Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
20 Ago, 2017 - 00:00

11 profissões que não exigem diploma

Catarina Milheiro

Algumas profissões não requerem diploma em Portugal e pagam bem. Fique connosco e conheça-as.

profissoes-que-nao-requerem-diploma

Desde muito cedo, é-nos incutido que o caminho mais natural para conseguirmos alcançar os melhores empregos é a educação e conseguir um diploma.

No entanto, existem diversos caminhos alternativos para se ser bem sucedido profissionalmente e nem sempre é necessário um diploma universitário para atingirmos o sucesso.

Fique connosco e conheça algumas profissões que não exigem diploma em Portugal.

Profissões que não requerem diploma de ensino superior

Primeiramente, é importante realçar o facto de que não ter um diploma de ensino superior não significa não ter formação.

Muito pelo contrário – existem diversos profissionais com cursos técnicos, cursos profissionais e bastante específicos na sua área que são bastante requisitados em diversos setores de trabalho.

A verdade é que as empresas têm vindo a contratar cada vez mais profissionais com competências técnicas bem desenvolvidas e que não precisam de um diploma de ensino superior para demonstrarem o quanto valem.

DJ

placeholder-1x1

A receita é unânime entre os DJ’s mais bem sucedidos – a experiência é quase tudo, até porque não há, até ao momento, diploma universitário que habilite a trabalhar nesta área. Começar por pequenas festas particulares, praticar muito, desenvolver as aptidões como DJ praticando in loco parece ser uma boa forma de começar.

É fundamental aprender a estruturar um repertório adequado, improvisar quando necessário e conseguir captar a atenção do público ao longo do “set”. Atualmente, existem cursos de DJ, mas para desenvolver o talento nada como ser-se auto didata e praticar (mesmo) muito.

Nesta área valorizam-se os conhecimentos de marketing, redes sociais, conhecer a indústria da música, ter criatividade e saber trabalhar com software informático de produção musical.

Fotógrafo

Não sendo de todo obrigatório ter diploma de curso superior para se ser um bom fotógrafo, é no entanto sempre aconselhável frequentar um curso de fotografia, que, aliado a uma boa capacidade para se trabalhar em regime freelancer, pode ser o segredo para uma carreira de sucesso. Existem bastantes cursos de fotografia no mercado, desde níveis de iniciação até níveis avançados.

Makeup artist / maquilhador(a) profissional

Mais uma vez, o segredo está na prática e no desenvolvimento do talento individual. Normalmente, antes de poder ter condições para criar o seu próprio negócio, os maquilhadores associam-se a lojas, a determinadas marcas e, assim, vão desenvolvendo o seu estilo. Sim: ter um estilo próprio é fundamental!

Se este é o seu desejo, saiba que deve ter criatividade, sensibilidade empresarial, noções de gestão do tempo, atendimento ao cliente, conhecimento da indústria da beleza, ser sensível às necessidades das noivas e das festas de casamento, entre outros eventos.

Hair stylist / cabeleireiro(a)

Muitas pessoas confiam mais no seu cabeleireiro do que em qualquer outra pessoa. Para quem estiver interessado ​​nesta profissão e tem um bom sentido estético e de imagem pessoal, uma grande destreza manual e boas habilidades de comunicação, esta pode ser uma excelente escolha de carreira. Primeiro, terá que aprender as habilidades técnicas necessárias para fazer esse trabalho, que inclui corte, coloração, e branqueamento.

Sucesso profissional: 11 dicas para o conseguir
Veja também Sucesso profissional: 11 dicas para o conseguir

Cuidador de crianças

Um cuidador de crianças é alguém que investe totalmente no desenvolvimento e no bem-estar de uma criança. Geralmente, nesta profissão cuida-se de crianças a tempo inteiro enquanto os pais trabalham. É responsabilidade do cuidador criar horários diários para diversas atividades que facilitem o crescimento mental, físico e emocional saudável das crianças que estão sob sua supervisão.

É encarregado de preparar refeições, lidar com o trabalho doméstico, e de levar e trazer as crianças para as suas atividades, além de as auxiliar nos trabalhos de casa.

Sendo uma profissão tão importante, são muitos os requisitos: conhecimentos de nutrição, educação e desenvolvimento infantil, empatia, paciência, criatividade, capacidade para brincar, imaginação. Neste caso, embora o diploma não seja exigido, poderá encontrar pais mais interessados em contratar alguém com formação superior em Educação, Psicologia ou áreas afins.

