Publicidade:

Poupança para famílias numerosas: 30 dicas úteis e essenciais

A poupança para famílias numerosas não tem de significar sacrifício e vários cortes no orçamento. Aprenda a divertir-se com os seus filhos sem gastar muito.

Poupança para famílias numerosas: 30 dicas úteis e essenciais
Saiba como poupar com sucesso

Conheça várias dicas de poupança para famílias numerosas. Disciplina, contenção e poupança são as chaves para o sucesso do crescimento das economias deste tipo de agregado familiar – e, até mesmo, de qualquer outro.

Mas, o que é uma família numerosa? É considerada família numerosa aquela que contribui para que a média nacional seja superior a dois filhos por casal. Apenas as famílias com três ou mais filhos contribuem para a reposição da população.

30 dicas de poupança para famílias numerosas


1. Inscreva-se na Associação Portuguesa de Famílias Numerosas

Apesar de um agregado familiar numeroso ter de pagar cerca de 35€ por ano à Associação Portuguesa de Famílias Numerosas (APFN), é através desta instituição que pode ter acesso a vários protocolos com empresas e instituições que lhes dão alguns benefícios.

Saiba mais no site da APFN, que tem uma lista de descontos para as grandes famílias.

Resultado de imagem para site: e-konomista familia

2. Adira a cartões para famílias numerosas

Não existe apenas o Cartão de Associado da APFN, que basta apresentar em determinados locais para obter descontos. Pode aderir ainda a outros cartões, entre eles o Cartão Municipal Famílias Numerosas, por exemplo. Consulte o seu município para saber se o mesmo dispõe deste cartão.

3. Aproveite o Bilhete Família

Se tiver 2 filhos, aproveite os Bilhetes Família existentes, que permitem que vá com os seus filhos ao Oceanário, a cinemas, a museus e a outros locais culturais, por exemplo, por um preço mais acessível. Esta é uma boa poupança para famílias numerosas mas, infelizmente, a maior parte dos Bilhetes-família só inclui 2 filhos.

4. Majoração na dedução à colecta

Outra forma de poupança para famílias numerosas encontra-se no Rendimento de Pessoas Singulares (IRS) através de uma majoração de 5% na dedução à coleta a efetuar por cada dependente.

Este é um dos benefícios das famílias numerosas, uma vez que existem regras próprias para o tipo de agregado familiar onde há três ou mais dependentes a cargo.

5. Peça faturas de todas as suas compras

Nunca se esqueça de pedir o máximo possível de faturas com número de contribuinte. Ao tratar do IRS, verá que fará toda a diferença.

6. Redução no IMI

É importante que tenha em dia a sua situação referente à redução no Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI). Sabia que, quantos mais dependentes um agregado familiar tiver, maior poderá ser a dedução?

A legislação prevê que as Câmaras possam estabelecer uma redução da taxa do imposto municipal para famílias que destinem o imóvel objeto de imposto a habitação própria e permanente do agregado familiar.

A dedução é fixa, correspondendo a 20€ para casos onde existe um dependente a cargo, 40€ quando são dois dependentes a cargo e 70€ nas situações em que há três ou mais dependentes a cargo. São cerca de 225 as autarquias que praticam atualmente esta redução no IMI, de acordo com a APFN.

poupança familias numerosas

7. Menos despesa na conta da água

A poupança para famílias numerosas também inclui um valor mais reduzido na conta da água, tendo sido criada ao nível municipal a tarifa familiar da água. Esta serve para criar escalões de consumo de acordo com o número de elementos do agregado ou a previsão de descontos para famílias com três dependentes ou mais, ocorrendo assim uma lógica per capita.

Em 2018, existem 179 Municípios em Portugal a prever a tarifa familiar da água, segundo a APFN. Por isso, se não estiver a beneficiar deste desconto, trate já da sua situação junto das entidades competentes.

