Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
André Freitas
André Freitas
04 Nov, 2019 - 15:57

Salão Automóvel de Tóquio: novidades que prometem revolucionar o futuro

André Freitas

No salão de Tóquio, as novidades surpreendentes e futuristas foram apresentadas pelas marcas japonesas. Conheça as novidades que podem mudar o futuro.

toyota mirai

O Salão Automóvel de Tóquio, Tokyo Motor Show, é um dos maiores eventos da indústria automobilística. As marcas, principalmente as japonesas, aproveitam a grande exposição mediática deste evento para mostrar as suas mais recentes novidades.

O evento bianual abriu ao público no dia 24 de outubro de 2019, e neste salão, que decorre na capital japonesa, é possível encontrar as diversas novidades sobre carros, motas, peças, ferramentas e serviços automóveis.

Algumas marcas aproveitaram este certame para desvendar algumas tendências futuristas, dando grande destaque às exibições de realidade virtual e inteligência artificial.

Mercedes, BMW, Suzuki, Nissan, Mitshubishi, Honda, Renault, Lexus e Mazda foram algumas das marcas que estiveram presentes no Salão Automóvel de Tóquio.

Já no que diz respeito aos motociclos, as grandes fabricantes japonesas, Kawasaki, Yamaha e Honda marcaram também presença.

8 Novidades surpreendentes presentes no salão de Tóquio

1. Toyota e-Racer Concept

Toyota e-racer
Fonte: Tóquio Motor Show

A Toyota revelou e-Racer concept no Salão do Automóvel de Tóquio. É um carro de 2 lugares com um design distinto e que aparenta ser bastante divertido de conduzir, e de ser conduzido, uma vez que é autónomo.

O e-Racer foi projetado para enfatizar a crença da empresa, onde se prevê um futuro com carros autónomos, mas que agradam aos entusiastas da condução. 

O carro foi apresentado no palco pelo CEO da Toyota, Akio Toyoda, mas não foram revelados detalhes técnicos ou de desempenho. Como tal, acredita-se ser um conceito no sentido mais verdadeiro, apontando apenas para o fato de que os veículos elétricos podem ser divertidos.

Apesar do e-Racer parecer ser um protótipo estático, os visitantes são capazes de simular a condução, num famoso circuito de corrida com recurso à realidade virtual. 

O e-Racer junta-se à segunda geração do Mirai, à scooter elétrica i-Road, ao i-Walk e a um novo EV de dois lugares concebido para ambiente citadino.

2. Toyota Ev 

Toyota EV
Fonte: Tóquio Motor Show

Tal como referido inicialmente, uma das tendências deste evento, e também mundiais, é a utilização de veículos elétricos (EV).

A Toyota prepara-se para lançar (à partida em 2020) um veículo de dois lugares, ainda sem nome, é referido como veículo elétrico a bateria ultracompacto (EV). O carro elétrico foi projetado para viagens de curta distância com impacto reduzido no meio ambiente. 

Para atender aos novos regulamentos de micro carros no Japão, o carro foi pensado para ter um comprimento de 2,49 metros (mais pequeno do que um Smart ForTwo), 1,29 metros de largura e 1,55 metros de altura.

A autonomia anunciada é de 100 km e uma velocidade máxima de apenas 37 km / h. Como pode ver, o modelo é adequado a ambiente urbano. O tempo de carregamento é de 5 horas reivindicadas a partir de uma unidade de energia de 220 volts.

Segundo o chefe de desenvolvimento da Toyota, Akihiro Yanaka, a marca pretende criar uma solução de mobilidade que possa apoiar toda sociedade do Japão. Desde os mais novos aos mais idosos, o objetivo é oferecer liberdade de movimento às pessoas em todas as fases da vida.

3. Toyota Mirai 

Toyota Mirai
Fonte: Tóquio Motor Show

A Toyota apresenta a segunda geração do Mirai neste evento. Já viu fotografias? Sabia que este veículo utiliza hidrogénio para produzir energia elétrica?

O objetivo da Toyota é continuar o seu caminho em direcção a uma mobilidade mais sustentável e de zero emissões. A novo Mirai reflete a estratégia da marca japonesa, e espera aumentar a sua autonomia em 30%. Actualmente, o Mirai é capaz de percorrer cerca de 500 km. 

No exterior, o Mirai apresenta uma estrutura imponente e robusta, muito semelhante aos carros premium das fabricantes alemãs. No interior, observamos um carro “sóbrio” e “clean”, repleto de tecnologia.

Desde seu lançamento que este automóvel tem sido um embaixador das energias alternativas e da tecnologia ‘verde’.

4. Mazda MX-30

Mazda CX-30
Fonte: Tóquio Motor Show

Os carros elétricos estão-se a afirmar de dia para dia, e a conquistar o seu espaço no mercado automóvel. Como tal, a Mazda também decidiu entrar na competição.

Para entrar em cena, a Mazda desenvolveu o seu primeiro carro elétrico: o MX-30. A marca está a preparar o seu lançamento para os inícios de 2021. Mas o que trará este carro de diferente?

O crossover elétrico será equipado com uma bateria com 35.5kWh, que lhe irá conceder uma autonomia de, sensivelmente, 210 km. A marca optou por uma bateria mais pequena porque garante ser suficiente para percorrer a média de quilómetros dos utilizadores europeus (50 km) e porque produz menos emissões.