Técnico de Contabilidade

placeholder-1x1

Para que consiga ter uma noção, um Técnico de Contabilidade em Portugal ganha um salário entre os 950 e 1100 euros e o mais interessante em relação a isto, é o facto de não precisar de um diploma de ensino superior.

De um modo geral, o Técnico de Contabilidade é o profissional qualificado apto a desempenhar tarefas contabilísticas e administrativas inerentes ao correto funcionamento das empresas, sobretudo nos domínios do planeamento, organização, execução e controlo de acordo com a legislação aplicável.

Se tem interesse nesta área, então deve ficar a saber que não irá precisar de frequentar o ensino superior para obter a sua formação. Trata-se de um curso profissional que corresponde ao nível 4.

Técnico de Desenho de Construção Civil

Esta é mais uma das profissões que não necessita de um diploma correspondente ao ensino superior.

Para ser técnico de desenho de construção civil é necessário que realize um curso profissional (que é equivalente ao nível de qualificação 4) e claro, que tenha interesse pela área.

Nesta profissão, executará tarefas como: identificar as principais operações de cálculo utilizadas nas medições do projeto de construção civil, executar desenhos, mapas e quadros dos projetos de instalações especiais (com recurso ao desenho com apoio informático), aplicar as funções trigonométricas, identificar os principais diplomas legais sobre Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho, bem como normas de legislação complementar e específica, e muito mais.

Além disto, o salário é bastante apelativo sendo que ronda os 1200 a 1500 euros.

Secretárias Administrativas

Se por algum motivo não frequentou o ensino superior e, por isso mesmo, não tem um diploma não se preocupe!

Esta profissão é bastante cobiçada no mercado de trabalho – qualquer empresa precisa de uma secretária administrativa.

Mas o que é preciso afinal para atuar nesta área? Basta que tire um curso profissional na área para que possa estar apta para exercer bem todas as suas funções.

Claro está que, além do curso profissional poderá ainda fazer algumas formações que irão completar toda a formação que adquiriu até ao momento.

Uma secretária administrativa tem diversas funções como: atendimento ao público, cuidar da organização dos arquivos da secretária, receber, responder e redirecionar correspondências eletrónicas, agendar compromissos das chefias, entre muitas outras tarefas de alta responsabilidade.

Para que consiga ter uma noção, esta é uma profissão que não exige diploma de ensino superior com um salário bastante agradável – entre 1000 e 1200 euros.

Eletricista

placeholder-1x1

Todos nós sabemos que se tem vindo a tornar cada vez mais difícil arranjar um especialista nestas áreas para vir a nossa casa arranjar aquela instalação que não está a funcionar há imenso tempo.

Deparamo-nos com um mercado repleto de profissionais diplomados, mas que não são capazes de satisfazer as diversas necessidades das famílias no dia-a-dia.

Por esse mesmo motivo, os eletricistas são profissionais extremamente bem pagos tendo em consideração o seu trabalho árduo e cada vez mais escasso – sejam eles eletricistas de alta ou baixa tensão, o salário ronda os 1200 e 1500 euros por mês.

Para atuar nesta área, é necessário gostar e, claro, poderá ou não fazer um curso profissional de nível 4 – lembre-se que quanto mais formação tiver, mais irá receber (seja em que área for).

Assistente de bordo

Sabia que para ser assistente de bordo não precisa de um diploma de ensino superior? Pode começar por aprender vários idiomas e fazer alguns pequenos cursos que lhe possam dar a formação que tanto precisa.

Hoje em dia já existem cursos de línguas online a preços acessíveis e, muitos deles, acabam até por ser gratuitos. Se o seu objetivo é ser assistente de bordo, então certifique-se de obter formação em pelo menos 3 idiomas diferentes.

Cada companhia aérea tem os seus requisitos, no entanto, é essencial que tenha uma boa capacidade de comunicação, boa aparência, uma boa saúde, uma boa especialização para atuar em casos de emergência e claro, sentido de responsabilidade.

Atualmente, esta é uma profissão com salários entre os 1200 a 1500 euros.

Técnico de Informática

Como sabemos, vivemos num era totalmente digital e são cada vez mais as empresas a contratarem técnicos de informática para darem apoio na organização.

Para que tenha uma noção, este profissional pode ter um salário entre os 1200 a 1800 euros.

Para atuar como Técnico de Informática precisa de fazer um curso profissional que lhe irá dar todas as competências para que possa trabalhar em qualquer lado sem medos.

O curso profissional irá preparar os profissionais para funções como: técnico de redes e sistemas, técnico de Helpdesk e técnico de suporte TI.

Veja também