ebook
GUIA DO REGRESSO ÀS AULAS
Prático e Descomplicado
Bárbara do Carmo
Bárbara do Carmo
28 Jul, 2021 - 15:13

Vilar de Mouros: um belíssimo refúgio entre o rio Coura e o mar

Bárbara do Carmo

Visitar Vilar de Mouros é descansar em comunhão com a natureza e relaxar em pleno Minho. O festival colocou a vila no mapa, mas há muito mais para ver.

Praia das azenhas em Vilar de Mouros

É verdade, foi um festival de música que colocou Vilar de Mouros no mapa nacional. Apesar do ar bucólico da vila ou da fantástica envolvente natural, foram os acordes das guitarras que puseram toda a gente a falar do lugar.

No entanto, há muito que ver ali, e nas imediações, que vai muito além do evento criado pelo médico António Barge e que se realizou pela primeira vez em 1971, ainda nos tempos da ditadura, constituindo uma espécie de Woodstock à portuguesa. Por isso, se deseja paz e sossego durante as suas férias, rume ao coração do Minho e não perca uma relaxada visita a Vilar de Mouros.

O que o espera em Vilar de Mouros

São pouco mais de 10 mil km2 de área e um número bem reduzido de habitantes que tornam Vilar de Mouros o local ideal para uns dias de descanso, em família e na natureza. Parta à descoberta pela zona norte da aldeia e encontre a capela do Senhor dos Passos, também conhecida como Igreja Nova, datada do século XVIII.

Ao seguir em direção ao centro, aproveite o passeio a pé para desfrutar dos típicos cafés de aldeia por entre as ruas de calçada. É precisamente ali que vai encontrar o cartão postal de Vilar de Mouros: a ponte Medieval sobre o rio Coura. Esta travessia é monumento nacional, desde 1910, e pensa-se que tenha sido edificada entre os séculos XIV e XV. Ladeada pelas águas calmas e transparentes do rio Coura é um excelente local para descansar e desfrutar do silêncio da aldeia.

Ainda nesta zona vai encontrar um terceiro ponto de interesse: a Capela de Santo Amaro, uma obra arquitetónica que cruza os estilos manuelino, barroco e renascentista, obra do Mestre Francisco Lourenço. A entrada é gratuita e vale bem a visita. 

Ponte medieval em Vilar de Mouros

Ir a banhos no rio Coura

Vilar de Mouros é um excelente destino para quem procura abrandar o ritmo ao sabor das águas fluviais do rio Coura. Para isso, a praia fluvial das Azenhas é imperdível, um cenário absolutamente idílico. Um moinho recuperado rodeado por águas cristalinas, que descem a Serra do Corno de Bico, compõem esta paisagem natural e fazem as delícias dos visitantes.

Para além disto, a praia fluvial das Azenhas tem um vasto areal, e é dotada de vários equipamentos de apoio, como snack-bar e casas de banho. É o local perfeito para crianças e está adaptado para pessoas com mobilidade reduzida.

Ainda para os amantes de águas cristalinas, as Lagoas de São João são únicas e parecem saídas de um verdadeiro paraíso. Localizadas a cerca de 8 quilómetros de Vilar de Mouros, estas lagoas de águas azuis e verde esmeralda são para os turistas mais habilidosos. O caminho que leva à água é difícil, e por isso exige alguma experiência e preparação. Assim, se gosta de adrenalina e está habituado a este tipo de percursos então as Lagoas de São João são para si. Este é um local que não possui qualquer infraestrutura de apoio, por isso se arriscar uma visita, vá prevenido com lanche e água. 

Vilar de Mouros: o que ver nas redondezas

Vilar de Mouros está no coração do Minho, e por isso uma passeio de carro pelas redondezas é obrigatório. A poucos quilómetros, Vila Nova de Cerveira (cerca de 10 quilómetros) e a Serra d’Arga (a pouco mais de 20 quilómetros), são dois locais absolutamente apaixonantes que merecem ser explorados. O primeiro pela sua história e ligação às artes e o segundo pelas suas paisagens virgens merecem passeios demorados.

Para dar um salto ao mar, a pouco mais de 10 quilómetros temos Moledo e Caminha. O destino ideal para usufruir do sossego das praias do Norte. Mas já sabe, conte sempre com as famosas nortadas, que dão um certo dramatismo às paisagens marítimas por estas bandas.  

Claro que passear por estas bandas é sinónimo de comer e beber bem. Por isso, acrescente ao roteiro as papas de sarrabulho e os rojões à moda do Minho. Para acompanhar, um bom néctar da região dos Vinhos Verdes e complete os dias de descanso com chave de ouro. Em Vilar de Mouros o restaurante Vilar é sempre uma boa opção, mas a verdade é que no Minho comer sem destino será com certeza uma das melhores surpresas das suas férias.

Veja também