Veja dicas para reduzir o consumo e poupar na conta da água >>

8. Ensine os seus filhos a desligarem a luz e a fecharem a água

Sempre que uma divisão da casa estiver vazia, a última pessoa que lá esteve e abriu a luz não deve sair sem fechá-la. Assim, irão ajudar os adultos a poupar na eletricidade.

Já no duche e durante a lavagem dos dentes, por exemplo, deve ensinar os seus filhos a fecharem sempre a torneira quando não estiverem a usar a água. Outro conselho é não deixar o seu filho ficar demasiado tempo no duche.

9. Ponha a máquina de lavar a funcionar só quando estiver cheia

Não vá lavando roupa aos poucos, senão estará a gastar bastante eletricidade e água no final do mês.

Descubra os erros que deve evitar ao lavar a louça >>

10. Desconto no montante do Imposto sobre Veículos

A poupança para famílias numerosas pode ser ainda feita através dos incentivos existentes na compra de viaturas, através da Lei n.º 68/2015, de 8 de Julho, que veio alterar o Código de Imposto sobre Veículos para este tipo de agregado familiar.

Desde 1 de janeiro de 2016, as famílias que tiverem mais de três dependentes a cargo ou então três dependentes a cargo em que dois deles tenham idade inferior a 8 anos, beneficiam de desconto o montante do Imposto sobre Veículos.

Se comprarem um automóvel ligeiro de passageiros lotação superior a cinco lugares, ou seja, um monovolume, passarão a ter uma isenção que corresponde a 50% do montante de Imposto sobre Veículos.

11. Tenha um orçamento bem elaborado

Se quer economizar com sucesso, deve criar um orçamento bem planeado, que lhe dará uma visão geral de onde costuma gastar mais e ajudará ainda a avaliar com facilidade onde pode ser possível cortar nas despesas. Desta forma fará uma melhor gestão do dinheiro disponível.

Viva sempre dentro das suas possibilidades e evite as compras por impulso, pois o que interessa é comprar aquilo que realmente é necessário para a família.

12. Use aplicações que ajudam a poupar

São muitas as pessoas que, para controlarem melhor os seus gastos e as suas poupanças, usam softwares, ferramentas e aplicações que ajudam na organização das suas finanças.

Uma vez que a poupança para famílias numerosas pode ser dificultada pela má gestão de gastos feitos mensalmente, pois é difícil decorar todas as despesas realizadas com cada um dos filhos, o melhor é conhecer aqui as aplicações que irão ajudá-lo a colocar as suas contas em dia.

Meu Orçamento, Goodbudget, Money Care, MoneyWiz e Digit são algumas das apps criadas para acompanharem os gastos do utilizador dentro de uma enorme variedade de categorias.

13. Compare os preços dos produtos

Compare sempre os preços dos artigos que deseja em diferentes lojas para que assim possa comprar o que quer a um menor preço. Aplicações como a KuantoKusta são úteis para quem quiser comprar um artigo específico, como um computador ou um telemóvel de determinada marca.

No caso da KuantoKusta, por exemplo, esta app consegue comparar preços de forma mais abrangente, podendo ir de eletrodomésticos, videojogos e produtos de informática a artigos de lazer ou decoração e brinquedos, entre outros. A app identifica assim a loja mais barata onde pode comprar o artigo que deseja.

3 modelos de listas de compras para poupar tempo e dinheiro

14. Faça uma lista de compras

Sempre que precisar de ir às compras, deve fazer uma lista com aquilo que necessita antes de sair de casa. Se for preciso, olhe para essa lista quando estiver nas lojas. Assim evitará cair no erro de comprar coisas por impulso.

Veja modelos de listas de compras para ajudá-lo a poupar tempo >>

15. Aproveite as promoções

A poupança para famílias numerosas assenta também nos descontos feitos por lojas, quer a nível de alimentação e de vestuário, como de outros bens necessários para cada família.

