ebook
GUIA DO REGRESSO ÀS AULAS
Prático e Descomplicado
Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
23 Ago, 2021 - 09:01

Material escolar: o que comprar e dicas a ter em conta

Catarina Milheiro

Preparamos uma lista de material escolar para cada ciclo de estudos e dizemos-lhe como pode poupar com estas despesas.

material escolar

Na altura do regresso às aulas, comprar material escolar é um grande desafio para pais e/ou encarregados de educação, sobretudo em termos financeiros.

Por isso mesmo, e para evitar os perigos associados ao entusiasmo das crianças durante a passagem pelos corredores do supermercado, preparamos listas separadas por ciclos de estudos e sugerimos formas de poupar com esta despesa, que representa um grande esforo orçamental para a maioria das famílias.

Falamos com professores para saber qual o material escolar indispensável para cada ciclo. Lápis e papel à mão? Tome nota das nossas sugestões!

Lista de material escolar: os artigos indispensáveis

material-escolar

Primeiro ciclo – 1º, 2º, 3º e 4º ano

  • Lápis;
  • Esferográfica azul, vermelha, preta e verde;
  • Afia com reservatório;
  • Borracha;
  • Caixa de lápis de cor ou de marcadores ou de lápis de cera;
  • Caderno pautado e quadriculado;
  • Caderno de caligrafia;
  • Calculadora;
  • Régua de 20 cm;
  • Compasso;
  • Transferidor;
  • Tesoura sem ponta;
  • Cola de tubo;
  • Estojo e mochila.

Para educação musical vai precisar também de:

  • Caderno de música;
  • Esferográfica preta e azul;
  • Lápis;
  • Borracha;
  • Flauta de bisel – para o 3º e 4º ano.

Para educação física, não esqueça de garantir as seguintes compras:

  • Calções ou fato de treino;
  • T-shirt;
  • Saco ou mochila para colocar a muda de roupa;
  • Sapatilhas adequadas.

Dica de organização: não esqueça que todo o material escolar deverá estar devidamente etiquetado com o nome do aluno. Desta forma é possível evitar trocas e perdas de lápis e canetas (algo bastantes frequente entre os mais pequenos).

Dica de poupança: ao chegar ao segundo ciclo, as disciplinas aumentam, tal como o peso extra na mochila, por isso, opte pelos cadernos de capa preta e use metade para cada disciplina. A mochila e o seu bolso agradecem!

Segundo ciclo – 5º e 6º ano

  • Lápis HB;
  • Esferográfica azul, vermelha, preta e verde;
  • Borracha branca;
  • Afia com reservatório;
  • Estojo;
  • Caixa de lápis de cor;
  • Embalagem de marcadores (6 ou 12 cores);
  • Régua de 20 cm;
  • Esquadro de 45º;
  • Compasso;
  • Transferidor;
  • Tubo de cola multiusos;
  • Stick de cola;
  • Tesoura;
  • Arquivador de 40 mm (para arquivar testes e fichas);
  • 4 cadernos pautados;
  • 1 caderno quadriculado;
  • 1 caderno de música;
  • 1 bloco de papel cavalinho A4;
  • Guaches (branco, preto, magenta, ciano, amarelo);
  • Pano de limpeza;
  • 1 pincel nº 2;
  • 1 pincel nº 8;
  • 1 base para tinta (paleta);
  • 1 capa arquivador para desenhos A3;
  • Flauta de bisel;
  • Calções ou fato de treino;
  • T-shirt e sapatilhas adequadas para desporto;
  • Chinelos de banho;
  • Toalha e produtos de higiene;
  • Saco para o equipamento;
  • Mochila.

Terceiro ciclo – 7º, 8º e 9º ano

  • Lápis H, HB, B e 6B;
  • Esferográfica azul, vermelha, preta e verde;
  • Borracha branca;
  • Afia com reservatório;
  • Estojo;
  • Caixa de lápis de cor;
  • Caixa de lápis de cera;
  • Régua de 20 cm;
  • Régua de 50 cm;
  • Esquadro de 45º;
  • Compasso;
  • Tesoura;
  • X-ato;
  • Transferidor;
  • Tubo de cola multiusos;
  • Stick de cola;
  • Tesoura;
  • 7 cadernos pautados;
  • 1 caderno quadriculado;
  • Corretor de fita;
  • 2 bloco de papel cavalinho A4;
  • 1 guaches (branco, preto, magenta, ciano, amarelo);
  • Pano de limpeza;
  • 1 pincel nº 2 e 1 pincel nº 8;
  • 1 base para tinta;
  • 1 capa arquivador para desenhos A3;
  • 1 calculadora não gráfica, com funções trigonométricas (sen, cos, tg);
  • Pen drive;
  • Calções ou fato de treino;
  • T-shirt e sapatilhas adequadas para desporto;
  • Chinelos de banho;
  • Toalha e produtos de higiene;
  • Saco para o equipamento.

