Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
André Freitas
André Freitas
04 Fev, 2020 - 11:26

10 coisas que deve saber sobre o novo Peugeot 2008

André Freitas

O novo Peugeot 2008 é um SUV compacto que veio para conquistar o mercado. Estas são as suas 10 principais características que o vão ajudar a conhecê-lo.

Peugeot 2008

O novo Peugeot 2008 é, certamente, um dos modelos mais aguardados de 2020. É um modelo com uma história bem recente, sendo fabricado pelo grupo PSA apenas desde 2013, e esta é a sua 2ª geração.

A procura e aceitação dos automóveis deste segmento tem sido bastante elevada, e como tal, o número de concorrentes e a qualidade exigida está igualmente em alta. E com tanta competitividade, a necessidade de melhorar e aprimorar os automóveis é constante.

Assim sendo, e devido ao sucesso da primeira geração deste pequeno leão, a fabricante francesa decidiu reinventá-lo.

Partilhamos consigo 10 coisas que deve conhecer sobre o novo Peugeot 2008.

Novo Peugeot 2008: o mini SUV que veio para conquistar o mercado

Peugeot 2008

1. Exterior

O novo Peugeot 2008, tal como outros modelos da fabricante, como por exemplo o Peugeot 508, tem um “ar de felino” bastante agressivo.

Este aspeto mais agressivo está diretamente relacionado com os seus novos faróis dianteiros, e as luzes LED diurnas que relembram os caninos de um leão.

Para além das luzes, o carro foi completamente reinventado. A enorme grelha frontal concede-lhe um ar maior e mais robusto.

E quando vemos a parte traseira, temos outra grande e boa surpresa.

O anterior carro que parecia apenas uma versão “mais altinha” de um Peugeot 208, ganhou agora uma identidade muito própria, também mais robusta e esteticamente (e indiscutivelmente) mais atraente. A traseira do novo Peugeot 2008 é agora muito semelhante à do 3008. 

Os faróis traseiros retos também fazem lembrar um felino, uma vez que nos remetem para as “garras” de um leão.

2. Interior

Peugeot 2008

Se ficou surpreendido com o exterior, então prepara-se para o interior.

A transformação que o interior sofreu é mais do que uma simples evolução, sendo mesmo uma revolução, ainda mais expressiva do que aquela que ocorreu no exterior.

O interior sofreu uma mudança radical. A adoção de um estilo mais minimalista, simplista e futurista também é uma realidade neste modelo.

No interior do carro destacam-se de forma imediata o volante de dimensões reduzidas e os 2 ecrãs digitais de dimensões generosas (sistema de infoentretenimento e o i-Cockpit).

Em baixo do sistema de infoentretenimento, temos uma zona da consola central com bastante espaço e apenas uns botões metálicos com atalhos para as principais funcionalidades do sistema. Estes destacam-se subtilmente nos interiores pretos e minimalistas.

3. Tecnologia

Com um design tão futurista, a tecnologia não poderia ser deixada de lado, e o novo Peugeot 2008 está repleto de elementos tecnológicos que prometem mudar o seu quotidiano.

O modelo recorre ao conceito i-Cockpit, que significa ter um volante compacto, um ecrã 3D para o painel de instrumentos e um ecrã grande tátil na consola central.

Este sistema permite estar constantemente conectado e atualizado. Tal como em muitos outros modelos, pode fazer o Mirror Screen do seu smartphone e também poderá usufruir de carregamento sem fios.

O novo leão da fabricante francesa também está dotado da tecnologia Keyless, que lhe permite colocar o carro a funcionar sem ser preciso ter a chave na ignição. 

Para além disso, também pode abrir e trancar as portas com a chave no bolso, bastando para isso aproximar-se ou distanciar-se do veículo.

4. Versões

Peugeot 2008

Obviamente, que o carro dispõe de várias versões. Como é habitual, elas diferenciam-se pelo motor, nível de equipamentos (sistemas de conectividade, jantes, entre outros) e preço.

A fabricante francesa, preparou e disponibilizou o novo Peugeot 2008 em quatro versões: Active, Allure, GT Line e GT.

A versão mais básica, a de entrada de gama, que é conhecida como Active. Nesta tem os 3 tipos de motorizações disponíveis no modelo.

De seguida surge a versão Allure, que também está disponível nas várias motorizações. 

Para finalizar as versões GT Line e GT. A versão GT line assume a mesma estética da GT. No entanto, a GT Line tem os vários tipos de motorizações enquanto que a GT só está disponível num motor a gasolina ou elétrico.

5. Motorizações

A fabricante francesa lançou para o mercado o seu novo modelo com 3 tipos de tecnologia no que à motorização diz respeito: gasolina, diesel e elétrico.