Recorra à aplicação Top Desconto, por exemplo. Assim estará a par das promoções publicadas nos panfletos e poderá ainda usar os cupões de desconto quando houver uma promoção vantajosa. Não é necessário abrir esta app para receber notificações de promoções.

16. Compre produtos de marca branca

Para quê comprar produtos de marca se existem uns de marca branca que são tão bons como os da marca original? É muito caro sustentar uma família numerosa comprando produtos caros, por isso, altere esse hábito.

10 dicas para tirar partido do cartão de crédito

17. Não compre a prestações

É importante que a poupança para famílias numerosas não assente em compras a prestações. Mais vale juntar o dinheiro e depois comprar do que arriscar-se a contrair dívidas.

18. Passe a roupa de irmão para irmão

Se tem dois ou mais filhos do mesmo sexo, por exemplo, não gaste mais dinheiro em roupa para bebé/criança e vá passando a mesma de irmão para irmão, a menos que esteja gasta ou estragada.

São muitas as pessoas que guardam a roupinha do irmão mais velho, ou até mesmo de filhos de amigos, para que mais tarde seja usada pelo irmão que está a caminho. Mas, se precisar de comprar alguma roupa, opte por adquirir umas em segunda mão, uma vez que são mais baratas.

19. Prepare marmitas para o trabalho e para a escola

Com um agregado familiar numeroso é muito dispendioso comer fora de casa. Por isso, tanto adultos como crianças devem levar comer para o trabalho e para a escola, respetivamente.

Se todos os seus filhos lhe pedirem dinheiro para comerem no bar da escola, esse gasto irá pesar muito no orçamento mensal. E não há nada como preparar alimentos em casa para as crianças, que assim também irão beneficiar de uma alimentação mais saudável.

Temos 10 ideias de marmitas para si >>

20. Mantenha uma horta

Se tiver espaço adequado para tal, faça uma horta. Os seus filhos vão aprender muito, vão ter produtos naturais e controlados pela família e ainda vão poupar em alguns alimentos, que deixarão de ser comprados.

Resultado de imagem para site: e-konomista piquenique

21. Faça programas baratos em família

Uma vez que é difícil levar todos os seus filhos a passear em locais pagos (museus, cinema, teatro, entre outros), pois implica gastos significativos, organize outro tipo de programas.

Faça piqueniques em jardins, por exemplo, onde as crianças também poderão levar uma bola, cartas ou outros brinquedos para jogarem em conjunto. Em casa organize peças de teatro, karaoke, coreografias de dança ou vejam um filme enquanto comem pipocas caseiras.

22. Planeie as férias com antecedência

Mesmo que falte um bom tempo para as férias, se não planeá-las antecipadamente poderá já ser tarde para fazer marcações em conta. Se sabe aproximadamente quando vai estar de férias, organize o máximo possível com antecedência, especialmente o alojamento e o transporte, caso não vá no seu carro.

23. Prendas

Mais uma dica de poupança para famílias numerosas consiste em fazer o jogo do amigo secreto no Natal, em vez de todos darem um presente a cada elemento da família. Basta os nomes e cada pessoa só terá de oferecer uma prenda.

Os pais com muitos filhos vão, certamente, ficar agradados com esta ideia. Se fizer questão de dar prendas a todos, compre-as com antecedência, aproveitando épocas em saldos.

Resultado de imagem para site: e-konomista aulas

24. Opte pelas escolas públicas

Se decidir optar pelas escolas privadas em vez das públicas, a poupança para famílias numerosas tornar-se-á numa tarefa mais difícil. Outra dica é também escolher as escolas na área de residência, para que assim não tenha de gastar em transportes.

25. Compre livros e material escolar online

Se os seus filhos ainda estão na escola, procure sítios onde possa comprar livros escolares usados e outros onde os possa comprar online com desconto.

26. Agregue os tarifários de telemóvel

Existem vários tarifários para telemóvel, alguns associados ao serviço de televisão por cabo e Internet, com os quais se pode poupar algum dinheiro em casa. Uns até permitem distribuir de forma mais lógica os dados, minutos para chamadas e número de SMS entre todos os cartões associados à conta. Se ainda não conhece estas opções, questione a sua operadora móvel.

