Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Olga Teixeira
Olga Teixeira
30 Jul, 2020 - 09:00

Aconselhamento financeiro: onde encontrar o apoio de que precisa

Olga Teixeira

O aconselhamento financeiro pode fazer toda a diferença na hora de tomar decisões importantes. Mas a quem recorrer para esclarecer dúvidas e pedir conselhos?

ter aconselhamento financeiro

Aconselhamento financeiro não é, ao contrário do que possa parecer, um serviço a que apenas recorrem empresários ou investidores que querem umas dicas sobre onde aplicar milhões para ganhar ainda mais.

Na verdade, o aconselhamento financeiro é até mais útil para quem tem pouco dinheiro e muitas dúvidas sobre a melhor forma de o gerir de uma forma eficaz.

A iliteracia financeira entre os portugueses

Muitas vezes, até a própria terminologia parece tornar ainda mais difícil analisar e tomar decisões sobre empréstimos, poupanças e negociações de contratos.

Dizer que os portugueses não se dão muito bem com números pode ser um cliché, mas há dados que comprovam que, quando a conversa envolve linguagem financeira, tudo se complica ainda mais.

O Inquérito à Literacia Financeira, elaborado pelo Conselho Nacional de Supervisores Financeiros – constituído por elementos do Banco de Portugal (BdP), Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) e Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões(ASF) – veio mostrar que esta perceção está correta.

Os dados, revelados em 2016, mostram o que já se se adivinhava: os portugueses poupam pouco e não planeiam o seu orçamento familiar.

E, se falarmos em terminologia financeira, os resultados são ainda menos animadores: apenas 21,4% dos inquiridos sabia o que era o spread e só 10% conseguiram dizer o que era a Euribor.

Já no que respeita ao aconselhamento financeiro, o estudo mostra que, ao escolherem produtos financeiros:

  • 59,1% seguem o conselho dado ao balcão da instituição;
  • 51,1% o conselho de familiares ou amigos;
  • 13% não leem a informação pré-contratual e contratual, confiando no que lhes é transmitido oralmente pelo funcionário da instituição.

Ou seja, talvez não estejam a ouvir as pessoas certas e, por vezes, este é um erro com consequências sérias.

Aconselhamento financeiro online

homem e mulher com cartão de crédito

Numa altura em que a internet é, muitas vezes, a única fonte disponível para tirar dúvidas, é importante saber onde encontrar informação fidedigna, que permita perceber conceitos, comparar ofertas e, até, saber quais os direitos de cada um.

Todos Contam

Os três supervisores já referidos – BdP, CMVM e ASF juntaram-se num projeto de literacia financeira que é, também, uma forma de aconselhamento, já que reúne várias informações de grande utilidade.

O site Todos Contam, incluído no Plano Nacional de Formação Financeira, aborda temas práticos como o planeamento do orçamento familiar, fazer um seguro ou fazer pagamentos.

Inclui ferramentas como um simulador do orçamento familiar e brochuras que explicam, por exemplo, como planear a reforma ou como fazer compras online em segurança.

Existem também diversos guias que podem ser descarregados e que abordam como a prevenção de fraudes e informações úteis para situações tão práticas como a gestão de dívidas.

Os vídeos são outra forma de explicar, de uma forma rápida e acessível, coisas como o que é uma conta de serviços mínimos bancários.

Conta base ou conta de serviços mínimos? Conheça as diferenças
Veja também Conta base ou conta de serviços mínimos? Conheça as diferenças

E como a literacia financeira deve começar cedo, há também vídeos com fantoches e materiais didáticos para os mais novos no canal YouTube.

No âmbito do Plano Nacional de Formação Financeira são também promovidas iniciativas no terreno, quer nas escolas, quer junto de grupos específicos, como jogadores de futebol, ou até em comunidades locais.

Através da página no Facebook é possível acompanhar as atividades desenvolvidas no âmbito desta iniciativa.

Portal do Cliente Bancário

O Banco de Portugal também tem, na sua página, materiais de suporte com dicas práticas sobre créditos, cartões ou comparação de comissões.

No separador Cliente Bancário pode encontrar ferramentas que ajudam a fazer as contas mais difíceis, nomeadamente simuladores de crédito à habitação, taxas de juro ou de crédito pessoal.

Além de secções úteis, com perguntas frequentes ou um glossário, o Banco de Portugal promove também sessões de formação financeira na sua sede e delegações em todo o país.

A Deco presta também apoio aos seus associados em questões relacionadas com aconselhamento financeiro, ajudando ainda a lidar com situações de sobre-endividamento.

Aconselhamento financeiro presencial

Existem igualmente iniciativas de âmbito local, promovidas por câmaras municipais ou juntas de freguesia, em que o aconselhamento financeiro é feito de uma forma mais próxima e personalizada.

É o caso da MatosinhosHabit, que tem, desde 2018, um serviço gratuito de aconselhamento económico-financeiro para apoiar os inquilinos municipais que se encontram em situação de vulnerabilidade financeira.

Este aconselhamento inclui o diagnóstico da situação financeira dos agregados familiares, a elaboração de uma proposta de reajustamento financeiro, bem como a execução e acompanhamento do processo.

São também desenvolvidas ações de formação para sensibilizar os habitantes locais para a importância dos conceitos de poupança e consumo consciente.

Se procura este tipo de ajuda, informe-se junto da sua junta de freguesia ou câmara municipal sobre a existência de programas orientados à educação e aconselhamento financeiro das famílias.

Algumas dicas a ter em conta

Como o dinheiro é um assunto sério e o aconselhamento financeiro deve ser o mais correto possível, há alguns cuidados a ter.

Ao procurar aconselhamento financeiro online, certifique-se de que está a obter informação através de uma fonte de confiança.

Se fizer uma pesquisa por “aconselhamento financeiro” encontrará certamente várias referências, incluindo a empresas que prestam este serviço, mas a ideia é que as informações sejam independentes e não tenham qualquer intuito comercial.

Os sites dos supervisores, como o Banco de Portugal e a ASF têm a obrigação legal de dar informação isenta e por isso são os mais confiáveis.

Ao recorrer ao aconselhamento financeiro presencial, deve ter o mesmo tipo de cuidados.

Os conselhos de familiares e amigos, por muito bem-intencionados que sejam, podem não ser os mais indicados para si, por isso o melhor é ouvir alguém que possa dar-lhe apoio profissional.

Pedir aconselhamento financeiro não é motivo para ter receio ou vergonha, até porque, quanto mais cedo esclarecer as suas dúvidas e começar a resolver os problemas, mais fácil será encontrar a melhor solução.

Veja também