Conheça os motores que equipam cada uma das seguintes tecnologias:

Gasolina

  • motor 1.2 litros PureTech com 100 cv de potência
  • motor 1.2 litros PureTech com 130 cv de potência
  • motor 1.22 litros PureTech com 155 cv de potência

Diesel

  • motor 1.5 litros BlueHDi com 100 cv de potência
  • motor 1.5 litros BlueHDi com 130 cv de potência

Elétrico

  • motor 100% elétrico com 136 cv de potência 

Para cada um dos motores, e tendo em conta a versão escolhido do automóvel, há dois tipos de caixa de velocidades: manual e automática de 8 velocidades.

No caso da versão elétrica, a caixa é sempre automática, uma vez que os motores elétricos não contemplam caixa de velocidades.

6. Peugeot e-2008 (Elétrico)

Peugeot e-2008

Com o crescimento dos automóveis amigos do ambiente, sobretudo dos elétricos, faz todo o sentido apostar nesta tecnologia.

Como o 2008 é um modelo bem sucedido da fabricante, esta decidiu lançar a versão 100% elétrica deste modelo, tal como fez com outros modelos, como por exemplo: o Peugeot 208.

O novo Peugeot e-2008 tem um motor que gera 136 cv de potência, que proporcionam uma autonomia de 320 km (WLTP).

Esta variante elétrica está limitada a uma velocidade máxima de 150 km/h.

Com carregadores de 100 kW poderá recuperar 80% da sua autonomia, em apenas 30 minutos. O automóvel também dispõe de um modo ECO, que otimiza a autonomia da bateria.

A marca afirma que a versão elétrica tem várias vantagens relativamente às versões tradicionais para além do custo do combustível. A Peugeot destaca os custos inferiores de manutenção e a liberdade de circulação em zonas restritas.

7. Segurança

No que à segurança diz respeito, são vários os sistemas que podem facilitar e melhorar a condução do veículo.

Estes sistemas são concebidos para proporcionarem uma melhor experiência de condução e, acima de tudo, proporcionar uma maior segurança.

A Peugeot tem vários sistemas tecnológicos de segurança, conheça alguns deles:

  • Sistema de cruise control adaptativo
  • Assistente de faixa de rodagem
  • Assistente de ângulo morto
  • Leitor de sinais de trânsito
  • Travagem automática.
  • Sensores de estacionamento
  • Ajuda ao estacionamento

8. Bagageira

Este é um tipo de carro que, geralmente, é idealizado para servir famílias ou pessoas que precisem de bastante espaço.

Este espaço pode ser preciso para o conforto e comodidade do condutor e dos seus passageiros, bem como para alguns objetos (ex: carrinhos de bébé, bicicletas, compras, entre outros).

A marca anuncia uma capacidade da bagageira que varia entre os 434 litros e os 1467 litros, com os bancos traseiros rebatidos.

Um outro aspecto bastante interessante relativo à bagageira é o seu duplo nível. Isto significa que há uma maior facilidade de carga e descarga, quando a bagageira está no nível superior.

9. Preço

Peugeot 2008

Como é norma no mercado automóvel, o preço varia de acordo com vários critérios: versão escolhida, nível de equipamento e motorização.

O preço da versão Active, a de entrada de gama, começa nos 21.500€. Aqui irá contar um motor a gasolina e uma caixa de velocidades manual.

A versão Allure, também equipada com o mesmo motor e caixa de velocidades, tem um preço inicial de 23.500€.

O preço da versão GT Line começa nos 26.650€. Aqui poderá encontrar alguns componentes estéticos distintos das outras versões. Para além da estética, também irá contar com um motor a gasolina mas com 130 cv de potência, ao invés de 100 cv de potência.

Por fim, a versão GT tem o seu preço a começar nos 32.250€. Aqui terá também as componentes estéticas adjacentes à versão GT Line. 

No entanto, a maior diferença é no motor que equipa o automóvel: motor a gasolina que gera 155 cv de potência e com uma caixa automática de 8 velocidades.

10. 2008 vs Concorrência

O novo Peugeot 2008 foi lançado para um mercado altamente competitivo.

Este automóvel, na nossa opinião, está acima daquilo que é esperado para um carro deste segmento e deste valor.

Se estabelecermos uma comparação com a sua concorrência mais direta, como por exemplo: Opel Crossland X, Nissan Juke, Ford Puma, Hyundai Kauai, entre outros, irá aperceber-se que o novo 2008 é uma excelente escolha.

São vários os motivos que tornam o 2008 uma excelente escolha: design, equipamento, conforto e sobretudo porque apresenta, sem dúvida, uma excelente relação qualidade / preço.

Com a renovação completa desta modelo, a fabricante francesa, sem dúvida, elevou bastante a fasquia do mercado dos mini SUV, e promete fazer frente ao líder Renault Captur.

Veja também