27. Fale sobre dinheiro com os seus filhos

Outro truque para a poupança para famílias numerosas resultar consiste em ensinar os seus filhos a economizar, além de explicar às crianças o valor das coisas. Esta aprendizagem é muito importante para que os pequenos dêem valor aos esforços dos pais e não estejam constantemente a pedinchar.

28. Mesadas

Se conseguir, dê uma mesada aos seus filhos, o que pode ser uma excelente forma de os ensinar a gerir o seu dinheiro. Isto terá impacto essencialmente quando eles crescerem, porque vão habituar-se a gerir o dinheiro que receberem de forma a que chegue para tudo o que precisam.

No entanto, é importante que não lhes dê demasiado dinheiro e que não lhes dê extras se eles gastarem a mesada antes de receberem a seguinte.

29. Peça ajuda

Não tenha vergonha de pedir ajuda a entidades como igrejas e associações locais. Naquilo em que puderem auxiliar já será uma boa poupança para famílias numerosas e, principalmente, uma maneira deste tipo de agregados não passarem dificuldades, tanto a nível de alimentação como de outros bens essenciais.

30. Coloque o dinheiro economizado numa conta poupança

Depois de poupar muito dinheiro com todas estas dicas, junte o dinheiro que conseguiu economizar e coloque-o numa conta poupança. Ter algum dinheiro de parte é sempre importante pois nunca se sabe quando ocorrerá um imprevisto. Mas também pode haver poupanças com objetivos concretos, como as férias.

APFN considera benefícios das famílias numerosas insuficientes


Apesar das famílias numerosas parecerem ter muitas ajudas financeiras depois de ter lido este artigo, como por exemplo cartões de desconto, majoração na dedução à coleta,  redução no IMI e desconto no montante do Imposto sobre Veículos, a APFN afirma que os benefícios têm vindo a baixar, o que faz com que a poupança para famílias numerosas se torne mais complicada.

Após ter sido divulgado o Orçamento de Estado 2018, a APFN afirmou num comunicado que “a família está longe das prioridades estratégicas para o país”, pois não considera o orçamento favorável no IRS para os casais que têm mais filhos.

São muitas as famílias que pedem um maior apoio nas despesas com os filhos, principalmente aquelas que têm mais de três filhos a cargo, podendo chegar por vezes até sete filhos. Alguns dos pontos negativos verificados por este tipo de agregado familiar são:

  • A maior parte dos Bilhetes-família só inclui 2 filhos;
  • As deduções do IRS são iguais para quem não tem filhos e para quem tem 5 ou mais filhos;
  • Nem todas as câmaras municipais têm em conta as famílias numerosas e não descem os escalões da água, por exemplo;
  • Se uma família maior precisar de comprar um T4 para ter mais espaço para os filhos, pagará o mesmo valor de IMI que um casal sem filhos que compra uma casa igual, mesmo que o casal sem filhos tenha mais rendimento;
  • Também não existe muita ajuda no Imposto Municipal sobre a Transmissão Onerosa de Imóveis (IMT) e no Imposto Único de Circulação (IUC).

Esta falta de apoio nos pontos acima referidos faz com que as famílias gastem uma boa quantia em despesas como água, habitação, IRS e bilhetes, entre outras.

Receberem ajuda em gastos deste tipo iria compensar os custos noutro tipo de despesas, como a educação, a saúde e a alimentação, o que aumentaria consequentemente a poupança para famílias numerosas.

Veja também:

Cátia Tocha Cátia Tocha

Formada em Ciências da Comunicação pela Universidade Autónoma de Lisboa, onde concluiu Licenciatura e Mestrado, começou o seu percurso como jornalista na Rádio. Hoje, escreve sobre diferentes áreas e tem já alguns anos de experiência na escrita para meios online.