Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
05 Set, 2019 - 11:14
Saiba como usar óleos essenciais na decoração de sua casa

Saiba como usar óleos essenciais na decoração de sua casa

Mónica Carvalho

Conhece aquela sensação de entrar num local e sentir um cheiro inebriante e encantador? O truque está em usar óleos essenciais na decoração. Saiba como.

O artigo continua após o anúncio

É algo em que nem sempre pensamos quando estamos a renovar alguma divisão da casa, mas que surtirá um grande efeito na forma como se irá sentir. Falamos de usar óleos essenciais na decoração, que permitirão tornar o espaço mais acolhedor e especial.

Aliás, quando visita um spa, o aroma que se sente no ar é provavelmente um dos fatores diferenciadores mais marcantes do local, para além da sensação relaxada que sente depois de uma descontraída massagem, claro. Então, por que não importar essa sensação para a sua própria casa?

Os cheiros certos podem despertar sentimentos e emoções importantes, quer seja para se sentir relaxado ou com mais energia, por exemplo. E optar por usar óleos essenciais na decoração é uma excelente forma de o conseguir.

O que são óleos essenciais?

Mas antes de avançar com as dicas que não pode mesmo perder para transformar a sua casa num verdadeiro paraíso cheiroso, saiba em que consistem os óleos essenciais.

Trata-se de compostos extraídos de plantas, que capturam o aroma e o sabor da planta, daí serem denominadas de “essência”.

Para obter o produto final, procede-se à destilação da planta ou recorre-se a métodos mecânicos, como prensagem a frio. Uma vez extraída a essência, os produtos químicos aromáticos são combinados com um óleo para criar o produto final.

Como funcionam os óleos essenciais?

Os óleos essenciais são mais usados na prática da aromaterapia, mas também podem ser usados para massajar a pele, havendo sempre a possibilidade de provocar alergia. Assim sendo, aconselha-se sempre aplicar um pouco numa parte do corpo e esperar uns minutos para perceber se haverá algum tipo de reação. Todavia, não devem nunca ser engolidos.

O aroma lançado pelos óleos essenciais pode estimular diversas áreas do sistema límbico e, consequentemente, afetar as emoções e comportamentos, daí o despertar de sentimentos quando entramos em contacto com determinados cheiros.

O artigo continua após o anúncio

Os óleos essenciais na decoração mais populares

óleos essenciais na decoração

Existem mais de 90 tipos de óleos essenciais, cada um com seu próprio cheiro exclusivo e potenciais benefícios à saúde. Todavia esta lista contém os mais conhecidos e usados. Já experimentou usar algum destes óleos essenciais na decoração de sua casa?

  • Hortelã-pimenta: usado para aumentar a energia e ajudar na digestão;
  • Lavanda: usado para aliviar o stress;
  • Sândalo: usado para acalmar os nervos e ajudar na concentração;
  • Bergamota: usado para reduzir o stress e melhorar determinados problemas de pele, como o eczema;
  • Rosa: usado para melhorar o humor e reduzir a ansiedade;
  • Camomila: usado para melhorar o humor e potenciar a sensação de relaxamento;
  • Ylang-Ylang: usado para tratar dores de cabeça, náuseas e problemas de pele;
  • Tea Tree: usado para combater infeções e aumentar a imunidade;
  • Jasmim: usado para ajudar e melhorar em casos de depressão, após o parto e para estimular a libido;
  • Limão: usado para ajudar na digestão, humor e dores de cabeça.

Benefícios para a saúde ao usar óleos essenciais

Apesar do seu amplo uso, pouco se sabe sobre a eficácia concreta dos óleos essenciais no tratamento de condições de saúde. Mas, o conhecimento geral leva-nos a apurar vários benefícios.

Stress, ansiedade e depressão

Recorrer à aromaterapia ajuda a melhorar em casos de stress, ansiedade e depressão, dado que os cheios funcionam como calmantes, despertam sensações tranquilas e potenciam o estado de relaxamento.

Dores de cabeça e enxaqueca

De acordo com o Healthline, nos anos 90, foram realizados 2 pequenos estudos que descobriram que aplicar uma mistura de óleo de hortelã-pimenta e etanol na testa e nas fontes dos participantes alivia a dor de cabeça. Estudos recentes também encontraram efeitos positivos contra dores de cabeça ao aplicar óleo de hortelã-pimenta e lavanda na pele.

Sono e insónia

O aroma do óleo de lavanda afeta positivamente a qualidade do sono das mulheres após o parto, bem como dos pacientes com doenças cardíacas.

E mesmo que não se enquadre em nenhuma destas situações, experimente acender um difusor de óleos essenciais no seu quarto, uns minutos antes de dormir e sentirá os efeitos positivos. Para além dos benefícios para a saúde, estes são acessórios que podem encaixar perfeitamente na sua decoração.

Como escolher os óleos essenciais certos

Seguramente já viu muitas empresas anunciarem a venda de óleos “puros” ou “de grau médico”. No entanto, esses termos não são definidos universalmente, pelo que a designação nada tem de científico ou criterioso. Além disso, trata-se de uma indústria não regulamentada, a qualidade e a composição dos óleos essenciais podem variar bastante.

Assim, quando estiver a pensar em usar óleos essenciais na decoração ou até para aplicar no corpo, tenha em atenção 2 questões bastante importantes: a pureza e a qualidade do óleo.

O artigo continua após o anúncio

Pureza

Encontre um óleo que contenha apenas compostos vegetais aromáticos, sem aditivos ou óleos sintéticos. Uma boa forma de identificar é ler o rótulo: os óleos puros têm na sua composição o nome botânico da planta. Exemplo: deve privilegiar um produto que tenha Lavandula officinalis na composição, ao invés de “óleo essencial de lavanda”.

Qualidade

Quanto menos alterações um óleo sofrer no processo de extração, mais qualidade terá. Dessa forma, opte por um óleo essencial sem produtos químicos que tenha sido extraído por destilação ou prensagem mecânica a frio.

Quer saber onde comprar?

Veja também
Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp