ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Ekonomista
Ekonomista
08 Jan, 2021 - 16:14

DGS esclarece sobre ventilação e arejamento nas escolas

Ekonomista

Direção-Geral da Saúde diz às escolas que podem usar sistemas de aquecimento para combater o frio. E as temperaturas baixas ainda vão durar.

Estudantes agasalhados com casacos, gorros e cachecóis

Após terem sido divulgadas notícias e fotografias de alunos envoltos em mantas no decorrer de aulas, a Direção-Geral da Saúde (DGS), a Direção-Geral da Educação (DGE) e a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEStE) decidiram emitir um esclarecimento sobre ventilação e arejamento dos espaços nas escolas.

Na nota, estas entidades informam que é permitida a utilização de ventilação mecânica de ar (sistema AVAC – Aquecimento, Ventilação e Ar Condicionado) nas escolas, sempre que seja necessário garantir o conforto térmico dos alunos, docentes e funcionários.

Recordam, a este propósito, que, no contexto pandémico, o risco de uso destes sistemas é muito baixo, desde que se cumpra as regras para uma utilização segura, nomeadamente a sua manutenção, de acordo com as indicações do fabricante, e a renovação do ar dos espaços fechados.

Apesar de nas orientações para o ano letivo 2020/2021, que foram enviadas às escolas no passado mês de julho, estar referenciado que “sempre que possível, e que tal não comprometa a segurança das crianças e dos alunos, devem manter-se as janelas e/ou portas abertas”, isto não significa que, perante a presente situação meteorológica, se tenha que o fazer necessariamente com os alunos e docentes dentro das salas de aula.

Por essa razão, recomendam que o arejamento necessário dos espaços de aula pode ser realizado de forma natural durante os intervalos, abrindo portas e janelas para, assim, garantir a ventilação e renovação do ar no interior desses mesmos espaços.

Veja também