ebook
           
GUIA DO REGRESSO ÀS AULAS
Patrocinado por Escola Virtual - Grupo Porto Editora
Mafalda Lopes
Mafalda Lopes
10 Mai, 2022 - 10:22

Planear a reforma: quanto mais cedo, melhor

Mafalda Lopes

Quanto mais cedo começar a planear a reforma, mais estabilidade terá no futuro. Fique a par das nossas dicas para criar um complemento de reforma.

Planear a reforma

Quando se fala em planear a reforma, o mote será sempre quanto mais cedo, melhor. O objetivo principal deste planeamento visa assegurar a sua estabilidade financeira no futuro.

Atualmente, em Portugal a pensão de velhice ainda não permite uma vida confortável. Os dados mais recentes da Segurança Social, publicados em agosto de 2021) revelam que a pensão média de velhice no regime geral em 2019 foi de 490, 65 euros.

Por isso, tendo em consideração este valor, o nosso conselho para todos os jovens adultos é que comecem a preparar a reforma o quanto antes. E como o podem fazer?

Planear a reforma: dicas para assegurar financeiramente o seu futuro

1

Defina quando se quer reformar

Apesar da lei portuguesa definir a idade legal da reforma, se tiver uma poupança considerável poderá contemplar uma reforma antecipada. Todavia, deve ter em mente que se vier para casa mais cedo do que o expectável, o valor da sua reforma será diminuído.

Apesar disso, muitos de nós conhecemos casos de pensionistas que precisam de continuar a trabalhar para manter um nível de vida digno e confortável. Com certeza, que não quererá estar nessa situação, portanto defina uma meta para planear a reforma e foque-se para a conquistar.

Mulher a calcular o impacto do fator de sustentabilidade na sua reforma
Veja também Fator de sustentabilidade: o que é e como afeta a sua reforma
2

Trace objetivos financeiros

No seguimento do ponto anterior, defina de que forma quer viver a sua reforma. Mas mais importante do que tudo isso, analise quais os gastos atuais e quais os que poderão perdurar no tempo e contabilize esses custos com o rendimento que está previsto ganhar na sua reforma.

Depois disso, defina qual o rendimento extra que necessita para juntar à sua reforma de forma a cumprir os seus objetivos, manter a sua segurança financeira e o seu estilo de vida.

Claro está que quanto mais poupar, mais seguro ficará. Todavia, deverá ter em conta a percentagem monetária que consegue poupar todos os meses.

Casal a colocar moeda num mealheiro
Veja também Poupar sim, mas de forma sustentada (e bem informada)
3

Torne a sua poupança automática

O melhor conselho que lhe podemos dar hoje é que torne o processo de poupança automático. Para tal, pode definir junto do seu banco a transferência automática de um determinado montante para uma conta independente da sua conta à ordem. Esta transferência deverá acontecer mensalmente e perto do dia em que recebe o seu salário, de forma a garantir que tem dinheiro disponível para poupança.

5 fórmulas de poupança
Veja também Poupar não vai custar nada com estas 5 fórmulas de poupança

Que soluções existem no mercado para planear a reforma?

Existem algumas soluções que lhe permitem ir juntando um pé-de-meia que, no futuro, sirva como complemento de reforma, nomeadamente:

Aconselhamo-lo, contudo, a diversificar a sua carteira de investimentos com produtos que de certa forma também diversifiquem o risco. Na verdade, quanto maior for o tempo até à idade da reforma, maior poderá ser a capacidade de assumir riscos com produtos de alta volatilidade.

É hoje que vai começar a planear a reforma? Invista no seu futuro!

Veja também