Apesar das listas acima descritas reunirem os itens essenciais para o regresso às aulas, recomendamos que fale com a escola e/ou professores do seu filho antes de avançar com a compra do material escolar. Lembre-se que nem todo o material escolar será usado nas primeiras aulas e pode, assim, fracionar o investimento e comprar por partes.

Entre manuais, canetas, dossier, caderno, mochila, e tantas outras coisas, a lista é interminável e o total não pára de aumentar. E, claro, à medida que o grau de escolaridade aumenta também a fatura das despesas parece passar pelo milagre da multiplicação.

Para evitar o stress deste processo e garantir que não fica com a conta a zeros, o melhor mesmo é informar-se sobre algumas dicas de poupança e fazer compras inteligentes, para que o ano letivo comece sem percalços.

calendário escolar
Veja também Calendário escolar 2021-2022: conheça todas as datas

7 dicas para economizar na compra do material escolar

Como sabemos, o regresso às aulas é sempre entusiasmante para os mais pequenos. No fundo, aproxima-se o momento em que reencontram amigos, conhecem os novos professores e é a desculpa perfeita para quererem comprar o material escolar mais original para marcarem a diferença na sala de aula.

O problema é que tudo isto tem um preço: setembro torna-se, assim, um mês particularmente difícil para as famílias portuguesas em termos financeiros. É que, além dos cadernos, da mochila e das canetas, é necessário contabilizar os gastos complementares, como, por exemplo, com os cadernos de fichas, com os packs pedagógicos, com o equipamento da ginástica.

Apesar de os manuais escolares serem gratuitos, terá sempre que contar com um gasto médio de cerca de 200 euros em material escolar…um golpe nada meigo no orçamento familiar.

Para que consiga poupar ao máximo neste tipo de gastos em material, conheça as dicas que permitem um regresso às aulas mais económico.

criança a estudar com manuais escolares gratuitos
Veja também Manuais escolares gratuitos: vouchers disponíveis a partir de 16 de agosto
menina a escolher o material escolar
1

Faça uma lista

No fundo, a melhor dica para poupar é mesmo começar por uma das listas que propomos. Desta forma, evitará perder-se no meio de tanta oferta e, claro, resistir aos pedidos dos filhos. E já sabe: evite sempre as compras compulsivas!

2

Reutilize

Depois de ter a lista com todos os materiais que o seu filho vai precisar, é crucial que faça um apanhado de tudo o que sobrou do último ano e que possa servir para o novo ano.

Normalmente, coisas como o estojo, a mochila, a borracha, algumas canetas, a régua e a tesoura são materiais que passam de ano para ano sem que se tenham danificado ou acabado.

Faça um apanhado de tudo aquilo que já não vai precisar de comprar e risque da sua lista. E não se esqueça: verifique sempre a validade das tintas, uma vez que estas poderão causar algumas reações alérgicas às crianças após a sua validade.

3

Não deixe para a última hora

Deixar a compra do material escolar para a última hora vai significar, muito provavelmente, um gasto muito maior.

Afinal, quando fazemos tudo a correr acabamos por comprar mais coisas e nem temos oportunidade para comparar os preços nas diferentes superfícies comerciais.

Por isso já sabe, opte por guardar um tempo para organizar a sua ida às compras de forma organizada e pensada.

4

Compare os preços

Para os pais que desejam economizar na compra do material escolar, a regra de ouro é mesmo a comparação de preços entre a oferta disponível. Tire umas horas depois do trabalho para tratar disso.

Pesquise nas várias superfícies comerciais e compare os preços do material que necessita. Vai ver que, em alguns itens, é possível economizar até 50%.

5

Estabeleça um orçamento

Estabeleça também um orçamento realista, mas equilibrado, de modo a evitar os excessos e as distrações. Esta é uma boa forma de evitar as compras por impulso.

6

Deixe as crianças em casa

Apesar de sabermos que é uma decisão difícil de tomar, porque as crianças adoram fazer as compras do material escolar, deixá-las em casa pode simplificar todo o processo.

A verdade é que para quem pretende economizar, esta pode ser a opção perfeita. Afinal, existem diversos apelos e campanhas direcionadas precisamente para as crianças.

Veja também