Por norma, tem também sempre um espaço exterior, pelo que ganha liberdade para ter animais e até uma mini horta;
  6. Se for o caso, uma moradia com garagem protege mais o seu automóvel;
  7. Vai fazendo as obras à medida que pode e quer.

Desvantagens

  1. Pode haver maior necessidade de apostar em segurança (e por isso, uma despesa acrescida) por ser de mais fácil acesso;
  2. As despesas de manutenção e de obras podem tornar-se pesadas por serem suportadas na totalidade por si;
  3. O Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) pode ser muito mais caro, sobretudo se se tratar de uma moradia com grandes áreas e bastante moderna;
  4. O preço de compra vai também ser mais elevado se não estiver disposto a comprar uma casa mais antiga e fazer obras (remodelações);
  5. Dado que as moradias são mais ‘térreas’, a iluminação natural acaba por ficar mais condicionada do que num apartamento alto que lucra muito com a luz solar;
  6. Também a limpeza é mais exigente nas moradias, dado que a quantidade de poeiras e sujidades que entra é bastante maior.

Tudo o que tem de saber sobre apartamentos

Por outro lado, os apartamentos também agregam vários pontos positivos. Mas também há os menos bons. Analise e pense bem no que quer para si.

apartamentos

Vantagens

  1. Os apartamentos geralmente são de mais fácil manutenção;
  2. Os preços são, geralmente, mais baixos do que as moradias, conseguindo comprar um apartamento mais moderno e mais barato;
  3. Tem sempre um vizinho ‘à mão’ para o ajudar em alguma emergência;
  4. A segurança é mais apertada, sobretudo se viver num andar mais alto;
  5. Em termos de limpeza, os apartamentos são mais fáceis de manter, não entrando tanto pó e sujidades;
  6. Fácil acesso a vários serviços – hoje são muitos os condomínios que oferecem ginásio, sala de festas ou até piscinas e a sua utilização já está incluída na mensalidade.

Desvantagens

  1. Fica obrigado a pagar condomínio e reparações de todo o prédio, não só da sua casa. Regra geral, em todos os prédios, o pagamento do condomínio é feito mensalmente ou trimestralmente;
  2. Está mais permeável a problemas e desentendimentos com vizinhança (e quanto maior o prédio, maiores as probabilidades);
  3. A privacidade fica também menos protegida dado que tem vizinhos por todo o lado;
  4. Tem de ter uma atenção extra ao ruído;
  5. Tem, à partida, menos área útil;
  6. Não tem a mesma facilidade para modificar o exterior do apartamento (caso o pretenda fazer, será necessária a aprovação do condomínio);
  7. É mais difícil encontrar um apartamento com área exterior.

QUAIS OS IMPOSTOS A PAGAR NA COMPRA DE UMA MORADIA OU APARTAMENTO?

Optar por comprar uma moradia ou apartamento implica fazer contas, particularmente aos encargos fiscais. Depois de saber quais as vantagens e desvantagens associadas à compra de um imóvel de cada tipo, é importante que fique também informado em relação a outras despesas.

No momento de comprar uma casa (seja ela uma moradia ou um apartamento), além do valor do imóvel em si mesmo e do dinheiro a ter em consideração para outro tipo de despesas, é necessário calcular o montante a pagar em impostos.

No caso de um imóvel para habitação, aquando da sua aquisição, há que ter em conta 2 impostos:

Como posso saber o valor do IMT?

No caso de um imóvel habitacional, o valor de IMT a pagar depende das seguintes características do mesmo:

  • Localização: continente ou regiões autónomas;
  • Finalidade: habitação própria permanente ou habitação secundária (casas de férias, por exemplo);
  • Base do imposto: valor de aquisição ou VPT, se superior;
  • Taxa a aplicar, a qual varia entre 1% e 7,5%.

Ou seja, de acordo com o Código do IMT, a taxa de IMT incide sobre o maior destes dois valores: o VPT ou o preço de compra e venda. Quando este valor é superior a 92.407€, é dividido em duas partes:

  • A 1ª parte é correspondente ao limite do maior dos escalões que nela couber, à qual se aplica a taxa média correspondente a esse escalão;
  • A 2ª parte é igual ao excedente, à qual se aplica a taxa marginal que diz respeito ao escalão imediatamente superior. Basta somar as duas parcelas e obtém o IMT a pagar.

E como funciona o Imposto do Selo?

O Imposto do Selo é calculado à taxa de 0,8% (taxa única), incidindo sobre a mesma base apurada para efeitos do IMT. À semelhança do IMT, este imposto é suportado por quem adquirir o imóvel, devendo ser liquidado e pago num momento anterior à celebração do contrato de compra e venda.

Se ainda tiver dúvidas relativamente às taxas na compra de uma casa ou moradia, pode consultar o Artigo 112º do Código do IMI aqui.

casa de madeira
Veja também Guia completo para vender a casa online

MORADIA OU APARTAMENTO: OUTROS FATORES A CONSIDERAR NO MOMENTO DA ESCOLHA

A verdade é que para conseguir escolher entre uma moradia ou apartamento, é necessário que analise muito bem todas as vantagens e desvantagens associadas a cada uma delas e depois, ponderar ainda a sua situação pessoal e objetivos de vida. Confira alguns fatores a ter em conta.

1

Preço da casa e orçamento disponível

Este item é muito importante na hora de escolher entre moradia ou apartamento. Estabeleça o orçamento máximo disponível, seja para alugar ou para comprar, e veja se consegue suportar a moradia que quer ou se será melhor encontrar um apartamento mais ao seu gosto.

2

Objetivos familiares

Os seus objetivos a médio longo prazo (pelo menos para já) quais são? Casar? Constituir família? Acolher mais do que um animal de estimação? Se ‘nasceu’ para contribuir para a taxa de natalidade, talvez seja mais indicado uma moradia; se é do tipo solteiro que não quer um compromisso para a vida, um apartamento mais moderno poderá ser a sua cara.

3

Arrendar ou comprar

Tenha em atenção o seu objetivo de negócio. Pretende comprar ou arrendar? Geralmente, as moradias compensam mais comprar e não há tanta oferta para alugar; já os apartamentos podem ser mais interessantes alugar, para além de que depois é mais fácil para ‘trocar’.

4

Está disposto a fazer obras

Na hora de decidir por uma moradia ou apartamento deve também equacionar a sua abertura a obras. Quem compra uma moradia, compra um passe vitalício para obras e arranjos. E é bom que esteja ciente dessa questão!

No caso dos apartamentos as manutenções também acontecem, mas como existe uma empresa de condomínio a tratar do assunto, torna-se um tema sobre o qual praticamente não tem de se preocupar, apenas pagar a sua parte.

Agora que já tem uma série de ingredientes para pesar, processar, ponderar e analisar, coloque tudo na balança, confira o que pende mais a seu favor e decida então se vai optar pela moradia ou apartamento com que sempre sonhou.

Veja também