Publicidade:

Espanha vai acabar com a Gasolina 95

Governo espanhol quer acabar com a gasolina 95. A medida tem como objetivo melhorar a eficácia ambiental dos veículos a gasolina.

Espanha vai acabar com a Gasolina 95
O ano de 2019 poderá ser o último em que a gasolina 95 estará à venda em Espanha.

A medida tem vindo a ser adiada desde 2013, mas o governo espanhol quer que 2019 seja o ano definitivo da mudança.

Esta decisão está tomada, mas tem vindo a ser prorrogada, e faz parte do programa de mudança no fornecimento de combustíveis em Espanha, com o Ministério para a Transição Ecológica a decretar a existência de gasolina sem chumbo de 95 octanas, pelo menos, até ao final de 2019.

Além da recente mudança na denominação dos combustíveis – medida adoptada por todos os países da união europeia -, vários países da europa estão a considerar também adotar o fim da comercialização de gasolina 95, passando a disponibilizar apenas gasolina sem chumbo de 98 octanas nos postos de abastecimento. No entanto, em alguns países, a entrada em vigor desta medida poderá ser mais morosa devido à elevada idade dos parques automóveis, como é o caso de Portugal, onde 1 a cada 6 automóveis tem mais de 20 anos de idade.

A explicação para a adoção desta medida está na menor eficiência da gasolina 95 face à de 98 octanas. A gasolina 95 conta com um máximo de 5% de etanol e 2,7% de oxigénio, ao passo que a gasolina de 98 octanas tem 10% de etanol e 3,7% de oxigénio. Assim sendo, a combustão deste último é mais eficiente, razão pela qual o Governo espanhol pretende que seja método único, embora represente um aumento de custo significativo para os clientes.

O desaparecimento da gasolina 95, denominada em Espanha como “gasolina de proteção”(por assegurar o correto funcionamento de veículos anteriores ao ano 2000), poderá vir a afetar, em Espanha, um total de 3,5 milhões de automóveis que não estão preparados para circular frequentemente com gasolina de 98 octanas.

Segundo dados do jornal espanhol “El Economista”, esta medida poderá levar à poupança de cerca de 500 milhões aos consumidores espanhóis, como resultado da maior eficiência (logo menor consumo) da gasolina 98.

 

Veja também: