Elsa Santos
Elsa Santos
06 Mai, 2019 - 10:36
candidata a ser entrevistada por duas pessoas num ambiente informal

Entrevista comportamental: o que é e como se pode preparar

Elsa Santos

A entrevista comportamental é um dos principais tipos de entrevista usados pelos recrutadores e cada vez mais recorrente. Saiba como se preparar.

O artigo continua após o anúncio

A entrevista comportamental é um dos principais métodos de seleção utilizados pelos recrutadores. Apesar de não ser o tipo de entrevista mais habitual, tem vindo a ganhar terreno pelas suas especificidades cada vez mais apreciadas no mercado atual de trabalho.

Com características muito distintas da metodologia mais tradicional, a entrevista comportamental destaca-se por permitir analisar capacidades específicas dos candidatos, nomeadamente, em termos de comunicação, liderança ou relacionamento interpessoal.

A entrevista comportamental baseia-se no princípio de que comportamentos passados permitem prever performances futuras. Assim, considerando as experiências laborais anteriores, avalia-se se o candidato a emprego apresenta, ou não, o perfil adequado para o lugar.

Saiba mais sobre o tema e descubra como pode preparar-se para responder a uma entrevista comportamental.

Entrevista comportamental: o que é?

A entrevista comportamental foca-se, essencialmente, em perguntas sobre comportamentos e atitudes em ambiente de trabalho, considerando experiências anteriores. Desta forma, o recrutador vai poder prever a performance futura do candidato e saber, assim, se está apto para as funções a que se candidata.

Enquanto que a modalidade tradicional se baseia, sobretudo, no currículo e em questões como “3 qualidades e 3 defeitos”, “onde se vê daqui a 5 anos” ou “porque devemos contratá-lo”, a entrevista comportamental vai mais longe e coloca à prova, nomeadamente, a reação a determinadas situações, a espontaneidade, o carácter e a personalidade de um candidato. Assim, é essencial que faça uma retrospetiva, em jeito de auto-avaliação e se prepare da melhor maneira para responder a este desafio.

Entrevista tradicional vs entrevista comportamental: as diferenças

É certo que há diferenças claras entre uma entrevista pessoal tradicional e uma entrevista comportamental. No entanto, e apesar de ser um desafio maior, pode dar-se o caso de quem se depare com a experiência e nem se aperceba. A verdade é que, muitas vezes, as duas são usadas em simultâneo.

Ainda assim, há situações em que se aplica, claramente, o método de entrevista comportamental.

O artigo continua após o anúncio

Numa entrevista comportamental, o recrutador define as competências necessárias e coloca questões de modo a perceber se o candidato corresponde ao perfil. Para isso, vai querer saber como lidou com determinadas situações no passado e perguntar como faria no futuro.

Numa entrevista comportamental, os candidatos revelam episódios das suas experiências profissionais anteriores e falam das ações que desenvolveram. O objetivo é apenas um: perceber se estes têm as competências e qualidades que se procuram tendo em conta a posição a ocupar.

Portanto, não se surpreenda se durante a entrevista as perguntas forem colocadas sob a forma de solicitações em que o recrutador pede que descreva a forma como lidou com uma situação passada. Frases como: “Fale-nos de uma situação em que…” ou “dê-nos um exemplo de…” são muito frequentes numa entrevista comportamental.

7 dicas para uma entrevista comportamental de sucesso

mulher sentada à espera de ser chamada para entrevista

A preparação para este tipo de entrevista é igual à preparação para outro tipo de entrevista. Até porque não sabe qual a modalidade que irá ser utilizada. Como tal, o melhor é preparar-se para qualquer eventualidade. Procure preparar as respostas para uma entrevista tradicional e acrescente alguns “bónus”.

Comece por repassar o seu Curriculum Vitae e as experiências anteriores e pense nas situações que enfrentou ou projetos que desenvolveu que possam ter importância para a vaga a que agora se está a candidatar. Feito isso, prepare algumas “histórias” sobre a forma como lidou com sucesso com situações específicas ou como resolveu determinados problemas. Assim, vai estar preparado para dar uma resposta com impacto e sentido caso se depare com uma entrevista comportamental.

E, claro, reveja o anúncio de emprego e identifique as competências e qualidades mencionadas, desta forma vai perceber que tipo de atributos procura o recrutador (tanto a nível técnico, como relacional, por exemplo).

Para se preparar para uma entrevista comportamental a 100% deve ainda considerar as seguintes questões pertinentes e ponderar bem nas respostas a dar.

1. Como lida com um colega de quem não gosta?

Saber trabalhar em equipa é algo essencial para o sucesso de qualquer empresa. Se souber relacionar-se com os outros, independentemente de se identificar com eles ou não, isso vai ajudá-lo a evitar conflitos, perdas de tempo e quebras produtivas.

O artigo continua após o anúncio

2. Consegue lidar com o stress no trabalho? Apresente um exemplo.

O recrutador poderá pedir-lhe que exemplifique como lida com o stress no trabalho. Isso vai servir para avaliar a sua reação e capacidade de gerir momentos de pressão.

3. Perante um erro que tenha cometido, como o resolveu?

Aqui, o entrevistador vai querer descortinar a sua capacidade de reação e de resolução de problemas, além de saber um pouco mais sobre o seu desempenho profissional.

4. Já teve de resolver conflitos no local de trabalho?

Esta questão permite avaliar as suas capacidades de mediação e de negociação. Qualquer empresa deseja trabalhadores capazes de resolver situações de modo racional e amigável.

5. Já esteve em desacordo com algum chefe?

O que diz sobre a sua relação com anteriores chefias revela muito sobre o seu profissionalismo.

6. Costuma esforçar-se muito por um projeto?

Esta pergunta de avaliação comportamental permite mostrar que poderá fazer, ou não, em prol da empresa.

7. Se pedir referências suas, o que acha que dirão sobre si?

Esta é uma pergunta de auto-avaliação que lhe permite destacar os seus pontos fortes e fracos, assim como atestar a veracidade do que foi exposto anteriormente.

Para responder às questões colocadas numa entrevista comportamental, a melhor estratégia a seguir será a técnica STAR:

  • Situação;
  • Tarefa desempenhada;
  • Ação desenvolvida;
  • Resultados obtidos

Construa cada resposta com base nesta sequência e vai ver que será capaz de ir ao encontro das expectativas do seu entrevistador.

O artigo continua após o anúncio
Veja também
Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp