Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Inês Pereira
Inês Pereira
09 Out, 2018 - 11:00

4 coisas que tem de saber antes de adotar um cão

Inês Pereira

Ter um amigo de 4 patas nem sempre é tarefa fácil, pelo que o melhor é ponderar. Nós dizemos-lhe o que tem de saber antes de adotar um cão.

4 coisas que tem de saber antes de adotar um cão

Poucas são as pessoas que não desejam ter um amigo de 4 patas desde a infância. Afinal, todas as famílias merecem a companhia e o amor de um cão – e, claro, todos os cães merecem o carinho de uma família. No entanto, é preciso pensar bem antes de tomar uma decisão, já que um animal de estimação muda por completo a sua vida e as suas rotinas. Ora, tome nota: isto é o que tem de saber antes de adotar um cão.

A verdade é que adicionar um companheiro de 4 patas à família é muito mais do que ter um bichinho amoroso a quem fazer festinhas. Se quer mesmo avançar tem de se preparar para todas as eventualidades.

O que tem de saber antes de adotar um cão: descubra tudo

A decisão de adotar um cão deve ser bastante ponderada, já que acarreta diversas mudanças – não é por acaso que o número de cães abandonados continua num nível alarmante. Neste sentido é importante que perceba, em primeiro lugar, que, para além da felicidade, um cão acarreta também despesas, dedicação, tempo, vacinas, idas ao veterinário, entre outros aspetos.

Bem sabemos que a ideia de ter um cachorrinho a correr pela casa é tentadora, mas deve garantir que está preparado para todas as eventualidades. Eis o que tem de saber antes de adotar um cão para que tudo corra na perfeição.

1. Responsabilidade

isto é o que tem de saber antes de adotar um cão

A realidade é que um animal de estimação é quase como um filho, o que significa que implica bastante responsabilidade. Espaço, atenção, afeto, brinquedos, disciplina e alimentação são apenas algumas das coisas que o novo membro da família requer – e trata-se de um ser que vai depender sempre de si.

2. Tempo e paciência

Se pensa que o seu novo amigo vai aprender tudo ao fim de um dia está muito enganado. Educar um animal implica tempo e paciência, já que só ao final de um período de tempo tudo entrará nos eixos. Desde as coisas mais básicas, como o local onde deve fazer as necessidades, até aos truques mais divertidos, o treino do animal vai exigir muito de si. O tempo que investir refletir-se-á nos comportamentos do animal.

Por outro lado, tem de ter disponibilidade para o lado mais divertido, claro: mimos e brincadeira não podem faltar. E não se esqueça dos passeios, que têm de ser diários e divididos por mais do que uma vez ao dia.

3. Espaço

O espaço é, sem dúvida, um fator importante a ter em conta, já que o animal tem de estar num ambiente adequado a si. Isto significa que colocar um cão de raça grande num apartamento, por exemplo, talvez não seja a melhor ideia. Por muito que passeiem, os cães também precisam de espaço dentro de casa.

4. Orçamento

o que tem de saber antes de adotar um cão inclui o orçamento

Não se preocupe que ter um cão não implica gastar todo o seu ordenado. Contudo, é claro que terá gastos mensais, como é o caso da alimentação do animal (que deve ser adequada), a higiene e a limpeza. Existem, depois, os gastos pontuais, como o dinheiro para brinquedos, acessórios e despesas médicas.

Veja também