A plataforma a ser utilizada no MX-30 é derivada da plataforma de um outro modelo da marca, o CX-30. O design moderno mas simplista, está presente no interior e exterior do carro. 

A nossa primeira impressão deste veículo é bastante positiva. Aguardamos, atentamente, a sua chegada.

5. Lexus LF-30 

Lexus LF-30
Fonte: Tóquio Motor Show

Quase todos nós sabemos, mas para quem não sabe, a Lexus é a marca premium da Toyota. E uma coisa é certa, a Lexus não tem desiludido.

Ano após ano, veículo após veículo temos assistido a uma constante melhoria e inovação nos automóveis da Lexus. Tal como as outras fabricantes, a Lexus também continua a apostar na mobilidade “verde”.

Para continuar o seu percurso e continuar a marcar a diferença, a Lexus apresentou o seu próximo trunfo: o Lexus LF-30. Este carro tem todo o potencial para avançar para produção.

Tanto no exterior como no interior, o LF-30 conta com um design inovador, diferenciador, característico e futurístico. Este será um veículo que irá rivalizar com marcos como: Jaguar, Tesla, Range Rover e outros.

Relativamente à capacidade de deslocação, a bateria de 110kW/h irá proporcionar-lhe uma autonomia de, aproximadamente, 500 km.

6. Honda Jazz

novo honda jazz híbrido
Fonte: Tóquio Motor Show

O Honda Jazz já é um conhecido nosso. O automóvel vai para a quarta geração, e segunda a própria Honda, o novo Jazz irá elevar a fasquia em termos de conforto e prazer de condução.

Para além desta expectativa criada pela marca, há ainda outra novidade: vem ai uma versão híbrida. O mercado tem ditado as regras, e as fabricantes têm acompanhado a tendência de uma mobilidade mais ecológica e verde.

O Jazz irá funcionar com um sistema de motor duplo semelhante ao do CR-V. A marca disse que irá oferecer uma combinação excepcional de desempenho sem esforço e com consumos económicos.

Dados as dimensões do Jazz, este irá ser equipado com dois motores elétricos, tal como o CR-V, mas com um motor a gasolina de 1 litro ou 1,5 litros, ao invés de um motor de 2,0 Litros

A nível de design, interior e exterior, o carro também sofreu um revolução face ao modelo anterior. O carro tem mais curvas, o posicionamento e construção das ópticas também é diferentes e até os limpa pára-brisas foram escondidos na linha do capô.

Com o lançamento do Jazz a acontecer em 2020, o próximo modelo a ser “eletrificado” é o Civic. A Honda referiu ainda que um dos seus objetivos oferecer sistemas híbridos em todos os carros que comercializa na Europa até 2025. 

7. Mitsubishi Mi-Tech 

Mitsubishi Mi-tech
Fonte: Tóquio Motor Show

Ainda não viu imagens do novo SUV que a Mitsubishi está a preparar? Então surpreenda-se com o Mi-Tech Compact SUV, e da forma como ele funciona.

Segundo a marca, o Mi-Tech vem com um objetivo: revolucionar o mercado. A Mitsubishi vai trocar o tradicional motor a combustão, a gasolina, por um gerador mais leve e compacto, que é capaz de funcionar com álcool, querosene e diesel.

O automóvel vai funcionar com quatro motores elétricos que serão acionados pelo gerador. Os motores serão distribuídos, de igual forma, pelos dois eixos, no que a Mitsubishi chama de Sistema Quad Motor 4WD. 

Relativamente ao seu desempenho, a Mitsubishi não revelou qualquer informação. No entanto, o design vê-se a olho “nu”. O Mi-Tech adota um estilo de buggy com pneus robustos. 

No interior, aparentemente, observa-se um carro simples e sem grandes tecnologias. Porém, o pára-brisas será equipado com realidade aumentada, que exibe informações de infoentretenimento, e ainda, recursos de assistência ao condutor.

Parece-lhe um carro vindo do futuro, não?

8. Suzuki Waku 

Suzuki Waku
Fonte: Tóquio Motor Show

A Suzuki pretende mudar o paradigma, e para isso, apresentou duas propostas únicas e irreverentes. A primeira chama-se Waku e a segunda chama-se Hanare.

Estes dois Concepts foram projetados com um estilo retrô, como por exemplo, os faróis dianteiros e os espelhos laterais, mas que são virtuais.

O Waku, tal como muitos outros modelos das outras marcas, apresenta um conceito híbrido plug-in. Para além deste conceito híbrido, há um outro fator bastante interessante neste modelo: os elementos de design interiores, que podem ser alterados de acordo com a preferência pessoal do condutor.

Para além da mutação interior de que pode ser alvo, o protótipo Waku também se transforma no exterior. Está a pensar que podemos mudar a cor e outros parâmetros? É muito mais do que isso.

O carro projetado pela Suzuki pode sofrer alterações na carroçaria, e adaptar-se conforme às suas necessidades e preferências. No interior, contamos com linhas modernas, irreverentes e futuristas.

A Suzuki descreve-o como sendo um automóvel híbrido plug-in (PHEV) compacto pessoal do segmento A, destinado ao uso de uma família para compartilhar diversão e emoção. Relativamente à potência e desempenho, a Suzuki ainda não divulgou nenhum detalhe.

Veja também